Oliveira se reúne com Bornier para tratar de trabalho conjunto em prol do Basquete 3x3

O gerente de desenvolvimento do Basquete 3x3 da Confederação Brasileira de Basketball (CBB), Francisco Oliveira, se reuniu com o secretário estadual de Esporte, Lazer e da Juventude do Rio de Janeiro (RJ), Felipe Bornier, nesta quinta-feira (23 de maio), na sede da Secretaria, no Rio de Janeiro (RJ).

De acordo com Oliveira, o encontro foi muito bom e satisfatório. “Tive a chance de explicar ao secretário como funciona o Basquete 3x3, fazendo um breve histórico e como está o desenvolvimento da modalidade olímpica. A receptividade foi excelente, o que me deixou amplamente satisfeito e feliz, pois o Bornier gostou muito da ideia de firmar uma parceria com a Confederação Brasileira para incluir a modalidade nos Jogos Estudantis e para que possamos capacitar os professores da rede estadual, visando que eles passem a ensinar o Basquete 3x3 nas escolas, o que é muito importante para o futuro, uma vez que dá a chance de formação dos atletas específicos da modalidade”, explicou.

“Outro ponto importante é o auxílio que a Secretaria pode dar no tocante aos eventos, com a abertura de espaço em locais como Vilas Olímpicas e áreas comandadas pelo Estado. A conversa foi tão boa, que ficou a boa impressão que esta reunião deveria ter acontecido antes, tamanha foi a empatia entre as duas partes”, complementou Francisco, salientando que Felipe é amante da modalidade, assim como o governador Wilson Witzel, por isso, o estado do Rio de Janeiro precisa respirar basquete, seja ele de quadra ou 3x3.

Segundo o gerente de desenvolvimento, o próximo passo será a elaboração de um projeto, detalhando tudo o que vai ser trabalhado e quais são os objetivos desta parceria, que tende a ser extremamente frutífera.

Penúltima rodada da fase inicial do Campeonato Brasileiro será jogada nesta quinta

A 13ª e penúltima rodada da fase inicial do Campeonato Brasileiro de Clubes Masculino – 2019 será disputada nesta quinta-feira (23 de maio), com a realização de quatro partidas, que serão importantes para a definição do último classificado ao Final Four – Cravinhos Basketball, NBPG/CCR RodoNorte/UniSecal/LDPG e Unifae/São João da Boa Vista já estão garantidos na etapa decisiva.

A LSB/PMS buscará a recuperação contra o Brusque/FME/Aradefe/Trimania, às 19h30 (de Brasília), no ginásio Municipal Doutor Gualberto Moreira, na cidade de Sorocaba (SP), em jogo que marca a luta pela classificação à etapa decisiva da competição. Na última vez que esteve em quadra, o representante de Sorocaba foi superado pela Araraquara/ABA/Fundesport, enquanto o time de Brusque bateu o Blackstar Basquete/Trimania.

“Nossa equipe vem trabalhando e se preparando para este confronto contra o Brusque, estamos evoluindo bastante com as instruções da nossa comissão técnica, sempre seguindo as estratégias e metas nos treinos e nos jogos; e agora não será diferente. O armador Adler, que tem 18 anos, vem dando conta do recado e tem ajudado bastante a equipe, juntamente também com o outro armador, o Márcio Pitico, que tem mais experiência e sempre auxilia os mais jovens. Vamos em busca dessa vitória”, comentou o pivô Nicão Oliveira, da LSB/PMS.

“O nosso pensamento é só um: chegar em Sorocaba, fazer o melhor jogo possível e sair com a vitória; essa é a meta, mesmo sabendo que é dificílima, pois a LSB está bastante motivada, uma vez que vem de derrota e imagino que pressão esteja muito grande para conseguir o resultado dentro de casa. O nosso time se preparou para vencer, já que se ocorrer um tropeço do São José dos Pinhais, teremos a chance de conquistar a classificação antecipada, por isso, precisamos do resultado positivo. Respeitamos a equipe sorocabana, sabemos das dificuldades que teremos pela frente, só que vamos para vencer; se conseguiremos é outra história, pois do outro lado existe um adversário muito qualificado, mas quem quer garantir a classificação só pode pensar no resultado positivo, não existe plano B”, analisou Alexandre Barros da Rocha, técnico do Brusque/FME/Aradefe/Trimania.

No confronto entre as duas equipes, válido pelo turno desta fase inicial, vitória do Brusque/FME/Aradefe/Trimania, atuando em seus domínios, por 76 a 75, com muita emoção.

Arbitragem: Marcos Fornies Benito (SP), Fábio Kover (SP) e Crislaine Fernandes Alves (SP)

No mesmo horário, o líder Cravinhos Basketball recebe o vice-líder NBPG/CCR RodoNorte/UniSecal/LDPG, no ginásio da EMEB João Nogueira, na cidade de Cravinhos, em jogo que pode apontar mudanças nas primeiras colocações. No seu compromisso mais recente, o time paulista perdeu para a Unifae/São João da Boa Vista, enquanto a agremiação paranaense venceu o clássico estadual diante do São José dos Pinhais/Guaxo.

“Nossa equipe está fechada e focada nessa partida. Vamos em busca dessa importante vitória, que nos deixará na primeira colocação desse equilibrado torneio”, explicou o lateral norte-americano Eric Laster, do Cravinhos Basketball.

“Vai ser um jogo bem complicado e difícil, sabemos da qualidade da equipe de Cravinhos e como ela encaixou bem ao longo campeonato, é o grupo que tem se mantido mais sólido. É um elenco jovem, que conta com uma rotação alta e que não deixa cair a intensidade, apresentando uma forma de jogar coletiva. Treinamos com objetivo de brecar algumas peças chaves e esperamos conseguir implantar os nossos pontos positivos, mas sabemos das dificuldades de jogar na casa deles; respeitamos a campanha que eles vêm apresentando ao longo da competição, por isso, esperamos fazer o melhor e trabalhamos duro para isso, já que seria muito importante para o nosso projeto conseguir esta vitória lá dentro”, comentou o técnico Milos Alexander, do NBPG/CCR RodoNorte/UniSecal/LDPG.

No primeiro turno, vitória do Cravinhos Basketball, mesmo jogando como visitante, por 81 a 67.

Arbitragem: Jacob Cassimiro Barreto (SP), Rodrigo Rodrigues de Moraes (SP) e Augusto Manoá Ribeiro Rosa (PR)

A Unifae/São João da Boa Vista encara o Blackstar Basquete/Trimania, às 20h (de Brasília), no ginásio Municipal Nildes Fontão de Souza (CIC), em São João da Boa Vista (SP). Na jornada passada, a equipe de São João da Boa Vista derrotou o Cravinhos Basketball, enquanto o time de Joinville perdeu para o duelo estadual diante do Brusque/FME/Aradefe/Trimania.

“A expectativa é muito grande, treinamos bastante e acreditamos que tudo vai dar certo, pois queremos trazer a Fase Final aqui para casa, pois contar com o sexto jogador é muito importante. É confiar no nosso trabalho, que vem sendo realizados todos os dias, que vai dar tudo certo”, analisou o pivô Evander Pereira, da Unifae/São João da Boa Vista.

“Esses dois jogos, não menos importantes do que os outros. Chegam em um momento que precisamos mostrar que aprendemos com os erros, já servindo de preparação para o segundo semestre, que vem cheio de competições, como o estadual. Por isso, vamos ao Estado de São Paulo com o objetivo de apresentar nosso melhor basquete na temporada”, comentou Raphael Figueiredo, ala do Blackstar Basquete/Trimania.

Na partida entre estas duas equipes, válida pelo primeiro turno, vitória da Unifae/São João da Boa Vista, por 65 a 58, mesmo jogando em território catarinense.

Arbitragem: Edgar Moreira dos Santos (SP), Ana Carolina Galvão (SP) e Nícolas Zivieri (SP)

E, complementando a jornada, a Araraquara/ABA/Fundesport joga contra o São José dos Pinhais/Guaxo, às 20h (de Brasília), no ginásio Municipal Presidente Castelo Branco (Gigantão), em Araraquara (SP). Na rodada anterior, a equipe da casa derrotou a LSB/PMS, enquanto o visitante foi superado pelo NBPG/CCR RodoNorte/UniSecal/LDPG.

“O nosso principal objetivo neste jogo contra o São José dos Pinhais é manter uma intensidade defensiva, assim como fizemos contra a LSB, pois a equipe evoluiu demais na marcação, demonstrando crescimento a cada partida. A equipe já vinha com bom desempenho defensivo, mas não estava pontuado, na última rodada, contudo, a nossa defesa foi muito forte e agressiva, com o ataque funcionando melhor. Desta forma, a nossa meta neste próximo desafio é manter a defesa consistente e agressiva durante os 40 minutos, com o ataque fazendo a leitura dos pontos de desequilíbrio do adversário”, explicou o técnico Fábio Apolinário, da Araraquara/ABA/Fundesport.

“Sabemos da dificuldade de enfrentar a equipe de Araraquara dentro de sua casa e diante do seu torcedor, ainda mais que venceu seu último jogo em seu ginásio, diante da LSB. Trabalhamos muito forte nos últimos dias para buscarmos a vitória e continuarmos vivos na briga pela classificação à Fase Final do Campeonato Brasileiro”, completou Adilson Júnior, técnico do São José dos Pinhais/Guaxo.

No primeiro turno, vitória do São José dos Pinhais/Guaxo, atuando como mandante, por 63 a 58.

Arbitragem: Andreia Regina Silva (SP), Fernando Aparecido Cavalcante Leite (SP) e Vinicius Locatelli (SC)

A classificação de momento do Campeonato Brasileiro de Clubes Masculino – 2019 é a seguinte:

1º) Cravinhos Basketball – 21 pontos (09 vitórias e 03 derrotas)
2º) NBPG/CCR RodoNorte/UniSecal/LDPG – 21 pontos (09 vitórias e 03 derrotas)
3º) Unifae/São João da Boa Vista – 20 pontos (08 vitórias e 04 derrotas)
4º) Brusque/FME/Aradefe/Trimania – 18 pontos (06 vitórias e 06 derrotas)
5º) LSB/PMS – 17 pontos (05 vitórias e 07 derrotas)
6º) São José dos Pinhais/Guaxo – 17 pontos (05 vitórias e 07 derrotas)
7º) Araraquara/ABA/Fundesport – 15 pontos (03 vitórias e 09 derrotas)
8º) Blackstar Basquete/Trimania – 15 pontos (03 vitórias e 09 derrotas)

 

Inscrições abertas para o ‘1º Treinamento de Neuromodulação Não Invasiva Aplicada ao Esporte’

A Inner Fit realiza nos dias 22 e 23 de junho (sábado e domingo), na Quality Nutrition, em São Paulo (SP), o ‘1º Treinamento de Neuromodulação não Invasiva Aplicada ao Esporte de Alto Rendimento’, com a presença dos palestrantes Prof. Dr. Alexandre Hideki Okano (UFABC) e o Prof. Dr. Alexandre Moreira (USP). O curso, que contará com conteúdo teórico/prático, é destinado aos profissionais e estudantes interessados em Neuromodulação.

“O objetivo deste curso é a capacitação teórica e prática sobre aplicação da estimulação transcraniana por corrente contínua na melhoria da performance e otimização da recuperação após jogos e treinos”, comentou Moreira.

São 25 vagas disponíveis. Informações complementares e inscrições pelo telefone (11) 95025-4324.

Programação

22 de junho (sábado)
08h30 – 09h00: Credenciamento
09h00 – 11h00: Estimulação transcraniana por corrente contínua na melhoria da performance física em atletas (Prof. Dr. Alexandre Hideki Okano - UFABC)
11h00 – 11h15: Coffee Break
11h15 – 12h00: Estimulação transcraniana por corrente contínua aplicada no esporte de alto rendimento. Há evidências científicas que os estimuladores vendidos atualmente no mercado realmente funcionam? (Prof. Dr. Alexandre Hideki Okano - UFABC)
12h00 – 13h00: Estimulação transcraniana por corrente contínua da fadiga mental e otimização da recuperação entre jogos e treinos (Prof. Dr. Alexandre Moreira - USP)
13h00 – 14h00: Almoço
14h – 14h30: Treinamento para manuseio do estimulador transcraniano por corrente contínua NKL
14h30 – 16h30: Treinamento ‘hands-on’ de montagem dos eletrodos para melhoria da performance física
16h30 – 16h45: Coffee Break
16h45 – 17h30: Treinamento ‘hands-on’ de montagem dos eletrodos para atenuação da fadiga mental e otimização da recuperação entre jogos e treinos
17h30 – 18h: Cuidados, manutenção e limpeza após uso do estimulador transcraniano

23 de junho (domingo)
09h00 – 10h30: Aplicação da estimulação transcraniana por corrente contínua no planejamento e monitoramento de treinamento (Prof. Dr. Alexandre Moreira - USP)
10h30 – 10h45: Coffee Break
10h45 – 12h45: Apresentação de grupos de trabalho: cada grupo deverá demonstrar as montagens dos eletrodos vistos nos treinamentos
12h15 – 13h: NeuroTalk: Roda de conversa

 

Felipe Santana analisa positivamente a primeira semana de treinos em Belém

A Seleção Brasileira Sub-16 Masculina completou a primeira semana de treinamentos preparatórios para a Copa América da categoria, em Belém (PA), com êxito total. De acordo com o técnico Felipe Santana, o grupo tem assimilado bem o conteúdo passado ao longo dos trabalhos, além de estar bastante focado nos objetivos a serem alcançados.

“A primeira semana foi muito positiva, são jogadores de qualidade, que jogam em grandes equipes, dentro e fora do Brasil, e nosso desafio é fazer com que esses atletas, que são protagonistas em seus clubes, consigam atuar juntos, sob o mesmo modelo jogo, proposto pela comissão técnica. E os garotos estão correspondendo muito bem até momento, não só nos aspectos táticos e técnicos, como na vontade de fazer o melhor possível, de continuar aprendendo e evoluindo”, comentou Santana.

“É o que esperamos na segunda semana de treinamentos, agora com mais conteúdo e detalhamento, refinando ainda mais os padrões coletivos, ofensivo e defensivo, para fazer a qualidade do trabalho ir cada vez mais longe, contando sempre com a motivação e empenho dos jogadores”, complementou o treinador brasileiro.

Já Marcus Vinicius Costa de Lima, gostou do empenho dos atletas. “Todos os jogadores vieram com a rotina de um treino por dia em seus clubes e ao longo da primeira semana de treinamentos, fizemos com que eles entrassem no ritmo e se acostumassem com dois trabalhos diários. Para a sequência dos treinos, com os atletas mais acostumados, vamos trabalhar com intensidade maior, pois o estilo de jogo que o técnico Felipe Santana está implantando exige um condicionamento físico extremamente apurado e o trabalho está sendo conduzido nesse sentido”, analisou o preparador físico do selecionado nacional.

Para o ala/armador Vinicius Biagioni Vicenti, esse início de preparação está sendo extremamente importante para o fortalecimento do grupo. “Foi uma semana muito intensa, com muito conceito de jogo, que vários jogadores ainda não haviam trabalhado antes. Deu para absorver bastante coisa, uma vez que a comissão técnica demonstra com facilidade e clareza as situações de jogo, em quadra ou nos vídeos que temos acompanhado”, relatou.

Os treinamentos preparatórios acontecem até 02 de junho (domingo). A estreia brasileira na Copa América Sub-16 Masculina acontece no dia 03 de junho (segunda-feira), às 20h30 (de Brasília), contra Porto Rico, na Arena Guilherme Paraense, em Belém (PA). Os demais confrontos do selecionado nacional na primeira fase são estes:

- 04 de junho (terça-feira), às 20h30 (de Brasília): Brasil x Canadá
- 05 de junho (quarta-feira), às 20h30 (de Brasília): Brasil x Uruguai

De acordo com o regulamento, na fase inicial as equipes jogam entre si, dentro de seus respectivos grupos, em turno único, apurando as colocações do primeiro ao quarto lugares. Nas quartas de final, ocorre o cruzamento dos grupos: 1º colocado do Grupo A x 4º colocado do Grupo B, 2º colocado do Grupo A x 3º colocado do Grupo B, 3º colocado do Grupo A x 2º colocado do Grupo B e 4º colocado do Grupo A x 1º colocado do Grupo B. Os vencedores avançam à semifinal. Posteriormente, os ganhadores dos jogos semifinais decidem o título. As quatro melhores seleções garantem vaga na Copa do Mundo Sub-17 Masculina 2020.

Nesta primeira fase, o Grupo A é formado por Estados Unidos, México, Argentina e República Dominicana. Já o Grupo B tem estas nações: Brasil, Canadá, Uruguai e Porto Rico.

Convocados
Daniel Duque Santos Frederico (ala/pivô) – 15 anos – 1m98 – Minas Tênis Clube
Eduardo Barbosa Sanchez (ala/pivô) – 15 anos – 1m96 – Basquete Rio Claro
Emanuel Fernandes de Lima (ala/pivô) – 15 anos - 1m97 – EC Pinheiros
Felipe Faustino Nascimento (lateral) – 16 anos – 1m97 – Sesi/Franca Basquete
Felipe Motta (ala/armador) – 16 anos – 1m97 – Stella Azzurra Roma (Itália)
Guilherme Totaro Tesch (lateral) – 14 anos – 1m95 – Wasatch Acacemy (Estados Unidos)
João Victor Capela dos Santos (armador) – 15 anos – 1m85 – SE Palmeiras
João Victor Scopel de Oliveira (lateral) – 15 anos – 1m93 – SE Palmeiras
Kalell Fernando da Silva Borrasque (ala/armador) – 15 anos – 1m87 – Sesi Franca Basquete
Matheus Felipe de Moura Honorato (ala/pivô) – 16 anos – 1m93 – Minas Tênis Clube
Matheus Leoni Brito de Oliveira (ala/armador) – 16 anos – 1m84 – SE Palmeiras
Pedro Henrique Rufino Coelho (ala/pivô) – 15 anos – 2m01 – NBA Academy Latin America (México)
Rodolfo Rufino Bolis (lateral) – 15 anos – 1m98 – NBA Academy Latin America (México)
Tiago Alcântara Abbade Aguiar Faria (armador) – 16 anos – 1m76 – EC Pinheiros
Victor Santiago Gaede (armador) – 15 anos – 1m92 – Minas Tênis Clube
Vinicius Biagioni Vicenti (ala/armador) – 16 anos – 1m87 – Clube Campineiro de Regatas e Natação/Akdmia
Vitor Cauã Cerqueira Justiniano de Carvalho (pivô) – 14 anos – 2m00 – EC Ginástico
Vitor Rocha Ibiapina (lateral) – 16 anos – 1m97 – Minas Tênis Clube

Média de idade: 15,2 anos
Média de altura: 1m92

Comissão Técnica

Gerente Técnico: Renato Lamas Pinto
Técnico: Felipe Luiz Santana
Assistente-Técnico: Bruno Costa Savignani
Assistente-Técnico: Jhonatan Vinicius Cintra dos Santos
Preparador Físico: Marcus Vinicius Costa de Lima
Médico: Vitor Moreira Camilo da Silva
Fisioterapeuta: Rafael Francis Plein

São Paulo DC disputa Quest Internacional ANB3x3 com equipes adulta e sub-23 focando vaga no World Tour

O São Paulo DC, uma das principais equipes do cenário nacional e sul-americano, disputa no final de semana, 25 e 26 de maio, o Quest Internacional ANB3x3, que será realizado no Parque Linear, em Mairiporã (SP), contando com as principais equipes brasileiras, além de algumas boas equipes internacionais. De acordo com o supervisor Gustavo Bracco, o São Paulo DC estará em quadra com os times adulto e sub-23.

“O primeiro Quest Internacional do país, com a presença de cinco fortes equipes estrangeiras, que vão disputar uma única vaga no World Tour Mexico, que será disputado em julho. Vamos participar com nossas duas equipes, adulta e sub-23, que mostrou estar preparada para competições de alto nível ao terminar na segunda colocação a etapa da Liga de Basquete 3x3, disputada em São José do Rio Preto (SP), ainda nesse mês de maio”, comentou Bracco.

As equipes do São Paulo DC, na fase inicial do torneio, aparecem no Grupo B, ao lado de duas equipes estrangeiras: “Argentina é formada por jovens atletas, que tradicionalmente compõem bons times, enquanto Porto Rico se mostrou muito competitivo ao vencer a etapa classificatória em seu país. Acreditamos novamente em um grande resultado e, quem sabe, garantir pela primeira vez uma vaga na etapa internacional do Mundial Federação Internacional (FIBA)”, complementou Gustavo.

Para esta disputa, o São Paulo DC, que é filiado à Federação Paulista de Basketball (FPB), terá estes atletas: Luiz Felipe Soriani, Pedro Patekoski, André Ferros e Jefferson Socas (adulto) e Leonardo Branquinho, William Weihermann, Luiz Felipe Souza e Gianluca Campaner (sub-23).

Passada esta disputa, o São Paulo DC, já na próxima semana, embarca para o Chipre, para disputar, no dia 06 de junho (quinta-feira), outra grande competição internacional, o Limassol Challenger.

O São Paulo DC3x3 é apoiado pelo projeto Drible Certo no Mundo, aprovado junto a Lei de Incentivo ao Esporte da Secretaria de Esportes do Governo do Estado de São Paulo. Projeto patrocinado pela Havan, Decathlon Brasil, Tenda Atacado e Sorvetes Jundiá. Apoios: Toca do Açaí, Naturiza, NAR – Núcleo de Alto Rendimento, Uniformes Overtime, Meias Elite e Associação de Pessoal da Caixa Econômica Federal – APCEF. Realização: B16 Incentivo, Instituto Futuros Craques e Instituto Athlon.

LBC realiza 25 jogos em sua quinta rodada: base e o feminino com lugar especial

Os campeonatos ‘LBC 20 anos’ começaram a todo vapor. Com 12 competições em andamento, a Liga Regional de Basquete Centro Oeste Paulista (LBC) vem se fortalecendo a cada ano. Atualmente, a entidade conta com um total de 93 equipes, sendo 51 equipes masculinas e 42 equipes femininas.

Destaque para o naipe feminino, que vem crescendo a cada ano, são 29 equipes na base feminina, um grande passo para o desenvolvimento desta modalidade que vem sendo negligenciada. Nas categorias adulta e 35, temos um total de 13 agremiações, o que permite a continuidade do trabalho realizado na base.

A presidente da LBC, Priscila Dorigo, relata que as competições femininas contam com o importante apoio da UNIMED Centro Oeste Paulista. “A UNIMED Centro Oeste Paulista vem sendo uma grande parceira no projeto do naipe feminino dentro da LBC. A UNIMED é nossa parceira há mais de 10 anos e, nesse período, vem colaborando sobremaneira para o desenvolvimento social e intelectual de muitas crianças em todo o centro oeste, dando uma grande oportunidade para que cada menina do projeto tenha uma vida melhor através do basquete. É um projeto social aliado ao basquete que vem dando muitos bons frutos. Nossa região é a que mais equipes possui, por isso, agradecemos esse empenho da UNIMED e das cidades filiadas”, comentou.

“Temos muito o que agradecer a UNIMED Centro Oeste Paulista, já que através desse apoio e por acreditarem que o basquete modifica vidas é que temos feito esse projeto dar certo. Temos a certeza que as crianças têm a chance de conhecer um esporte apaixonante, além de podermos dar um objetivo na vida de cada menina envolvida neste projeto. Além das equipes que pertencem aos Centros de Treinamento da UNIMED, temos as equipes que participam que são os filiados da LBC. A UNIMED contempla com o Centro de Treinamento as cidades de Lençóis Paulista, Paraguaçu Paulista, Tupã, Adamantina, Marília, São Manuel e Presidente Prudente, a LBC possui todas essas cidades como seus filiados, além dos municípios de Assis, Palmital, Avaré, Iacanga e Araçatuba”, acrescentou Priscila.

“A Liga tem orgulho desta parceria com a UNIMED, pois sabemos que além de fomentar o basquete feminino na nossa região, podemos orientar meninas muitas vezes em área de risco, sem estrutura familiar a ter um objetivo e uma oportunidade de superar as dificuldades. Fazendo isso através do basquete ficamos satisfeitos, pois sabemos que o basquete feminino está sendo trabalhado no centro oeste de maneira eficiente. Muito crescimento ainda temos a ser trabalhado, mas com este apoio e o aporte das prefeituras, que são parceiras para que cada projeto aconteça, temos a certeza que dia a dia e juntos chegaremos mais longe”, complementou Dorigo.

A Liga Regional de Basquete Centro Oeste Paulista (LBC), que está há 19 anos lutando pela modalidade no centro oeste paulista, segue aberta às empresas parceiras que queiram fazer parte e contribuir para dar prosseguimento a este importante desenvolvimento.

ADC Bradesco garante o tri da Copa Brasil Sub-16 Feminina

A ADC Bradesco confirmou a conquista do tricampeonato da Copa Brasil de Clubes Sub-16 Feminina – 2019, no domingo (19 de maio), no ginásio da Sociedade Thalia, em Curitiba (PR), ao derrotar a equipe da casa, por 73 a 60 (40 a 27 no primeiro tempo), na rodada final da chave única. Com este resultado, a equipe comandada pelo técnico Paulo Vasconcelos fechou a sua participação de forma invicta, vencendo os seis jogos disputados.

O jogo começou equilibrado, com a equipe paranaense na frente, mas logo o representante paulista conseguiu se impor; primeiro, igualando as ações e depois, passando a comandar o placar com vantagem (17 a 10). No segundo, as duas equipes produziram mais, desta forma a ADC Bradesco seguiu na frente, fazendo a diferença crescer mais um pouco (23 a 17).

Na volta do intervalo, a equipe paulista seguiu na frente, pois manteve o ritmo apresentado nos dois períodos anteriores (23 a 14). Nos dez minutos finais, a Sociedade Thalia cresceu e esteve na frente, mas o time de Osasco soube controlar bem a vantagem adquirida para vencer e garantir o terceiro título da competição (10 a 19).

“Treinamos muito para conquistar este título, creio que o nosso ponto forte sempre é o trabalho em grupo e a defesa forte. Da coletividade surgiram os destaques individuais nesta competição”, comentou a ala/armadora Anna Clara Santos, da ADC Bradesco, cestinha da partida decisiva.

“Acredito que o espírito coletivo foi o diferencial da nossa equipe. Defendemos muito forte e, no ataque, tivemos paciência para movimentar a bola e achar a melhor jogadora para pontuar. O tricampeonato é resultado do trabalho sério coordenado pela Macau e pelo Cristiano Cedra e que a cada ano vem gerando melhores resultados”, complementou o técnico Paulo Vasconcelos, também do representante de Osasco.

Jogaram

Sociedade Thalia: Julia Letty (22 pontos, 06 rebotes, 03 assistências e 02 bolas recuperadas), Nicole Tafarello, Bianca Lima (06 pontos, 06 rebotes, 02 assistências, 01 bola recuperada e 01 bloqueio), Julia Slivinski (02 pontos, 02 rebotes e 01 bola recuperada), Luiza Marodin (21 pontos, 08 rebotes, 05 assistências e 03 bolas recuperadas), Julia Cruz (03 pontos, 02 rebotes e 01 assistência), Marina Flausino, Gabrielly Biscaia, Kailaine Miguel, Adrielli Oliveira (02 pontos, 03 rebotes e 03 assistências), Maria Eduarda Buest (04 pontos e 01 rebote) e Marina Antico (01 rebote). Técnico: Francisco Hélio Alvarez Cordeiro Junior. Assistente-técnico: Fabio Pellanda.

ADC Bradesco: Raiane Santos (17 pontos, 04 rebotes e 05 bolas recuperadas), Anna Clara Santos (24 pontos, 05 rebotes, 02 assistências e 02 bolas recuperadas), Ana Carolina Conceição (09 pontos, 08 rebotes, 02 assistências e 02 bolas recuperadas), Lara Sanchez (01 rebote, 01 assistência e 01 bola recuperada), Wanessa Silva (20 pontos, 17 rebotes, 01 assistência e 02 bolas recuperadas), Manuela Malta, Luana Engelmeier (01 ponto, 03 rebotes e 01 assistência), Luiza Santos (02 pontos, 03 rebotes, 03 assistências e 04 bolas recuperadas), Ana Luiza Pires e Letycia Vasconcelos. Técnico: Paulo Sérgio Vasconcelos. Assistente-técnica: Gabriela Borges.

Resultados

14 de maio (terça-feira)
ADC Bradesco 62 x 27 São José Desportivo/Atleta Cidadão
Instituto Vitaliza/Nosso Clube Pernambuco 74 x 41 Sport Club do Recife
São José Desportivo/Atleta Cidadão 73 x 44 Associação Sorriso de Basquetebol
Sociedade Thalia 73 x 37 Clube Náutico Capibaribe

15 de maio (quarta-feira)
Associação Sorriso de Basquetebol 64 x 47 Instituto Vitaliza/Nosso Clube Pernambuco
Clube Náutico Capibaribe 42 x 63 ADC Bradesco
Sport Club do Recife 33 x 56 Sociedade Thalia

16 de maio (quinta-feira)
ADC Bradesco 115 x 29 Associação Sorriso de Basquetebol
Instituto Vitaliza/Nosso Clube Pernambuco 48 x 34 Clube Náutico Capibaribe
Associação Sorriso de Basquetebol 45 x 53 Sport Club do Recife
Sociedade Thalia 41 x 54 São José Desportivo/Atleta Cidadão

17 de maio (sexta-feira)
São José Desportivo/Atleta Cidadão 45 x 40 Clube Náutico Capibaribe
Sport Club do Recife 26 x 83 ADC Bradesco
Sociedade Thalia 41 x 54 Instituto Vitaliza/Nosso Clube Pernambuco

18 de maio (sábado)
Clube Náutico Capibaribe 61 x 36 Sport Club do Recife
ADC Bradesco 81 x 23 Instituto Vitaliza/Nosso Clube Pernambuco
Sport Club do Recife 38 x 54 São José Desportivo/Atleta Cidadão
Associação Sorriso de Basquetebol 45 x 65 Sociedade Thalia

19 de maio (domingo)
Instituto Vitaliza/Nosso Clube Pernambuco 34 x 44 São José Desportivo/Atleta Cidadão
Associação Sorriso de Basquetebol 49 x 84 Clube Náutico Capibaribe
Sociedade Thalia x ADC Bradesco

Classificação final: 1º) ADC Bradesco-SP (06 vitórias), 2º) São José Desportivo/Atleta Cidadão-SP (04 vitórias e 02 derrotas), 3º) Instituto Vitaliza/Nosso Clube Pernambuco-PE (04 vitórias e 02 derrotas), 4º) Sociedade Thalia-PR (04 vitórias e 02 derrotas), 5º) Clube Náutico Capibaribe-PE (02 vitórias e 04 derrotas), 6º) Sport Club do Recife-PE (01 vitória e 05 derrotas) e 7º) Associação Sorriso de Basquetebol-MT (06 derrotas)

Os destaques individuais receberam as suas respectivas premiações das mãos da campeã Mundial em 1994 com a Seleção Brasileira, Dalila Bulcão, que foi homenageada pela Confederação Brasileira de Basketball (CBB). As laureadas foram estas:

- MVP: Raiane Santos (ADC Bradesco)
- Cestinha: Julia Letty (Sociedade Thalia)
- Rebotes: Lara de Paula (São José Desportivo/Atleta Cidadão)
- Assistências: Luiza Santos (ADC Bradesco)

“A competição contou com as equipes que já vínhamos acompanhando e a novidade foi a Associação Sorriso, além da boa expectativa em relação aos times pernambucanos. Destaque, mais uma vez, para a ACD Bradesco, que fez uma competição digna das suas tradições, garantindo o tricampeonato”, comentou Alex Oliveira, coordenador técnico da competição.

“A disputa pela segunda colocação foi acirrada, entre o São José Desportivo, Sociedade Thalia e o Nosso Clube, gerando um tríplice empate na classificação geral, que foi definido apenas nos critérios de desempate. O equilíbrio foi tamanho que se a Sociedade Thalia tivesse vencido a ADC Bradesco, na rodada final, ficaria com o título, mas acabou em quarto, pois não fez um bom jogo diante do Nosso Clube”, acrescentou o coordenador técnico.

“Destaco o bom rendimento da Julia Letty, que foi a cestinha da competição, provando o bom trabalho que a Sociedade Thalia vem realizando na base. Outra atleta promissora é a Lara de Paula, do São José, que apareceu muito bem nos rebotes; além de algumas meninas das equipes do Nordeste, que demonstraram muito potencial”, complementou Oliveira.

A Copa Brasil de Clubes Sub-16 Feminina – 2019 foi uma realização da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) em parceria com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC).

Sampaio tem bom rendimento e vence mais uma fora de casa no returno da LBF

O Sampaio Basquete derrotou a LSB RJ/Sodiê Doces, neste sábado (18 de maio), por 90 a 56 (53 a 28 no primeiro tempo), em partida válida pelo returno da fase inicial da Liga de Basquete Feminino (LBF CAIXA) – 2019, disputada da Arena Olímpica de Deodoro, no Rio de Janeiro (RJ).

Mesmo atuando novamente fora de seus domínios, a equipe maranhense não deu chance ao time da casa, conseguindo larga vantagem nos três primeiros quartos – 23 a 10 (primeiro), 30 a 18 (segundo) e 28 a 12 (terceiro). Apenas no último, o representante carioca esteve na frente, mas sem conseguir modificar o panorama da partida (09 a 16).

“Foi um bom jogo, consegui correr melhor e também tive a chance ajudar a minha equipe, que saiu com o resultado positivo; foi importante para nossa sequência na competição. A cada dia venho melhorando e, nesta partida em especial, percebi que evolui muito”, comentou a pivô Letícia Rodrigues, do Sampaio Basquete, que esteve em quadra por 24min17, anotando seis pontos, apanhando sete rebotes e dando duas assistências.

Foi um bom jogo, eu consegui correr melhor e consegui ajudar minha equipe, saindo com o resultado positivo. A cada dia venho melhorando e, nesta partida em especial, percebi que evolui muito

Os outros nomes importantes da partida foram Thainá (16 pontos e 06 rebotes) e Ribeiro (14 pontos), pelo time da casa; Jackson (22 pontos e 05 rebotes) e Tati Pacheco (16 pontos e 04 rebotes), em favor do visitante.

Com este resultado, o Sampaio Basquete segue na segunda colocação na classificação geral, agora com nove vitórias e duas derrotas. Já o próximo compromisso da agremiação maranhense será contra a Uninassau/Cabo de Santo Agostinho, no dia 05 de junho (quarta-feira), no ginásio Esportivo Wilson Campos (SESC Santo Amaro), no Recife (PE).

Letícia Rodrigues quer manter quadro evolutivo diante da LSB pelo returno da LBF

A pivô Letícia Rodrigues tem comemorado cada avanço nessa retomada de sua carreira, após o nascimento do primeiro filho Joaquim, que está completando três meses. A atleta do Sampaio Basquete, que tem evoluído a cada treinamento e jogo, vem lutando para reconquistar a sua melhor forma física e o melhor estágio técnico.

Natural da Praia Grande (SP), Letícia, 1m90 e de 24 anos (12 de março de 1995), espera subir mais um degrau no duelo contra a LSB RJ/Sodiê Doces, que acontece neste sábado (18 de maio), às 16h (de Brasília), na Arena Olímpica de Deodoro, no Rio de Janeiro (RJ), no prosseguimento do returno da fase inicial da Liga de Basquete Feminino (LBF CAIXA) – 2019.

“Estou bem ansiosa para jogar um pouco mais, a cada jogo venho melhorando e me empenhado para entrar no ritmo da minha equipe e o técnico Cristian Santander tem me ajudado muito, assim como as meninas; por isso, acredito que será uma boa partida contra a LSB RJ”, comentou a pivô, que está ciente das qualidades do adversário.

“Sei que vamos enfrentar uma equipe muito empenhada, as meninas são rapidinhas e não param para nada, além de extremamente esforçadas. Vai ser um jogo bem corrido”, complementou Letícia.

Na última vez que esteve em quadra, o Sampaio Basquete derrotou o Blumenau Basquete, mesmo atuando fora de seus domínios (66 a 59), enquanto a LSB RJ/Sodiê Doces foi superada pela Uninassau/Cabo de Santo Agostinho, atuando em seu ginásio (80 a 61).

Na classificação geral, a equipe maranhense ocupa o segundo lugar, com 80.0% de aproveitamento – 08 vitórias e 02 derrotas. Já o time carioca aparece na 10ª colocação, com 10.0% de aproveitamento – 01 vitória e 09 derrotas.

No duelo entre as duas equipes, válido pelo turno desta fase inicial, vitória do Sampaio Basquete, atuando em seus domínios, por 64 a 44.

Sampaio se recupera na LBF com vitória sobre o Blumenau fora de casa

O Sampaio Basquete conseguiu a recuperação na Liga de Basquete Feminino (LBF CAIXA) – 2019 o derrotar o Blumenau Basquete, nesta quinta-feira (16 de maio), por 66 a 59 (38 a 35 no primeiro tempo), mesmo atuando no ginásio de Esportes Sebastião Cruz (Galegão), em Blumenau (SC), na sequência do returno da fase inicial.

Depois que um primeiro quarto favorável ao time da casa (15 a 23), a equipe visitante logo se recuperou e passou a dominar a partida, vencendo os dois períodos seguintes – 23 a 12 (segundo) e 17 a 12 (terceiro). Nos dez minutos finais, o equilíbrio voltou a aparecer, com o Blumenau Basquete ligeiramente na frente, mas sem alterar o panorama da partida (13 a 14).

“Eu tenho treinado bastante, bem focada e sempre me cobrando; a cada dia estou melhorando e o Christian (técnico) tem me dado bastante oportunidade e a confiança”, comentou a pivô Letícia Rodrigues, do Sampaio Basquete, que anotou dois pontos e apanhou um rebote, em pouco mais de cinco minutos em quadra.

“A nossa equipe se comportou muito bem na maior parte do tempo, defendemos muito bem, mas ainda assim temos que melhorar. O Sampaio tem o jogo externo muito forte e o resultado positivo foi mérito delas; estamos com uma sequência de derrotas, mas agora teremos quatro jogos fora de casa e vamos atrás da nossa recuperação”, analisou a pivô Gil Justino, que anotou 15 pontos, apanhou quatro rebotes e deu ainda uma assistência em 28min21 de atuação.

As atletas mais efetivas da partida foram Jennifer Nonato (25 pontos e 09 rebotes), pelo time da casa; a norte-americana Tyler Scaife (15 pontos e 03 assistências), em favor do visitante.

Com esta vitória, o representante maranhense permanece na segunda colocação na classificação, agora com oito vitórias e duas derrotas. Já a equipe catarinense aparece no quinto lugar, com seis vitórias e cinco derrotas.

O Blumenau Basquete buscará a recuperação contra o Basketball Santo André/APABA, na quinta-feira (23 de maio), às 19h (de Brasília), jogando em Santo André (SP). O Sampaio Basquete encara, no seu próximo compromisso, a LSB - RJ/Sodiê Doces, no sábado (18 de maio), às 16h (de Brasília), no Rio de Janeiro (RJ).

Seleção Brasileira Sub-16 inicia preparação para disputa da Copa América em Belém

A Seleção Brasileira Sub-16 Masculina iniciou, na terça-feira (14 de maio), no ginásio Serra Freire (Cube do Remo), em Belém (PA), os treinamentos preparatórios para a Copa América da categoria. A competição continental será realizada de 03 a 09 de junho, na Arena Guilherme Paraense, também na capital do Pará.

“Quero desejar sucesso aos nossos garotos e a comissão técnica nesta etapa importante de preparação, pois teremos uma competição muito difícil pela frente. Mas, sei que o grupo tem condições de fazer uma excelente etapa de treinamentos para chegar preparado e lutar pelos nossos objetivos na Copa América”, comentou Guy Peixoto Jr, presidente da Confederação Brasileira de Basketball (CBB).

Para o técnico Felipe Santana, o começo foi promissor. “Fiquei muito satisfeito com o primeiro dia de trabalho. Todos vieram de viagens longas e exaustivas, mas mesmo assim se doaram ao máximo e fizemos um ótimo treino. Ou seja, ganhamos um dia. Todos estão muito motivados e empenhados nesse início de preparação”, comentou.

“Os jogadores chegaram com muita determinação e comprometimento, fizemos um primeiro treino depois de uma viagem desgastante de encher os olhos, isso mostra que eles estão muito conscientes da importância da competição que iremos disputar, por isso, vamos fazer uma etapa de preparação muito boa e em alto nível, o que será fundamental para a Seleção Brasileira chegar bem à disputa da Copa América e garantir a vaga para o Mundial no ano que vem”, completou Renato Lamas, gerente técnico da Seleção.

Os treinamentos preparatórios serão realizados até 02 de junho (domingo). Já a estreia brasileira na competição continental acontece em 03 de junho (segunda-feira), às 20h30 (de Brasília), contra Porto Rico. Os demais confrontos do selecionado nacional primeira fase são estes:

- 04 de junho (terça-feira), às 20h30 (de Brasília): Brasil x Canadá
- 05 de junho (quarta-feira), às 20h30 (de Brasília): Brasil x Uruguai

Convocados
Daniel Duque Santos Frederico (ala/pivô) – 15 anos – 1m98 – Minas Tênis Clube
Eduardo Barbosa Sanchez (ala/pivô) – 15 anos – 1m96 – Basquete Rio Claro
Emanuel Fernandes de Lima (ala/pivô) – 15 anos, 1m97 – EC Pinheiros
Felipe Faustino Nascimento (lateral) – 16 anos – 1m97 – Sesi/Franca Basquete
Felipe Motta (ala/armador) – 16 anos – 1m97 – Stella Azzurra Roma (Itália)
Guilherme Totaro Tesch (lateral) – 14 anos – 1m95 – Wasatch Acacemy (Estados Unidos)
João Victor Capela dos Santos (armador) – 15 anos – 1m85 – SE Palmeiras
João Victor Scopel de Oliveira (lateral) – 15 anos – 1m93 – SE Palmeiras
Kalell Fernando da Silva Borrasque (ala/armador) – 15 anos – 1m87 – Sesi Franca Basquete
Matheus Felipe de Moura Honorato (ala/pivô) – 16 anos – 1m93 – Minas Tênis Clube
Matheus Leoni Brito de Oliveira (ala/armador) – 16 anos – 1m84 – SE Palmeiras
Pedro Henrique Rufino Coelho (ala/pivô) – 15 anos – 2m01 – NBA Academy Latin America (México)
Rodolfo Rufino Bolis (lateral) – 15 anos – 1m98 – NBA Academy Latin America (México)
Tiago Alcântara Abbade Aguiar Faria (armador) – 16 anos – 1m76 – EC Pinheiros
Victor Santiago Gaede (armador) – 15 anos – 1m92 – Minas Tênis Clube
Vinicius Biagioni Vicenti (ala/armador) – 16 anos – 1m87 – Clube Campineiro de Regatas e Natação/Akdmia
Vitor Cauã Cerqueira Justiniano de Carvalho (pivô) – 14 anos – 2m00 – EC Ginástico
Vitor Rocha Ibiapina (lateral) – 16 anos – 1m97 – Minas Tênis Clube

Média de idade: 15,2 anos
Média de altura: 1m92

Comissão Técnica
Gerente Técnico: Renato Lamas Pinto
Técnico: Felipe Luiz Santana
Assistente-Técnico: Bruno Costa Savignani
Assistente-Técnico: Jhonatan Vinicius Cintra dos Santos
Preparador Físico: Marcus Vinicius Costa de Lima
Médico: Vitor Moreira Camilo da Silva
Fisioterapeuta: Rafael Francis Plein

Blumenau e Sampaio se enfrentam de olho na recuperação na LBF

O Blumenau Basquete joga pela recuperação na Liga de Basquete Feminino (LBF CAIXA) – 2019, nesta quinta-feira (16 de maio), às 19h (de Brasília), contra o Sampaio Basquete, no ginásio de Esportes Sebastião Cruz (Galegão), em Blumenau (SC), na sequência ao returno da fase inicial. O duelo terá transmissão ao vivo pela ESPN.

O representante catarinense foi superado pelo Sesi Araraquara em seu compromisso mais recente (73 a 70), mesmo atuando em seus domínios. “O Sampaio tem um jogo exterior muito produtivo e, principalmente, agora com a chegada da armadora norte-americana Briahanna Jackson, se fortaleceu ainda mais. Elas fazem um sistema de defesa com bastante flutuação, então precisamos jogar com inteligência, sabendo explorar o nosso melhor”, comentou a pivô Gil Justino, do Blumenau Basquete.

“Temos que nos impor na defesa também, pois na partida fora de casa, válida pelo turno desta edição da LBF, nós deixamos a desejar em vários aspectos. Mas, o jogo precisa ser jogado e nesse eu tenho certeza que será diferente, uma vez que trabalhamos duro, por isso, acredito na minha equipe”, complementou Gil.

A agremiação maranhense também joga pela recuperação, visto que foi batida pela Vera Cruz/Campinas (65 a 64), na última vez que esteve em quadra. “Estou bem ansiosa para jogar, melhorei muito no aspecto físico e estou correndo melhor. O Blumenau não é um time fácil, as pivôs são fortes e o elenco está bem encaixado, mas minha equipa está bem treinada e focada para cada partida, vamos forte sempre”, comentou a pivô Letícia Rodrigues, do Sampaio Basquete.

Na classificação geral, o Blumenau Basquete aparece na quarta colocação, com 60.0% de aproveitamento – 06 vitórias e 04 derrotas. O Sampaio Basquete ocupa o segundo lugar, com 77.8% de aproveitamento – 07 vitórias e 02 derrotas.

Já no duelo entre as duas equipes, válido pelo turno desta fase inicial, vitória do Sampaio Basquete, atuando em seus domínios, por 71 a 54.

Visit fbetting.co.uk Betfair Review