Brasil estreia no Sul-americano Sub-14 Feminino contra o Uruguai

A Seleção Brasileira Sub-14 Feminina estreia no Campeonato Sul-americano da categoria, nesta segunda-feira (22 de julho), às 17h45 (de Brasília), enfrentando o Uruguai, no Coliseo Abel Jiménez Parra, em Guayaquil, no Equador. Na fase inicial da competição, o selecionado nacional integra o Grupo B, que conta ainda com o anfitrião Equador e Paraguai.

Para o técnico Dyego Cavalcanti, o grupo está pronto para este primeiro desafio. “Estamos confiantes para estreia, pois trabalhamos duro esses dias e as meninas estão focadas. Esperamos e acreditamos começar com o pé-direito; estamos iniciando um ciclo, assim como o Uruguai, por isso, não conhecemos muito este adversário”, comentou.

“Como tenho sempre falado com as jogadoras, não temos que nos preocupar com os adversários se tivermos focados chegaremos no objetivo”, complementou Dyego.

Os demais compromissos do Brasil na fase inicial são: terça-feira (23 de julho), contra o Paraguai; e quarta-feira (24 de julho), diante do Equador. Já o Grupo A conta com Chile, Argentina e Colômbia.

Seleção Brasileira: 05. Fernanda Alexandre (lateral), 07. Ana Carolina Lopes (lateral), 08. Suelen Nunes (lateral), 09. Alexia Dagba (ala/pivô), 10. Marcella Freitas (armadora), 11. Ana Beatriz da Silva (pivô), 14. Letycia Vasconcelos (pivô), 24. Arianny de Oliveira (pivô), 31. Giovanna da Silva (pivô), 34. Manuella Alves (ala/pivô), 55. Taissa Queiroz (Lateral) e 77. Paula Carvalho (armadora).

Comissão técnica: Adriana Aparecida dos Santos Lopez (gerente técnica), José Alberto Freyesleben Valle Pereira (administrador), Dyego Maranini Cavalcanti (técnico), Claudio Henrique Lopes de Lisboa (assistente técnico) e Marina Stefani Souza da Silva (fisioterapeuta).

De acordo com o regulamento, na fase inicial do Campeonato Sul-americano Sub-14 Feminino as equipes jogam entre si, em turno único, dentro dos seus respectivos grupos e os dois melhores de cada chave avançam à semifinal (1º do Grupo A x 2º do Grupo B e 1º do Grupo B x 2º do Grupo A). Posteriormente, ocorre a grande final.

Seleções de Basquete 3x3 já estão em Lima para a disputa dos Jogos Pan-Americanos

Os selecionados nacionais de Basquete 3x3 concluíram, na manhã deste domingo (21 de julho), na Escola de Educação Física do Exército (EsEFEx), os treinamentos preparatórios para a disputa da 18ª edição dos Jogos Pan-americanos de Lima. Na sequência, a delegação brasileira seguiu viagem com destino à capital peruana, onde já desembarcou.

Para a treinadora Rafaella Bauerfeldt Lopes, da Seleção Brasileira Feminina, o grupo é novo e de futuro. “Estamos levando uma equipe jovem e promissora, tanto física, quanto tecnicamente. Entendemos que precisamos enraizar nossas ideias em meninas promissoras que possam estar difundindo a modalidade. Demos uma atenção a critérios físicos pois entendemos que hoje em nível mundial o jogo se encontra muito dinâmico e fizemos os ajustes táticos necessários para buscarmos nossa melhor apresentação no Pan-americano”, comentou.

A Seleção Brasileira Feminina conta com estas jogadoras: Aldecinete Mineiro Gomes de Souza (Blackout 3x3), Evelyn Larissa Mariano Silva (Sport Club Corinthians Paulista), Luana Ariescha Fernandes da Silva (Sport Club Corinthians Paulista) e Carla Patrícia Silva Lucchini (Vera Cruz Campinas). 

Já na visão do treinador Douglas Lorite, da Seleção Brasileira Masculina, o grupo quer usar a experiência adquirida na Copa do Mundo. “Conhecemos o Canadá, Estados Unidos e Porto Rico, que são times bons e rodados. Os outros não temos muitas informações. Treinamos forte e vamos aproveitar a rodagem que tivemos na Copa do Mundo”, completou Lorite.

A Seleção Brasileira Masculina é formada pelos seguintes atletas: Felipe Oscar de Camargo (Campinas 3x3), Jonatas Júlio de Mello (Campinas 3x3), Jefferson Froehlich Socas (São Paulo DC) e William Weihermann (São Paulo DC).

As competições de Basquete 3x3 nos Jogos Pan-americanos de Lima acontecerão de 27 a 29 de julho, no Eduardo Dibós Coliseum. Os participantes são estes: Brasil, República Dominicana, Venezuela, Uruguai, Estados Unidos e Argentina (feminino); Brasil, Estados Unidos, Argentina, República Dominicana, Porto Rico e Venezuela (masculino).

Os selecionados nacionais jogam a fase inicial nestas datas:

 

27 de julho (sábado)

Brasil x República Dominicana (feminino)

Brasil x República Dominicana (masculino)

Brasil x Venezuela (feminino)

Brasil x Estados Unidos (masculino)

Brasil x Estados Unidos (feminino)

 

28 de julho (domingo)

Brasil x Venezuela (masculino)

Brasil x Argentina (feminino)

Brasil x Porto Rico (masculino)

Brasil x Uruguai (feminino)

Brasil x Argentina (masculino)

De acordo com o regulamento, na primeira fase as equipes jogam entre si, em turno único, e os quatro melhores classificados avançam à semifinal (1º colocado x 4º colocado e 2º colocado x 3º colocado). Os dois vencedores da fase semifinal disputam o título, enquanto os perdedores definem a terceira e quarta posições.

Decò Caserta, do lateral Dimitri Sousa, vai disputar Série A-2 do Campeonato Italiano

Quando assinou contrato com o tradicional Decò Caserta, o brasileiro Dimitri Sousa, de 24 anos, tinha certeza que os desafios seriam grandes, não só pela qualidade do basquete italiano, mas também pela tradição da sua nova equipe. Só que as responsabilidades serão ainda maiores, visto que a Federação Italiana confirmou o acesso do time para a Série A-2 do Campeonato Italiano, já na temporada 2019/2020.

“A possibilidade do Decò Caserta subir para a Série A-2 já tinha sido comunicada e eu sabia que havia uma possibilidade grande disso acontecer, mas no momento que assinei o contrato com esta equipe, não estava pensando nisso. Mesmo assim, vai ser uma grata surpresa representar o Decò Caserta na Série A-2, que é bem mais forte que a Série B”, comentou Dimitri.

“Será uma grande oportunidade ajudar o time, que possui uma camisa tão forte e tradicional, no seu retorno ao protagonismo no basquete italiano”, complementou Sousa.

A Série A-2 do Campeonato Italiano está agendada para começar em outubro.

São Paulo DC conquista a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Basquete 3x3

O São Paulo DC sagrou-se campeão invicto primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Basquete 3×3 – 2019, na categoria Elite, disputada neste domingo (30 de junho), no ginásio Desportivo e Cultural Jamelão (Vila Olímpica da Mangueira), no Rio de Janeiro (RJ). Na decisão, a equipe da capital paulista conseguiu um grande rendimento e derrotou o Rio Preto Guarani, por 21 a 07, com autoridade.

“Estávamos muito focados, sabíamos que seria um torneio difícil, mas tínhamos que entrar concentrados. E foi isso que fizemos, entramos com uma defesa muito agressiva, que deu segurança para converter as bolas no ataque. Estamos muito felizes com essa conquista”, relatou Jefferson Socas, jogador do São Paulo DC.

“Iniciamos o Campeonato Brasileiro com o pé-direito, pois conquistamos a primeira etapa, disputada no Rio de Janeiro de forma invicta, mesmo enfrentando fortes adversários. Esta foi uma excelente preparação para o World Tour México, que é o nosso próximo desafio”, comentou Gustavo Bracco, manager do São Paulo DC.

Na fase inicial, o São Paulo DC, que contou com Jefferson Socas, Pedro Patekoski, André Ferros e Luiz Felipe Soriani, bateu o Zero21 Porto Real (21 a 07) e o Santos 013 3x3 (13 a 07). Nas quartas-de-final, novo êxito, desta vez contra o 3xRio/Pick and Roll (22 a 09). Na semifinal, mais um resultado expressivo diante do Santos 3x3 (22 a 13).

O próximo compromisso do São Paulo DC será o World Tour México, que será disputado nos dias 05 e 06 de julho (sexta-feira e sábado).

Já a equipe Sub-23 do São Paulo DC, formada por Leo Branquinho, William Weihermann, Luiz Felipe Paulo e Gianluca Campaner, ficou com o vice-campeonato, realizando uma campanha similar ao time adulto, contudo, foi superada na grande final pelo Lendas RJ U23 (21 a 15). A disputa foi realizada no sábado (29 de junho), também no ginásio Desportivo e Cultural Jamelão (Vila Olímpica da Mangueira), no Rio de Janeiro (RJ).

Nas etapas anteriores só resultados favoráveis: Ecobase (21 a 13) e Rio de Janeiro U23 (21 a 09), na primeira fase; Meninos da Gávea (21 a 11), nas quartas-de-final, e Esquadrão Ferraz (21 a 13), na semifinal.

“Apesar de não ter alcançado o resultado que esperávamos, conseguimos o segundo lugar, que nos classificou para a fase final, que será jogada em São Paulo. Vamos treinar para conseguir o título; tivemos uma campanha sólida, infelizmente, não foi o suficiente, mas agora é trabalhar para alcançarmos todos os nossos objetivos”, analisou Leonardo Branquinho.

“Tivemos uma grande atuação até a semifinal, sendo muito superior em todos os jogos pelo ritmo e intensidade aplicados nesses jogos. Na final encontramos pela frente um critério de arbitragem totalmente diferente ao qual estamos acostumados a jogar e tivemos dificuldades em adaptar o nosso estilo de marcação. Resultando em 21 pontos do adversário pela primeira vez no ano contra nossa equipe sub-23. Acabamos com o vice-campeonato da etapa, perdendo para o bom time do Lendas RJ U23. Agora é partir para o próximo desafio”, complementou Weihermann.

A equipe sub-23 do São Paulo DC jogará, no próximo final de semana, uma etapa da Liga ANB, em São Paulo (SP), na categoria Elite.

O São Paulo DC3x3, que é filiado à Federação Paulista de Basketball (FPB), é apoiado pelo projeto Drible Certo no Mundo, aprovado junto a Lei de Incentivo ao Esporte da Secretaria de Esportes do Governo do Estado de São Paulo. Projeto patrocinado pela Havan, Decathlon Brasil, Tenda Atacado e Sorvetes Jundiá. Apoios: Toca do Açaí, Naturiza, NAR – Núcleo de Alto Rendimento, Uniformes Overtime, Meias Elite e Associação de Pessoal da Caixa Econômica Federal – APCEF. Realização: B16 Incentivo, Instituto Futuros Craques e Instituto Athlon.

Sampaio Basquete visita o Ituano na abertura das quartas da LBF

O Sampaio Basquete visita o Ituano Basquete, nesta segunda-feira (1º de julho), às 19h30 (de Brasília), no ginásio Municipal Prudente de Morais, em Itu (SP), na primeira partida da série melhor-de-três do playoff – quartas-de-final da Liga de Basquete Feminino (LBF CAIXA) – 2019. A partida terá transmissão ao vivo pela LBF Live.

Para chegar a esta etapa, a equipe maranhense concluiu a fase inicial na segunda colocação, com 15 vitórias e 03 derrotas. Já o representante paulista fechou na sétima posição, com 07 vitórias e 11 derrotas.

Para Letícia Rodrigues, do Sampaio Basquete, o que passou ficou para trás. “Começamos um novo campeonato, praticamente, o playoff é totalmente diferente e a responsabilidade é maior, assim como a pressão, mas todos as equipes querem chegar nessa parte do campeonato. Já que chegamos temos que honrar a camisa e ir firme em todos os jogos para buscarmos sempre o melhor resultado”, comentou a pivô.

Na fase inicial aconteceram dois jogos entre estas equipes, com uma vitória para cada lado, prevalecendo o mando de quadra: 54 a 49, em favor do Ituano Basquete, no turno; 73 a 61, em favo do Sampaio Basquete, no returno.

O segundo duelo está agendado para quinta-feira (04 de julho), às 19h30 (de Brasília), no ginásio Costa Rodrigues, em São Luís (MA). O terceiro confronto, se necessário, será realizado na sexta-feira (05 de julho), no mesmo horário e no mesmo local.

De acordo com o regulamento, a equipe que primeiro totalizar duas vitórias garante classificação ao playoff – semifinal.

Dimitri Sousa acerta a sua transferência para o Caserta, equipe que tem Oscar Schmidt como ídolo

O lateral Dimitri Sousa, de 24 anos (15 de novembro de 1994), anunciou neste sábado (29 de junho), a sua transferência para o Decò Caserta, equipe que disputa a Série B do Campeonato Italiano. Na temporada passada, o brasileiro defendeu o Fortituto Agrigento, também da Itália.

E Dimitri está bastante entusiasmado com este novo ciclo em sua carreira. “É uma felicidade imensa assinar com o Caserta, um time histórico, que conta com uma camisa pesada e detém um projeto ambicioso de voltar para a Série A para reviver os seus tempos de glórias. As minhas expectativas são altas e as melhores possíveis, pois quero fazer um bom campeonato e ajudar a levar o Caserta para as divisões que esta equipe merece estar”, comentou.

O time de Caserta é emblemático quando se trata de jogadores brasileiros, visto que Oscar Schmidt viveu temporadas brilhantes vestindo a camisa desta equipe, deixando seu nome marcado para sempre na história da equipe e do basquete italiano e europeu. “Fazer parte deste projeto é uma honra, ainda mais por se tratar da equipe em que o meu ídolo maior, Oscar Schmidt começou a trajetória dele na Europa. Ele é um ídolo na equipe e na cidade, pois as suas grandes performances ajudaram o Caserta a conseguir resultados expressivos”, relatou Dimitri.

Além de Oscar, Marcel de Souza e Chuí também defenderam o Caserta.

Para o técnico Nando Gentile, o brasileiro vai ajudar bastante a sua equipe nesta temporada 2019/2020. “Dimitri é um jogador que pode atuar tanto de ala, como de armador, pois ele sabe como explorar bem a sua versatilidade. Ele vem para o Caserta com grande entusiasmo; conhecendo bem o passado do Oscar em nossa terra, tenho certeza de que ele será capaz de nos dar uma grande ajuda para alcançarmos os resultados que estabelecemos como meta para esta temporada”, comentou.

A apresentação de Dimitri Sousa no Decò Caserta vai acontecer no segundo semestre, quando a equipe dará início a pré-temporada.

Thelma Tavernari definiu os 12 jogadores que disputam o Sul-americano Sub-14

A técnica Thelma Tavernari definiu, neste sábado (29 de junho), em Anápolis (GO), os 12 atletas que integrarão o elenco da Seleção Brasileira no Campeonato Sul-americano Sub-14 Masculino. A competição será disputada no ginásio do Colégio Santo Agostinho, em Goiânia (GO), de 02 a 06 de julho.

“Temos feito um trabalho muito bom, pois queremos ver o grupo em ótimo estágio para a estreia. A equipe foi muito bem também nos amistosos”, comentou Thelma, salientando que a equipe brasileira encerra a preparação na segunda-feira (1º de julho).

“O elenco, realmente, vem trabalhado muito bem sob a batuta da Thelma Tavernari. Tenho certeza que vai estar em excelente estágio para disputar o Campeonato Sul-americano, brigando para chegar ao título”, complementou Marcelo Sousa, diretor executivo da Confederação Brasileira de Basketball (CBB).

Na fase inicial do Sul-americano Sub-14, o Brasil aparece no Grupo B, ao lado de Chile, Paraguai e Bolívia. Já o Grupo A conta com Argentina, Uruguai, Colômbia e Equador.

A Seleção Brasileira estreia contra a Bolívia, na terça-feira (02 de julho), às 20h. Em seguida, na quarta-feira (03 de julho), o adversário brasileiro será o Paraguai, no mesmo horário. Complementando a fase inicial, o Brasil encara o Chile, na quinta-feira (04 de julho), também às 20h.

De acordo com o regulamento, na primeira fase as equipes jogam entre si, dentro dos seus respectivos grupos, em turno único. Os dois melhores classificados em cada chave avançam à semifinal, agendada para 05 de julho (sexta-feira). Posteriormente, ocorrerá a grande final no sábado (06 de julho).

Seleção Brasileira
04. Cauã de Souza Pacheco (armador) – 14 anos – 1m72 – Clube de Campo/Setur Rio Claro – SP
10. Henrique Lúcio da Silva (ala/pivô) – 14 anos – 1m92 – EC Pinheiros – SP
11. Nicolas Santana Curiele (armador) – 14 anos – 1m77 – São José Desportivo/Atleta Cidadão – SP
13. Murilo Fontoura Gonzaga (ala/pivô) – 13 anos – 1m92 – Praia Clube – MG
14. Gustavo Enzo Vieira Alves (ala) – 14 anos – 1m84 – EC Pinheiros – SP
15. Eduardo Augusto Custodio de Sisto (pivô) – 14 anos – 1m95 – AE Mocoquense – SP
16. Gabriel Pessoa Soares de Almeida (ala) – 14 anos – 1m82 – Minas Tênis Clube – MG
18. Júlio Cesar Morais de Melo Ramos (ala) – 14 anos – 1m78 – São Paulo FC – SP
21. Cauã Tenório Guedes Cavalcanti de Souza (ala/pivô) – 14 anos – 1m88 – EC Pinheiros – PE
23. Lucas Segantini Moreira (ala) – 14 anos – 1m81 – Sesi Franca Basquete – SP
34. Jonatha de Lima Damasceno Fonseca (pivô) – 13 anos – 2m07 – CE Contemporâneo – RN
45. Mateus Assolini Delavy (ala/pivô) – 14 anos – 1m91 – SC Corinthians Paulista – SP

Comissão Técnica
Administrador: Ricardo Brito de Carvalho
Gerente Técnico: Renato Lamas Pinto
Técnica: Thelma de Nazareth Pina Guimarães Tavernari
Assistente Técnico: Carlos Antonio Silva Oliveira
Assistente Técnico: Jefferson Louis Teixeira
Técnico convidado: Julius Oberdan
Preparador Físico: Felipe de Souza Tinoco
Fisioterapeuta: Rafael Rocha Garcia

José Neto anuncia as convocadas para Seleção Brasileira Adulta Feminina

O técnico José Neto anunciou, nesta sexta-feira (28 de junho), as 16 jogadoras convocadas para a Seleção Brasileira Adulta Feminina, que vai iniciar a preparação, visando à disputa dos Jogos Pan-americanos de Lima. A 18ª edição competição continental será realizada na capital peruana, de 26 de julho a 11 de agosto; a disputa especifica o basquete ocorre de 06 e 10 de agosto.

“Esta convocação para os Jogos Pan-americanos e os treinamentos fazem parte do início de um processo, em que visamos a evolução do basquete feminino brasileiro no cenário internacional”, comentou José Neto.

A etapa de preparação será realizada na Arena Poliesportiva Coronel Wenceslau Malta (Parque Olímpico de Deodoro), no Rio de Janeiro (RJ). Os treinamentos ocorrem de 16 a 30 de julho. No dia 31 de julho (quarta-feira), a delegação brasileira segue viagem para Lima.

Convocadas
Alana Gonçalo da Silva (armadora) – 24 anos – 1m66 - Santo André/APABA – SP
Aline Cristina Cezário de Moura (ala/pivô) – 21 anos – 1m85 – SESI Araraquara – SP
Clarissa Cristina dos Santos (ala/pivô) – 31 anos – 1m86 – Sampaio Basquete – RJ
Débora Fernandes da Costa (armadora) – 27 anos – 1m64 – SESI Araraquara – SP
Érika Cristina de Souza (pivô) – 37 anos – 1m96 – Uninassau/Cabo de Santo Agostinho – RJ
Isabela Ramona Lyra Macedo (escolta) – 25 anos – 1m80 – Uninassau/Cabo de Santo Agostinho – BA
Izabella Frederico Sangalli (lateral) – 24 anos – 1m82 – Ituano Basquete – SP
Lays da Silva (armadora) – 20 anos – 1m65 – Blumenau Basquete – SP
Mariana Moura Queiroz Dias (ala/pivô) – 21 – 1m90 – Vera Cruz Campinas – SP
Mariane Roberta de Carvalho (lateral) – 22 anos – 1m 86 – The University of Kansas (EUA) – SP
Nádia Gomes Colhado (pivô) – 30 anos – 1m94 – Vera Cruz Campinas – PR
Patrícia Teixeira Ribeiro (escolta) – 28 anos – 1m75 – Vera Cruz Campinas – SP
Raphaella Monteiro da Silva (lateral) – 24 anos – 1m81 – Sampaio Basquete – RJ
Stephanie Carmen Soares (ala/pivô) – 19 anos – 1m98 – The Master's University (EUA) – SP
Taina Mayara da Paixão (escolta) – 27 anos – 1m73 – Sampaio Basquete – SP
Tatiane Pacheco Nascimento (lateral) – 28 anos – 1m81 – Sampaio Basquete – SP

Atletas Convidadas
Catarina Helena Ferreira de Oliveira (armadora) – 18 anos – 1m83 – ADC Bradesco – SP
Lorena Vitória Barbosa Anunciação (lateral) – 17 anos – 1m94 – ADC Bradesco – BA

Média de Idade: 24.6 anos
Média de Altura: 1m82

Comissão Técnica
Gerente Técnica: Adriana Aparecida Dos Santos Lopez
Administradores: Bruno Gomes De Valentin e Ricardo Brito de Carvalho
Técnico: José Alves Dos Santos Neto
Assistentes Técnicos: Virgil Marc Michel Lopez e João Almeida Camargo Neto
Preparador Físico: Diego Maroja Falcão
Médico: Paulo Roberto de Queiroz Szeles
Fisioterapeutas: Isabel Cristina Castro Rosa e Jordana Reis da Silva

Grupo de Estudos
A Confederação Brasileira de Basketball (CBB), em parceria com a Liga de Basquete Feminino (LBF) e Associação dos Técnicos de Basquete do Brasil (ATBB), receberá um grupo de treinadores que acompanharão os treinamentos, no período 22 a 26 de julho, e formarão um “Grupo de Estudos”, com o objetivo de compartilhar conhecimentos e experiências com a comissão técnica da Seleção Brasileira Adulta Feminina.

“Queremos aproximar os treinadores da Seleção e, principalmente, do trabalho que estamos executando. Que possam ter conhecimento da metodologia que estaremos utilizando e, assim, iniciar uma relação mais estreita e participativa entre Clubes e Seleção”, finalizou José Neto.

São Paulo DC está preparado para a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Basquete 3x3

O São Paulo DC aproveitou bem o tempo livre para treinar e chegar preparado a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Basquete 3x3 – 2019, que será realizada no final de semana, no ginásio Desportivo e Cultural Jamelão (Vila Olímpica da Mangueira), no Rio de Janeiro (RJ). A equipe da capital paulista entrará na disputa em duas categorias: sub-23 e adulta.

“Os nossos atletas trabalharam forte ao longo da semana, por isso, estamos confiantes para disputar esta primeira etapa do Campeonato Brasileiro, que será realizada no Rio de Janeiro. As nossas duas equipes irão com força máxima, reunindo os melhores jogadores que temos atualmente. Vamos lutar pelo pódio, pois acredito que estamos preparados para isso”, comentou o manager Gustavo Bracco.

“Vai ser um grande teste para avaliar também as boas equipes cariocas, que não costumam disputar competições em São Paulo, mas que são muito boas e fazem a diferença no Circuito Nacional, contando com a presença de jogadores que atuam no NBB, como a equipe do Rio de Janeiro, que estará reforçada. Mas, estamos bem preparados e treinados, acreditando nas vitórias com as duas equipes”, complementou Bracco.

A equipe sub-23, formada por Leo Branquinho, William Weihermann, Luiz Felipe Paulo e Gianluca Campaner, jogará no sábado (29 de junho), a partir das 12h (de Brasília). Já a equipe adulta, composta por Jefferson Socas, Pedro Patekoski, André Ferros e Luiz Felipe Soriani, entrará em quadra no domingo (30 de junho), a partir das 09h (de Brasília).

Na fase inicial do sub-23, o São Paulo DC aparece no Grupo A, ao lado do Rio de Janeiro e do Escobase. Ao todo são quatro grupos, com quatro integrantes em cada um deles; os dois primeiros colocados avançam as quartas-de-final. Posteriormente, ocorrem as etapas semifinal e final.

Já na primeira fase do adulto masculino, o São Paulo DC figura no Grupo B, que conta também com o Santos 013 3x3 e o Zero21 Porto Real. Ao todo são quatro grupos, com quatro agremiações em cada um deles; os dois primeiros colocados em cada um deles avançam as quartas-de-final. Na sequência, acontecem as etapas semifinal e final.

“Este é um ano importante, com Pan-americano e Campeonato Mundial Sub-23, já sabemos que o Douglas Lorite (treinador da Seleção Brasileira) estará acompanhando esta primeira etapa, então, queremos mostrar serviço, conseguindo uma boa performance para fazer uma boa competição”, completou Gustavo Bracco.

O São Paulo DC3x3, que é filiado à Federação Paulista de Basketball (FPB), é apoiado pelo projeto Drible Certo no Mundo, aprovado junto a Lei de Incentivo ao Esporte da Secretaria de Esportes do Governo do Estado de São Paulo. Projeto patrocinado pela Havan, Decathlon Brasil, Tenda Atacado e Sorvetes Jundiá. Apoios: Toca do Açaí, Naturiza, NAR – Núcleo de Alto Rendimento, Uniformes Overtime, Meias Elite e Associação de Pessoal da Caixa Econômica Federal – APCEF. Realização: B16 Incentivo, Instituto Futuros Craques e Instituto Athlon.

Seleção Sub-14 inicia preparação para o Campeonato Sul-americano treinando em Anápolis

A Seleção Brasileira Sub-14 Masculina deu início a preparação para o Campeonato Sul-americano da categoria, nesta quarta-feira (19 de junho), no ginásio Municipal Carlos de Pina, em Anápolis (GO). A equipe comandada pela técnica Thelma Tavernari disputa a competição continental, de 02 a 06 de julho, em Goiânia (GO).

“A nossa expectativa é muito boa e alta, todos chegaram contentes e com muita vontade de treinar; quero agradecer ao Guy Peixoto Jr e ao Marcelo Sousa por mais esta oportunidade. Amplio meus agradecimentos ao presidente da Federação Goiana, Ely Pascoal, e a Prefeitura Municipal de Anápolis pela receptividade que tiveram conosco”, comentou Thelma.

“Contamos com um grupo não tão alto, mas forte fisicamente. A nossa meta é buscar o título desde Campeonato Sul-americano, por isso, vamos trabalhar duro pensando nisso”, complementou a técnica do selecionado nacional.

Para o presidente da Federação Goiana de Basketball (FGB), Ely Toscano Pascoal, é uma grande honra receber o selecionado nacional sub-14 em Goiás, não só para treinamentos, mas para disputar também uma competição oficial de porte internacional. “É um prazer para a FGB trazer essa competição para Goiás, estamos cientes da importância de um campeonato de base, ainda mais de nível Internacional, que é muito mais relevante; estamos também satisfeitos que a seleção sub-14 esteja treinando também no nosso estado. Isso é muito bom, pois incentiva ainda mais os jogadores de base locais, sem falar que temos um técnico goiano na comissão técnica e dois atletas goianos integrando a equipe”, relatou.

“Acho isso muito positivo para o basquete goiano, por isso, temos que lembrar e agradecer a Prefeitura de Anápolis por toda estrutura que está disponibilizando ao selecionado de base agora e, no mês que vem, disponibilizará para a Seleção Brasileira Adulta, agradecendo ao prefeito Roberto Naves e o secretário de esportes Kim, pelo grande apoio que estão dando ao esporte; tenho certeza que em curto prazo Anápolis será um grande polo de basquetebol no país”, completou Ely.

Os treinamentos serão realizados ginásio Municipal Carlos de Pina, em Anápolis (GO), até 1º de julho (segunda-feira), quando o grupo estará definido com os 12 jogadores que disputarão a competição sul-americana.

Convocados
Ângelo Gabriel Bonifácio Lourenço (pivô) – 14 anos – 1m89 – Sesi Franca Basquete – MS
Cauã de Souza Pacheco (armador) – 14 anos – 1m72 – Clube de Campo/Setur Rio Claro – SP
Cauã Tenório Guedes Cavalcanti de Souza (ala/pivô) – 14 anos – 1m88 – EC Pinheiros – PE
Chaher Tarek Kalaoun (ala) – 14 anos – 1m75 – Clube de Engenharia de Goiás – GO
Eduardo Augusto Custodio de Sisto (pivô) – 14 anos – 1m95 – AE Mocoquense – SP
Gabriel Pessoa Soares de Almeida (ala) – 14 anos – 1m82 – Minas Tênis Clube – MG
Gustavo Enzo Vieira Alves (ala) – 14 anos – 1m84 – EC Pinheiros – SP
Gustavo Pereira Juliano (pivô) – 14 anos – 1m90 – SC Corinthians Paulista – SP
Henrique Lúcio da Silva (ala/pivô) – 14 anos – 1m92 – EC Pinheiros – SP
Jonatha de Lima Damasceno Fonseca (pivô) – 13 anos – 2m07 – CE Contemporâneo – RN
João Victor Gonçalves Bassoli (armador) – 14 anos – 1m73 – EC Pinheiros – SP
Júlio Cesar Morais de Melo Ramos (ala) – 14 anos – 1m78 – São Paulo FC – SP
Kleber Barbosa Sales Júnior (armador) – 13 anos – 1m69 – Clube Esperia – RO
Lucas Segantini Moreira (ala) – 14 anos – 1m81 – Sesi Franca Basquete – SP
Marcelo Vinícius Cardoso Ferreira (ala) – 14 anos – 1m83 – Projeto Bis/Mackenzie Tamboré – SP
Mateus Assolini Delavy (ala/pivô) – 14 anos – 1m91 – SC Corinthians Paulista – SP
Murilo Fontoura Gonzaga (ala/pivô) – 13 anos – 1m92 – Praia Clube – MG
Nicolas Santana Curiele (armador) – 14 anos – 1m77 – São José Desportivo/Atleta Cidadão – SP
William de Sousa Mendes (ala) – 14 anos – 1m81 – Clube Esperia – PB
Zion Lima Sampaio (armador) – 13 anos – 1m68 – Ball by Design – EUA

Média de idade: 13.8 anos
Média de altura: 1m83

Comissão técnica
Administrador: Ricardo Brito de Carvalho
Gerente Técnico: Renato Lamas Pinto
Técnica: Thelma de Nazareth Pina Guimarães Tavernari
Assistente Técnico: Carlos Antonio Silva Oliveira
Assistente Técnico: Jefferson Louis Teixeira
Técnico convidado: Julius Oberdan
Preparador Físico: Felipe de Souza Tinoco
Fisioterapeuta: Rafael Rocha Garcia

São Paulo DC tem histórico positivo de jogadores convocados para Seleção Brasileira

São inegáveis os serviços prestados pelo São Paulo DC ao Basquete 3x3 brasileiro. Com mais uma edição da Copa do Mundo da modalidade se aproximando, a equipe da capital paulista contribuiu sobremaneira para que a nova modalidade olímpica pudesse, primeiro, se enraizar e, posteriormente, a ganhar adeptos no país.

Para a edição de 2019 da Copa do Mundo, que será jogada de 18 a 23 de junho, em Amsterdã, na Holanda, o elenco brasileiro é composto pelos seguintes atletas: Felipe Oscar de Camargo (Campinas 3x3), Jonatas Júlio de Mello (Campinas 3x3), William Weihermann (São Paulo DC) e Jefferson Froehlich Socas (São Paulo DC). Além dos suplentes, Luiz Felipe Soriani (São Paulo DC) e Ulisses Ferreira de Lima (Rio Preto 3x3).

Na história do Basquete 3x3 brasileiro, dos 16 atletas que defenderam a Seleção Brasileira em competições mundiais, 13 foram lançados ou atuaram pelo São Paulo DC. “Estamos muito honrados por mais uma vez contarmos com jogadores do São Paulo DC na Seleção Brasileira, é a prova que estamos trabalhando da forma correta e planejada, com organização e escolhas eficientes dos jogadores”, comentou Gustavo Bracco, que é hoje o manager da equipe, mas que já foi jogador e disputou o Mundial de Basquete 3x3 em 2014.

“Nos traz muita alegria saber que, mais uma vez, estaremos representados por dois atletas que são atuais integrantes da nossa equipe, assim como dois que já foram e deixaram recentemente o São Paulo DC por uma questão de logística e geográfica, explosivamente, pois o Felipe e o Jonathan são dois grandes craques, que surgiram para o Basquete 3x3 através da nossa equipe. Além deles, o Socas e o Will são jogadores que estão conosco, treinando desde o começo da temporada, com bons resultados conquistados até aqui neste início de temporada, o que chamou a atenção, assim como a qualidade técnica que estão apresentando”, complementou Bracco.

Os demais são estes: Yanick, Zando, Carlinhos, Marcelo (2012); Douglas, Bracco, Marcão e David (2014); Will, Soriani, Carlinhos e Marcellus (2018); e Felipe, Jonatas, Will e Socas (2019).

Nas últimas temporadas, o São Paulo DC tem disputado competições internacionais gabaritadas, enfrentando as principais equipes do cenário mundial. Recentemente, a equipe disputou o Opap Limassol 3x3, no Chipre.

“A competição foi muito forte, pois reuniu grandes equipes do Basquete 3x3 mundial, inclusive a melhor equipe do Canadá; duas da Sérvia, que são top 10 mundial; mais a equipe norte-americana, que vem se destacando bastante nas últimas competições; além das equipes do leste europeu, que contam com enorme tradição na modalidade. Creio que a nossa derrota aconteceu muito cedo e ficou fora das expectativas, mas está dentro de um nível normal de aceitabilidade, já que nível do torneio foi muito alto e qualquer equipe poderia chegar, prova disso é que o time que nos venceu, o representante esloveno, ficou com a terceira colocação”, analisou Bracco.

“Com a nossa saída prematura desta competição, teríamos dois dias sem jogos, mas aproveitamos esse tempo para fazer grandes amistosos contra equipes da Sérvia. Isso também foi muito válido, pois além de jogar, treinar em alto nível também é extremamente importante; sem falar no aspecto turístico, uma vez que conhecemos locais lindíssimos”, complementou o manager do São Paulo DC.

O São Paulo DC3x3, que é filiado à Federação Paulista de Basketball (FPB), é apoiado pelo projeto Drible Certo no Mundo, aprovado junto a Lei de Incentivo ao Esporte da Secretaria de Esportes do Governo do Estado de São Paulo. Projeto patrocinado pela Havan, Decathlon Brasil, Tenda Atacado e Sorvetes Jundiá. Apoios: Toca do Açaí, Naturiza, NAR – Núcleo de Alto Rendimento, Uniformes Overtime, Meias Elite e Associação de Pessoal da Caixa Econômica Federal – APCEF. Realização: B16 Incentivo, Instituto Futuros Craques e Instituto Athlon.

Seleção Sub-16 Feminina já está no Chile para disputar a Copa América

A Seleção Brasileira Sub-16 Feminina já está em Aysen, no Chile, local de disputa da Copa América da categoria. A equipe comandada pelo técnico Virgil Lopez concluiu satisfatoriamente a preparação em território nacional e seguiu viagem, na noite de quinta-feira (13 de junho), desembarcando na manhã desta sexta-feira (14 de junho).

Para Lopez a preparação foi bastante proveitosa. “O final da nossa etapa de treinamento em Americana se deu com a realização de três jogos preparatórios de qualidade, que nos deram a chance de corrigir alguns detalhes, pois as equipes que enfrentamos nos trouxeram dificuldades diferentes e pudemos identificar o que era necessário acertar; logo em seguida fizemos estes ajustes, por isso, eu acredito que estamos bem preparados para disputar esta edição da Copa América”, comentou Virgil.

Na fase inicial da competição continental, o selecionado nacional aparece no Grupo A, ao lado do Equador, Canadá e Porto Rico. A estreia brasileira acontece no domingo (16 de junho), às 19h (de Brasília), contra Porto Rico, no Polideportivo 21 de abril, em Aysen.

No prosseguimento da fase inicial, o Brasil tem estes compromissos:

- Brasil x Canadá, na segunda-feira (17 de junho), às 19h (de Brasília)
- Brasil x Equador, na terça-feira (18 de junho), às 14h15 (de Brasília)

Já o Grupo B conta com México, El Salvador, Estados Unidos e o anfitrião Chile.

De acordo com o regulamento, na fase inicial as equipes jogam entre si, em turno único, dentro das suas respectivas chaves, apurando a classificação do primeiro ao quarto colocados em cada uma delas. Posteriormente, ocorre as quartas-de-final, semifinal e, por fim, a grande final.

Os quatro primeiros colocados se classificam para o Campeonato Mundial Sub-17 Feminino, que será jogado em 2020.

Seleção Brasileira
Ana Paula de Oliveira Dias (armadora) – 15 anos – 1m65 – Basketball Santo André/APABA (SP)
Anna Clara Rodrigues dos Santos (armadora) – 16 anos – 1m65 – ADC Bradesco (SP)
Brenda Bleidão da Silva (lateral) – 16 anos – 1m77 – Instituto Mangueira do Futuro (RJ)
Eduarda Trevisan Reolon (ala/armadora) – 16 anos – 1m74 – Grande Florianópolis Basket (SC)
Giovanna de Oliveira Juzzo (pivô) – 16 anos – 1m86 – SEMER/Casa do Garoto/Unimed/Tupã Basquete (SP)
Mariana Medeiros de Lima (armadora) – 15 anos – 1m63 – Instituto Vitaliza/Nosso Clube Pernambuco (PE)
Maristela Beatriz Deblandina Lima de Sena (armadora) – 16 anos – 1m65 – APAGE BASK/Guarulhos (SP)
Raiane Dias dos Santos (ala/armadora) – 15 anos – 1m70 – ADC Bradesco (SP)
Rhayssa Jhennyfer Braz de Souza (ala/pivô) – 16 anos – 1m76 – ADC Bradesco (SP)
Stephany Caroline Gonçalves (lateral) – 14 anos – 1m75 – Basketball Santo André/APABA (SP)
Vitória Silva de Carvalho (pivô) – 15 anos – 1m85 – Instituto Mangueira do Futuro (RJ)
Wanessa Camargo da Luz Silva (ala/pivô) – 15 anos – 1m76 – ADC Bradesco (SP)

Média de idade: 15,4 anos
Média de altura: 1m73

Comissão técnica
Gerente Técnica: Adriana Aparecida dos Santos Lopez
Administrador: Bruno Gomes de Valentin
Técnico: Virgil Marc Michel Lopez
Assistente Técnica: Bruna Heloisa Rodrigues
Preparadora Física: Priscila Moreira de Souza
Médica: Carolina Ribeiro Lopes Ferrer
Fisioterapeuta: Ariane Lopes dos Santos

Visit fbetting.co.uk Betfair Review