Eskröta apresenta novo EP com temática voltada ao universo do terror/horror

Após o álbum "Cenas Brutais" (2021), o trio de crossover/thrash metal Eskröta, que conta com Yasmin Amaral (vocal e guitarra), Tamyris Leopoldo (baixo e backing vocals) e Jhon França (bateria), apresenta o novo EP, "T3RROR", já disponível nas plataformas de streaming e na versão física por meio dos selos Marquee Records e Voice Music. O material, produzido pela banda e Daniel Pacheco, com coprodução das vozes e bateria a cargo de Diego Rocha, conta com uma temática voltada ao universo do terror/horror. "'Filha do Satanás', uma das faixas de 'Cenas Brutais', que teve participação do vocalista Hugo Golon (Cemitério), fala sobre o filme 'Carrie, a Estranha' (1976). Como o público gostou muito da nossa composição nessa temática, decidimos entregar mais músicas sobre este universo do terror/horror, mesmo porque também somos muito fãs de filmes e álbuns de terror. Afinal, o heavy metal mesmo começou com Black Sabbath, banda que teve seu nome extraído por um filme do gênero e, ano passado, tivemos o lançamento do documentário 'The History of Metal and Horror', de Mike Schiff", explicou Yasmin Amaral.

Ouça a faixa "Mate ou Morra (Mulheres no Terror)" em https://youtu.be/4xP12grTYB0
 


O EP se inicia com a introdução "T3RROR", que precede "Não entre em Pânico". "Elas são quase que uma música só e lançaremos um videoclipe unindo-as. A faixa tem a participação especial de Daniel Pacheco, vocalista do Vomit Bag Squad, que também fala somente sobre filmes de terror. Neste caso, a letra é sobre o filme 'Pânico' (1996), um dos nossos favoritos", revelou a vocalista e guitarrista.
 
Já a faixa "Exorcist in the Pit" conta com a participação de Lawrence Mackrory (F.K.Ü) e fala do clássico "O Exorcista" (1973). "A letra conta um pouco sobre a história do filme, mas de uma forma mais dinâmica e divertida. É a única em inglês e traz a participação especial de Lawrence, que fez parte da nossa inspiração no processo de composição", detalhou o baterista Jhon França.
 
A gravação da guitarra e baixo foi feita no Necronomicon Estúdio, enquanto a dos vocais e da bateria ocorreu no Bay Area Estúdios, com mixagem a cargo de Daniel Pacheco e Jhon França (Necronomicon Estúdio) e masterização de Martín Furia (Destruction, BARK). Já a arte de capa foi feita pelo ilustrador e designer Lucas Bittencourt (Evilcult).
 
Outro filme abordado é o clássico "Psicose" (1960), dirigido por Alfred Hitchcock. "Esta foi a primeira música que compusemos para o EP e tem riffs bastante pesados. Esse é um dos meus filmes favoritos e por isso ele não poderia ter ficado de fora", comentou Yasmin Amaral.
 
O filme "Halloween - A Noite do Terror" (1978), dirigido por John Carpenter, é o tema da quinta faixa do EP. "'Maldade Encarnada' tem um refrão bem marcante e nosso objetivo na letra foi falar sob a perspectiva que enaltece a 'final girl' de 'Halloween - A Noite do Terror', Laurie, interpretada pela maravilhosa Jamie Lee Curtis", destacou a baixista Tamyris Leopoldo. "Ainda sobre o aspecto da 'final girl', a faixa 'Mate ou Morra (Mulheres no Terror)' fala um pouco sobre a jornada da donzela em perigo nos filmes de terror e como são mulheres fortes e que dominam o gênero. O filme 'O Exorcista' não existiria sem a Linda Blair e assim por diante. Tem uma referência também ao movimento Riot grrrl na letra e ela fecha o EP com a mensagem: 'As mulheres tomam conta do terror'", concluiu Yasmin Amaral.
 
Ouça "T3RROR" nas plataformas de streaming em https://songwhip.com/eskrota/t3rror
 
Spotify: https://tinyurl.com/2s6vwu96

Mídias sociais:
https://www.facebook.com/eskrota
https://www.instagram.com/eskrotacs/
 
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 


The Mist lança novo single e disponibiliza EP 'The Circle of the Crow'

Depois de quase 30 anos sem lançar material novo, o grupo mineiro The Mist lança nas plataformas de streaming o novo EP, "The Circle of the Crow", gravado no estúdio Maçonaria do Áudio, tendo Alan Wallace (Eminence) como produtor. Vladimir Korg (vocal), Edu Megale (guitarra) e Wesley Ribeiro (baixo) contaram com a presença de Riccardo Linassi na bateria. Segundo Korg, o EP, que também está disponível em versão física, servirá como uma passagem para a composição do novo álbum full. "Eu trouxe a banda para os palcos depois de quase 30 anos e ela se firmou com a promessa de lançar um álbum novo. O EP vai fazer essa transição até termos um álbum inteiro", declarou o vocalista Vladimir Korg.
 
Ouça "The Tempest", quarto single do EP, em https://youtu.be/A0jTdgi9Eu0

"O EP passa muito pelo que é o último single, 'The Tempest', algo bem Shakespeariano. Eu já tinha feito algumas coisas focadas em Shakespeare no Unabomber Files, mas este single só tem o título mesmo. Porém, a ligação existe, já que passamos por esta tempestade tumultuada, perdemos dois membros durante a pandemia e tínhamos a responsabilidade de lançar músicas para honrar o nome do The Mist. Falo muito sobre a tempestade que todo mundo passa na vida e a humanidade está passando por uma grande com a pandemia, que nos privou de forças básicas, corrompeu nossas inter-relações humanas nos isolando. Por mais que para muitas pessoas isto pode de alguma forma ser positivo, não é. O homem precisa se reconhecer no outro para conhecer a si próprio", pontuou Korg. "Sobre o EP, nós focamos muito nas composições e foi um trabalho árduo. Não poderíamos lançar um trabalho qualquer, pois tudo teria que honrar o nosso nome, seja a parte gráfica, as composições e, claro, a mensagem. Mesmo com a pandemia que nos parou e a dificuldade de compor à distância, nos erguemos", completou.
 
O produtor e músico Alan Wallace comentou sobre trabalhar com o The Mist. "Foi uma honra fazer a produção do novo trabalho. Por sinal, o meu primeiro show como músico foi uma abertura para o The Mist em 1990, em Belo Horizonte. Este trabalho mostra a nova fase do The Mist e nunca iria imaginar que poderia contribuir com eles de alguma forma", revelou.
 
Repertório - "The Circle of the Crow":
"My Inner Monster"
"Over my Dead Body"
"The Blackmail of God"
"The Tempest"
 
Ouça no Spotify:
https://open.spotify.com/album/48ZCNL189s934cBSmODd0A?si=19-wHPoTTIqn--FAqVE9oA
 


História:
Surgido em 1988 pelos remanescentes da banda Mayhem e contando com o ex-Chakal, Vladimir Korg, o The Mist estreou no ano seguinte com o álbum "Phantasmagoria", ganhando notoriedade por apostar em um som baseado no thrash metal convencional com o heavy metal. Em 1991, o agora quarteto gravou o considerado clássico da banda, o conceitual "The Hangman Tree", que marcou a estreia do guitarrista Jairo Guedz (atual The Troops of Doom e ex-Sepultura) e revelou Cello Dias como um compositor diferenciado. A aposta em climas soturnos e letras alegóricas e poéticas, flertando com o cinema e clássicos da literatura, como O Mágico de Oz e Peter Pan e a Terra do Nunca, se mostrou acertada.
 
Com uma nova alteração na formação, após a saída de Vladimir Korg, a banda mineira experimentou no metal industrial com "...Ashes to Ashes, Dust to Dust..." (EP, 1993). À época, o The Mist realizou alguns shows como trio, tendo Cello Dias no baixo e vocal, Jairo Guedz na guitarra e Chris Salles na bateria. Porém, para o álbum "Gottverlassen" (1995) foi recrutado Cassiano Gobbet, que entrou no posto de Cello Dias, que saiu para se juntar ao Soulfly, de Max Cavalera. Além disso, ocorreu a entrada do guitarrista Fabio Audrey para alguns shows. A banda, então, decidiu encerar as atividades e retornou em 2018, quando Vladimir Korg reativou o The Mist com Chris Sallles e Jairo Guedz na guitarra. Wesley Ribeiro, baixista do Hellspunch, se juntou para a "The Scarecrow Tour", que trouxe os clássicos da banda no repertório dos shows. Apesar de realizar uma excursão bem sucedida, a banda perdeu Jairo Guedz, que criou o The Troops of Doom em 2020, e Chris Salles, que saiu por motivos particulares.

Merch
O The Mist preparou em sua loja online um combo para a venda, contendo camiseta do EP The Circle of the Crow + Café Arábica The Mist + CD "The Circle of the Crow". O valor promocional do combo é R$ 100,00.  Para adquirir, acesse: https://fogyoumerch.lojaintegrada.com.br/combo.

Discografia:
Phantasmagoria (1989)
The Hangman Tree (1991)
...Ashes to Ashes, Dust to Dust... (EP, 1993)
Gottverlassen (1995)
The Circle of the Crow (EP, 2022)

Contatos:
Plataformas de streaming: https://linktr.ee/themistband
Instagram: www.instagram.com/themistband

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Inventtor e Old Audrey's Funeral: bandas mineiras lançam Split CD

As bandas de Belo Horizonte (MG) Old Audrey's Funeral (heavy/doom metal) e Inventtor (death/doom metal) se uniram ao selo Fallenin77.co para o lançamento de um Split-CD (jewel case/clear tray), com livreto de 12 páginas, que traz dois singles de cada grupo lançados em 2021.
 
O Inventtor apresenta os singles "Ventos Úmidos de Sangue" e "Medo em Seu Rosto", que contaram com produção a cargo de Alan Wallace (Eminence, No Life on Earth) e Andre Carvalho (Paradise in Flames). Embora atuando como um duo, Gleydson Vitalino (vocal e baixo) e Alan Souza (bateria e backing vocals) contaram com a presença do guitarrista Denis Augsanbri e do produtor e guitarrista Alan Wallace. "É uma característica da banda escrever sobre contos fictícios e sentimentos de pessoas que passaram por situações extremas ou adversas. No caso de 'Ventos Úmidos de Sangue', tentamos expressar em palavras qual seria o sentimento de um guerreiro tripulante de uma grande embarcação de combate prestes a desembarcar em terra firme e sem ideia do que virá pela frente", detalhou o baterista Alan Souza. "Já em 'Medo Em Seu Rosto' seguimos a linha de abordar sentimentos adversos e situações difíceis. Gostamos do lado sombrio do heavy metal e usamos isso para expressar a nossa forma de ver o comportamento das pessoas. Por sinal, o medo é o sentimento mais comum na situação pandêmica que vivemos", acrescentou.
 
Veja o clipe do Inventtor para "Medo Em Seu Rosto", produzido e dirigido por Davidson Mainart, em https://youtu.be/RZmY6O_aCL0

Já o Old Audrey's Funeral, formado por Elvis Dias (vocal), Renato Audrey e Elimar Rezende (guitarras), Tony Lessa (baixo) e Carlos Coelho (bateria), que pratica um som pesado e com influências do metal obscuro dos anos 70 e 80, apresenta "The Plague Within" e "Eternal Nights (The Witch)", produzidas por André "Damien" Carvalho (Paradise in Flames) no Estúdio Maçonaria do Áudio (MG). Sobre "The Plague Within", composta por Renato Audrey e arranjada pelo Old Audrey's Funeral, Tony Lessa explica que ela narra o sofrimento e o desespero do Faraó Ramses II. "Incrédulo, Ramses II assiste o seu poder ser dizimado através das maldições infligidas ao seu reino, levando os seus súditos à morte e, posteriormente, ao êxodo em busca de uma terra prometida pelo novo ardil religioso que orquestrou essa troca de poder milenar".
 
A letra escrita por Tony Lessa e Carlos Coelho para a música "Eternal Nights (The Witch)", composta por Elimar "Trolha" Rezende, versa sobre os medos noturnos representados por uma bruxa, que aparece às noites para atormentar o sono do personagem que, no caso, é o baterista Carlos Coelho. "Uma bruxa impiedosa dilacera Carlos Coelho durante o sono por noites infindáveis e dolorosas. Sedenta de sangue, a bruxa das noites eternas se alimenta do seu medo, invadindo a sua alma com seus olhos vermelhos, trazendo sensações horríveis e infligindo dores insuportáveis à sua alma já consumida pelo terror", conclui Tony Lessa.
 
Confira o videoclipe de "Eternal Nights (The Witch)" do Old Audrey's Funeral em https://youtu.be/M2hQTZ3ulk8


 
Para adquirir o Split-CD, acesse: https://bit.ly/Fallenin77Co_CD_DOTLD
 
Sites relacionados:
https://linktr.ee/inventtorband
https://linktr.ee/oafuneralofficial

Inventtor

Inventtor

 

Old Audrey's Funeral

Old Audrey's Funeral


Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

First Fear estreia com single e lyric video 'Lord of the Storm'

O baixista Breno Pessoa, que teve passagens por grupos como Nemesis, que originou o Heaven's Guardian, e Escola Alemã, primeira banda de War Metal de Goiás, se uniu ao guitarrista Cláudio Bezerra, também ex-Escola Alemã, para por em prática um antigo sonho: lançar material autoral como First Fear. "Este nome me acompanha desde o final da década de 90, pois tentei montar algumas vezes uma banda com esse nome, mas nunca deu certo. Com o tempo, outros projetos e bandas apareceram, ficando engavetado esse nome", conta o baixista. "Quando a pandemia chegou, resolvi voltar a estudar contrabaixo no final de junho de 2020 com Bruno Ladislau, que conheci pessoalmente quando ele tocou em Goiânia com a banda solo do saudoso Andre Matos. Numa das conversas com Ladislau, comentei sobre uma música que Cláudio Bezerra e eu estávamos compondo. Para minha surpresa, Ladislau demonstrou interesse em ouvir e gostou a ponto de perguntar se eu não tinha interesse que ele produzisse a música. Assim nasceu, de fato, após várias tentativas, o projeto First Fear", acrescenta.
 
Segundo Pessoa, a princípio, First Fear é um projeto virtual que tem como único interesse a realização pessoal de fazer música autoral. "A ideia é a de uma realização pessoal e, se possível, ter participações de músicos que admiramos. O conceito, pelo nome, também se baseia em abordar medos e inseguranças do ser humano de forma sempre positiva, tentando sair do clichê do lirismo que comumente vemos no heavy metal e suas vertentes", revela o baixista. "O primeiro grande nome que topou participar e apostou gravar com os dois ilustres desconhecidos foi Mario Pastore, um dos maiores vocalistas do gênero e que possui uma longa trajetória na cena musical", completa.
 
O primeiro single, "Lord of Storm", está disponível e também foi lançado em lyric video, criado pelo vocalista Nuno Monteiro (Liar Symphony, Electric Funeral). Confira em https://youtu.be/WYpYr5IxUHs

"A letra de 'Lord of the Storm' aborda sobre o tema depressão e as consequências desse medo. Tentei abordar isso de maneira positiva, sob o prisma de que a pessoa, se confiar, ter fé e acreditar que as coisas mudam. É basicamente uma questão de fé pura e simples mesmo, sem abordar necessariamente de forma explícita qualquer religião", explica Breno Pessoa.
 
O logo e o símbolo (monograma) do First Fear foram criados por Carlos Fides, artista de renome internacional e que trabalhou para Shaman, Noturnall, Edu Falaschi, Almah, Kamelot, Evergrey, FlowerLeaf, Alchemia, Narnia, Kryour e outros. "Pedi ao conceituado artista de Brasília, Carlos Fides, que o conceito fugisse do estereótipo de logotipos de bandas de metal. Como o nome da banda remete ao 'primeiro medo', queria que remetesse a uma escrita antiga, 'ancestral' e até meio mística. Então, ele criou o logotipo baseado na primeira escrita já encontrada da humanidade, a cuneiforme", detalha o baixista. "A intenção é lançarmos um single por vez até termos músicas suficientes para um EP ou até mesmo um álbum. Vamos trabalhar na próxima música com o produtor e baixista Bruno Ladislau ainda em janeiro. Além disso, ainda para o 'Lord of the Storm', temos planos de lançar playthrough de baixo e guitarra e gravar um vídeo comigo, o Cláudio e o Mario Pastore executando a música ao vivo; quem sabe até mesmo com um baterista convidado", conclui.
 
Ouça no Spotify: https://tinyurl.com/236b7rzd
 
Contatos:
Instagram: @firstfearband
Facebook: https://www.facebook.com/firstfear
 
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Black Priest lança EP 'The Soul Scar' e clipe para 'Cult of Sins'

Ao mudar de foco de banda tributo para autoral, o grupo a niteroiense de heavy metal Black Priest, formado pelo vocalista Vinicius Libânia (The Priest), os guitarristas Júlio Xavier (The Rebel) e Raphael Ribeiro (The Spectre), o baixista Gg Neto (The Evil) e o baterista Phil Drigues (The Healer), apresenta o EP de estreia, "The Soul Scar", produzido e criado de forma remota durante a pandemia. "Com influências de Black Sabbath e Judas Priest – inclusive no nome –, procuramos trazer uma pegada mais moderna em nosso trabalho. Começamos como banda tributo desses dois gigantes do heavy metal, mas durante a pandemia e o isolamento social partimos para criação de músicas próprias", explica o baixista Gg Neto. "Com exceção de 'The Scar Curse', as músicas do EP foram compostas à distância em função da pandemia. Quando houve a melhora a abertura nas regras do lockdown, fomos para o FK estúdio, em Niterói (RJ), para realizar as gravações, que contaram com produção e masterização de Franklin Vilaça", acrescenta.
 
Veja o clipe de "Cult of Sins" em https://youtu.be/CoN2xkizx1g

A temática de "The Soul Scar" abrange o sofrimento psíquico e as desordens de saúde mental. "Tendo enfrentado problemas de ansiedade, depressão e síndrome do pânico, sempre encontramos algum suporte e alívio de nossas aflições no metal e nas bandas de que somos fãs. Dessa forma, decidimos, através de uma catarse, transmitir toda nossa trajetória com o sofrimento psíquico em um conjunto de canções que representasse nosso sentimento para dividir nossa experiência com o público", revela o vocalista Vinicius Libânia.
 
A trilogia "The Scar Curse" se inicia com "Dying Again", música que representa a sensação de proximidade com a morte proporcionada pelo ataque de pânico. "Esta sensação leva o indivíduo a se sentir vivo e morto ao mesmo tempo, renascendo ao término da crise ao encontrar o alívio do sofrimento", detalha Vinicius Libânia. "Já 'Truth and Obsession' fala da relação que o indivíduo tem com o sofrimento, quando este se torna uma ameaça sempre à espreita. Mostra como a simples lembrança da crise de pânico pode deflagrar um novo episódio de sofrimento extremo", completa o vocalista.
 
A terceira música do repertório, "The Scar Curse", aborda a busca por libertação e a compreensão do sofrimento. "É quando o indivíduo vê cada crise com uma ferida fechada, e que é necessário estar preparado e fortalecido para o que o futuro lhe reserva", diz Libânia.
 
O single "Dying Again" é a primeira parte da trilogia "The Soul Scar", uma iniciativa do Black Priest para a conscientização sobre as síndromes de sofrimento mental, como ansiedade e depressão, de forma a apoiar quem encontra pouca ajuda no combate a essas doenças. "A música fala sobre o ciclo interminável de desamparo, sensação de quase morte e alívio súbito experimentado pelo portador de sofrimento mental, correlacionando o ataque de pânico com a sensação de estar vivo e morto ao mesmo tempo", observa Libânia. "Não é raro encontrar pessoas que sofrem de ansiedade e depressão, tendo seus problemas tratados como incompetência, preguiça e falta de atitude diante da vida. É para essas pessoas, que não conseguem encontrar uma saída de seus problemas, que a Black Priest se volta e oferece seu apoio, ao compreender seu sofrimento e transmitir através da música a força necessária para continuarem sua a caminhada e se fortalecerem diante de seus problemas", conclui o vocalista.
 
Além da trilogia "The Soul Scar", o EP também traz as faixas "Cult of Sins" e "The Rebellion", que marcam a decisão da banda de mergulhar na produção autoral após o início da pandemia.
 
Black Priest:
Vinicius Libânia (The Priest) - vocal
Júlio Xavier (The Rebel) - guitarra
Raphael Ribeiro (The Spectre) - guitarra
Gg Neto (The Evil) - baixo
Phil Drigues (The Healer) - bateria
 
Ouça o EP nas plataformas de streaming em https://ditto.fm/the-soul-scar
 
Contatos:
Instagram: https://instagram.com/blackpriest_banda
Facebook: https://www.facebook.com/bandablackpriest/

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
 
Spotify: https://open.spotify.com/album/6ZkIoJeBCt95VU3oGdeMt8?si=ZNnt8-x5Tmi9isr9id0Z0w




Imprensa - ASE Music:
http://www.asepress.com.br/music/
 
www.instagram.com/ase_press/
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 


Visit fbetting.co.uk Betfair Review