Xande Pinheiro destaca crescimento do elenco do NBPG com a sequência de treinamentos

O armador Xande Pinheiro tem notado um crescimento constante do grupo de jogadores do NBPG/CCR RodoNorte/UniSecal/LDPG, que segue trabalhando forte na pré-temporada, visando à disputa do Campeonato Brasileiro – 2019. O time pontagrossense está treinando há 15 dias.

“O elenco está ganhando forma em todos os sentidos. Estamos trabalhando fisicamente e tecnicamente e, aos poucos, o Milos Alexander (técnico) vai implementando sua filosofia de jogo. Me sinto melhor a cada dia e em casa no NBPG. Além disso, tento ajudar na adaptação dos novos jogadores que foram contratados, apresentando-lhes a cidade”, comentou Pinheiro.

“Acho importante esse período de preparação para ganharmos entrosamento dentro de quadra. Por isso, é sempre bom mantermos a boa convivência fora dela também, pois esse é o segredo de um time de sucesso”, complementou Xande.

A competição nacional está agendada para começar em março e o time pontagrossense fará seu primeiro jogo contra o Brusque/FME/Aradefe/Trimania-SC, no dia 20 (sexta-feira), às 20h (de Brasília), no ginásio de Esportes Borell Du Vernay, em Ponta Grossa (PR). Os dois próximos adversários também estão definidos: Blumenau Basquete, em casa, no dia 22 de março (domingo), às 11h (de Brasília), e Basquete Anapolino, em 03 de abril (sexta-feira), em Anápolis (GO), às 20h (de Brasília).

Na primeira fase do Campeonato Brasileiro – 2020, o NBPG/CCR RodoNorte/UniSecal/LDPG integra a Conferência Verde, que conta ainda com Basquete Blumenau-SC, Brusque/FME/Aradefe/Trimania-SC, São José dos Pinhais/Guaxo-PR, Cerrado Basquete-DF, Basquete Anapolino-GO e Basket Osasco-SP. Já a Conferencia Amarela tem estas agremiações: Basquete Joinville-SC, Blackstar Joinville-SC, Viptech Campo Mourão Basquete-PR, ADRM/Maringá-PR, Praia Clube/Colégio Gabarito-MG, Esporte Clube Pinheiros-SP e LSB/Flex/PMS-SP.

De acordo com o regulamento, na fase inicial, as equipes jogam entre si, em turno e returno, dentro de suas respectivas conferências e os dois primeiros colocados se qualificam diretamente para as quartas-de-final. Nas oitavas-de-final acontecem estes duelos: 3º x 6º e 4º x 5º de cada conferência, em jogo único, com o mando da equipe de melhor campanha, definindo os outros quatro classificados. Em seguida, será realizada a série melhor-de-três do playoff – quartas-de-final e, posteriormente, o Final Four, apurando o grande campeão.

NBPG estreia em casa no Campeonato Brasileiro

O NBPG/CCR RodoNorte/UniSecal/LDPG já sabe quando iniciará a luta pelo bicampeonato Brasileiro Adulto Masculino. A competição de 2020 está agendada para começar em março e o time pontagrossense fará seu primeiro jogo, contra o Brusque/FME/Aradefe/Trimania-SC, no dia 20 (sexta-feira), às 20h (de Brasília), no ginásio de Esportes Borell Du Vernay, em Ponta Grossa (PR).

Para Xande Pinheiro, a estreia é sempre um jogo perigoso, pois tem algumas características diferentes. “Jogaremos contra uma equipe tradicional do basquete catarinense e todo mundo sabe do nervosismo de estreia. Então, temos que usar a experiência para começarmos o campeonato com o ‘pé-direito’, ou seja, vencendo ao lado nosso torcedor”, comentou o armador do representante de Ponta Grossa.

Já os dois próximos adversários também estão definidos, visto que o departamento técnico da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) divulgou as três rodadas iniciais: Blumenau Basquete, em casa, no dia 22 de março (domingo), às 11h (de Brasília), e Basquete Anapolino, em 03 de abril (sexta-feira), fora de casa, às 20h (de Brasília).

“Cada jogo será importante para as nossas pretensões e na sequência já pegamos o Blumenau e o Basquete Anapolino, por isso, estamos nos preparando com concentração máxima nesses primeiros compromissos do Brasileiro. Os nossos dois primeiros jogos serão em casa e queremos presentear os torcedores com vitórias, pois tenho certeza que eles nos empurrarão na defesa desse título para Ponta Grossa”, analisou Xande.

Na primeira fase, o NBPG/CCR RodoNorte/UniSecal/LDPG integra a Conferência Verde, que conta ainda com Basquete Blumenau-SC, Brusque/FME/Aradefe/Trimania-SC, São José dos Pinhais/Guaxo-PR, Cerrado Basquete-DF, Basquete Anapolino-GO e Basket Osasco-SP.

De acordo com o regulamento, na fase inicial, as equipes jogam entre si, em turno e returno, dentro de suas respectivas conferências e os dois primeiros colocados se qualificam diretamente para as quartas-de-final.

Nas oitavas-de-final acontecem estes duelos: 3º x 6º e 4º x 5º de cada conferência, em jogo único, com o mando da equipe de melhor campanha, definindo os outros quatro classificados. Em seguida, será realizada a série melhor-de-três do playoff – quartas-de-final e, posteriormente, o Final Four, apurando o grande campeão.

A Conferencia Amarela conta com estas agremiações: Basquete Joinville-SC, Blackstar Joinville-SC, Viptech Campo Mourão Basquete-PR, ADRM/Maringá-PR, Praia Clube/Colégio Gabarito-MG, Esporte Clube Pinheiros-SP e LSB/Flex/PMS-SP.

Xande Pinheiro vai completar uma marca importante no Campeonato Brasileiro – 2020

Quando a bola subir, em março, marcando o início do Campeonato Brasileiro Masculino – 2020, organizado pela Confederação Brasileira de Basketball (CBB), Xande Pinheiro, que vestirá a camisa do atual campeão, o NBPG/CCR RodoNorte/UniSecal/LDPG, atingirá uma marca importante. O armador terá, em seu vitorioso currículo, participação em todas as competições nacionais existentes no decorrer da sua carreira, que está completando 15 anos.

“O NBPG/CCR RodoNorte/UniSecal/LDPG é o atual campeão e vem para manter o título. Uma equipe mesclada de jogadores experientes e jovens que tem tudo para dar certo. Outro ponto forte nosso é o Wilsinho, que está no auge e joga pelo time”, relatou Xande.

“Gostaria de agradecer a confiança da comissão técnica e diretoria em acreditar que posso contribuir com grupo na busca do objetivo maior. Já estou adaptado a cidade e motivado para começar a trabalhar”, complementou Pinheiro.

A atual gestão da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) promoveu o retorno do Campeonato Brasileiro em 2019, depois de um grande hiato. Esta competição substitui a Liga Ouro a partir deste ano, funcionando com a divisão de acesso para o Novo Basquete Brasil (NBB), que representa a elite nacional.

A estreia do NBPG/CCR RodoNorte/UniSecal/LDPG no Campeonato Brasileiro – 2020 acontece no dia 20 de março (sexta-feira), às 20h (de Brasília), contra o Brusque Basquete, no ginásio de Esportes Borell Du Vernay, em Ponta Grossa (SP).

E Xande debutou no antigo Campeonato Brasileiro, também organizado pela Confederação Brasileira de Basketball (CBB), que foi disputado até 2008, defendendo o Uberlândia/Unitri, na temporada de 2005. A equipe do Triângulo Mineiro foi vice-campeã.

“Guardo na minha memória muitas lembranças deste meu início no Uberlândia, desde o primeiro jogo, quando estreei, até o final. Ficamos com o vice-campeonato, perdendo a série decisiva para o forte time do Telemar-RJ (3 a 1)”, relatou Xande, que também atuou no Uberlândia em 2007.

Em 2006, Pinheiro jogou a Nossa Liga de Basquete (NLB), que ganhou o status de competição nacional por uma única temporada, defendendo duas equipes paulistas: Associação Brasileira ‘A Hebraica’ de São Paulo e Tahitian Noni/Jundiaí – o regulamento permitia a mudança time, mesmo com o campeonato em andamento.

“Defendi estas duas equipes de São Paulo por pouco tempo e sai antes do término da competição. Mas, foi uma boa experiência, pois gostei muito do formato do campeonato e do regulamento”, lembrou o armador.

No Novo Basquete Brasil (NBB), que é a competição de elite do basquete nacional desde 2008, Xande atuou pelo Vila Velha/Cetaf-ES (2008/2009, 2009/2010 e 20122013), São José Basketball-SP (2010/2011), Mogi das Cruzes Basquete-SP (2014/2015), Liga Sorocabana de Basquete-SP (2015/2016) e o Minas Tênis Clube-MG (2016/2017).

“Minhas primeiras temporadas foram jogando pelo Vila Velha, contudo, a melhor participação coletiva foi com a camisa do Mogi das Cruzes Basquete, quando chegamos a semifinal. Mas, guardo com muito carinho as demais temporadas que atuei por outras equipes”, relatou o armador.

Na Liga Ouro, que funcionou como a divisão de acesso ao NBB até a temporada passada, Xande jogou em três diferentes equipes: Campo Mourão Basquete (2014), São José Basketball (2018) e Pato Basquete (2019).

“Foi muito bom ajudar na estruturação e crescimento destas equipes, jogando a divisão de acesso e buscando sempre crescimento. O Pato Basquete, equipe que tive uma grande identificação, especialmente com a torcida, deu passo grande e hoje disputa a divisão de elite”, explicou.

“Situações parecidas aconteceram também com o Campo Mourão e com o São José. O time paranaense chegou ao NBB, mas não conseguiu ficar e hoje está se reestruturando para tentar voltar, enquanto o São José estava retornado, querendo voltar à elite, fato este que aconteceu”, finalizou Xande Pinheiro.

Xande Pinheiro analisa participação do NBPG/Ponta Grossa no Paranaense

O armador Xande Pinheiro fez uma análise ponderada da participação do NBPG/Ponta Grossa na Série Ouro do Campeonato Paranaense Adulto Masculino – 2019. A competição foi encerrada no domingo (03 de novembro), em Pato Branco (PR), com a equipe pontagrossense terminando na segunda colocação, atrás apenas da equipe anfitriã do Final Four, que foi campeã estadual pela primeira vez.

“Tivemos altos e baixos durante a competição, inclusive nessa etapa final, oscilando entre bons e ruins momentos. Mas, parabéns ao Pato pelo título, é um time montado para disputar o Novo Basquete Brasil (NBB) e com a responsabilidade de ganhar esse Paranaense”, comentou Xande.

“Agora é pensar no ano que vem; vou procurar melhorar para ajudar mais, pois sei que posso. O nosso primeiro desafio em 2020 deve ser o Campeonato Brasileiro, organizado pela Confederação Brasileira, uma competição forte, que tende a ser muito difícil”, complementou o armador.

Na fase inicial do Campeonato Paranaense, o NBPG/Ponta Grossa se qualificou na terceira colocação. No Final Four, passou pelo Londrina/Unicesumar/FEL (95 a 69), na semifinal; mas, na final foi superado pelo anfitrião Pato Basquete (63 a 47).

Xande Pinheiro reforça o NBPG na Série Ouro do Campeonato Paranaense

O armador Xande Pinheiro acertou sua transferência para o NBPG/CCR Rodonorte e vai disputar a Série Ouro do Campeonato Paranaense Adulto Masculino – 2019 vestindo a camisa do atual campeão estadual. O jogador, que defendeu o Pato Basquete na última temporada, foi cedido temporariamente ao rival.

“Estou muito feliz por vestir a camisa desta importante equipe, que sempre realiza grandes trabalhos e tem crescido constantemente, por isso, quero ajudar ao máximo o NBPG/CCR Rodonorte neste estadual. Tenho vínculo com o Pato Basquete, que me emprestou ao time de Ponta Grossa para esta edição da Série Ouro do Campeonato Paranaense”, comentou Xande.

O Campeonato Paranaense Adulto Masculino – 2019 conta com seis equipes: Pato Basquete (Pato Branco), ADRM (Maringá), Londrina/Unicesumar/FEL (Londrina), São José dos Pinhais/Guaxo e Campo Mourão Basquete, além do já citado NBPG/CCR Rodonorte. De acordo com o regulamento, na fase inicial Série Ouro do Campeonato Paranaense Adulto Masculino – 2019 as equipes jogam entre si, em turno e returno, e os quatro melhores colocados disputam a semifinal; posteriormente, ocorre a grande final.

Pato precisar vencer São Paulo e torcer por derrota do Cerrado para se qualificar ao playoff

O Pato Basquete enfrenta o São Paulo FC, nesta quinta-feira (25 de abril), às 20h (de Brasília), no ginásio Poliesportivo Dr. Antonio Leme Nunes Galvão (Morumbi), em São Paulo (SP), pela rodada final da fase inicial da Liga Ouro – 2019. Para avançar, a equipe paranaense precisa vencer e torcer por uma derrota do Cerrado Basquete-DF, no duelo contra a Unifacisa-PB (fora de casa).

“Prevejo um jogo muito nervoso de ambas as partes. O São Paulo FC tem uma pressão natural por se tratar de um clube de futebol e a torcida exige a vitória e nós pela possibilidade de classificação em caso de resultado positivo nosso e derrota do Cerrado. Não é situação em que gostaríamos de estar, mas devido à última derrota devemos agradecer por termos a oportunidade de lutar pelos nossos objetivos”, analisou o armador Xande Pinheiro, do Pato Basquete.

“O passado (Rio Claro Basquete) não pode ser mudado, então vamos nos concentrar no presente (próximo jogo) com o foco no futuro (playoffs da Liga Ouro – 2019)”, completou Xande.

O Pato Basquete ocupa a sétima colocação na classificação geral, com 38.5% de aproveitamento – 05 vitórias e 08 derrotas. O Tricolor aparece no terceiro lugar, com 61.5% de aproveitamento – 08 vitórias e 05 derrotas.

Na última vez que esteve em quadra, o Pato Basquete foi superado pelo Rio Claro Basquete, atuando fora de seus domínios (82 a 68), enquanto o São Paulo FC bateu o Blumenau Basquete, mesmo jogando como visitante (82 a 71).

Já na partida entre as duas equipes, válida pelo turno desta fase inicial, vitória do São Paulo FC, mesmo jogando em território paranaense, por 71 a 68.

Pato Basquete visita Rio Claro Basquete com mesmo pensamento: vencer ou vencer

O Pato Basquete visita o Rio Claro Basquete, nesta terça-feira (23 de abril), às 20h (de Brasília), no ginásio Municipal Felipe Karan, em Rio Claro (SP), pela penúltima rodada da fase de classificação da Liga Ouro – 2019. Ocupando a sétima colocação na classificação geral, com 41.7% de aproveitamento (05 vitórias e 07 derrotas), só a vitória interessa ao time paranaense, ainda mais diante de um concorrente direto.

“Seguimos com o mesmo objetivo de buscar a classificação; para isso, precisamos vencê-los por uma diferença maior do que dois pontos. Temos totais condições de lutar por isso”, relatou Xande Pinheiro, que foi um dos grandes nomes do Pato Basquete na vitória sobre o Basquete Blumenau, jogando em casa, por 74 a 66, na rodada passada. O experiente armador registrou um double-double diante do representante catarinense, com 15 pontos e 10 assistências, além de três rebotes, em 30min32 de presença em quadra.

Já a equipe rio-clarense, que ocupa a sexta colocação na classificação geral, com cinco vitórias e sete derrotas, perdeu para o São Paulo FC, atuando fora de casa (89 a 83), na última vez que esteve em ação.

No confronto entre as duas equipes, válido pelo turno desta fase inicial, vitória do Rio Claro Basquete, mesmo jogando nos domínios do rival, por 82 a 80, com muita emoção.

Pato Basquete derrota o cerrado fora de casa e segue lutando por crescimento na Liga Ouro

O Pato Basquete derrotou o Cerrado Basquete, na noite de terça-feira (09 de abril), por 93 a 76 (48 a 40 no primeiro tempo), mesmo atuando no ginásio da Iesplan, em Brasília (DF), no prosseguimento do returno da fase inicial da Liga Ouro – 2019. Com este resultado, a equipe paranaense se manteve na sétima colocação, só que agora com quatro vitórias e sete derrotas.

O fato de jogar fora de casa não atrapalhou o time de Pato Branco, que conseguiu um excelente rendimento e conseguiu comandar o ritmo do jogo, levando vantagem sobre o rival em todos os períodos – 29 a 22 (primeiro quarto), 19 a 18 (segundo quarto), 13 a 12 (terceiro quarto) e 32 a 24 (quarto final).

“Acredito que a união do grupo dentro de quadra refletiu na defesa, conseguimos fechar a nossa cesta e conseguimos realizar contra-ataques, coisa que vinha travada no nosso jogo”, analisou o armador Xande Pinheiro, do Pato Basquete, que esteve em quadra por 31min30, registrando estes números: 05 pontos, 05 rebotes, 06 assistências e 01 bola recuperada.

Os outros nomes importantes da partida foram Vieira (18 pontos e 07 assistências) e Evans Zabriski (18 pontos), pelo time do Distrito Federal; Thornton (31 pontos, 07 rebotes e 05 assistências) e Robertson (17 pontos), em favor do representante de Pato Branco.

O próximo compromisso do Pato Basquete será contra o Blumenau Basquete, no dia 17 de abril (quarta-feira), às 20h15 (de Brasília), no ginásio do Sesi, em Pato Branco (PR). Para o armador Xande Pinheiro, a receita segue a mesma: vencer ou vencer.

“Estamos encarando todos os jogos como uma final, uma equipe que almeja buscar objetivos maiores tem que ter isso em mente”, finalizou Pinheiro.

Pato Basquete visita o Cerrado precisando vencer na Liga Ouro

O Pato Basquete busca a recuperação na Liga Ouro – 2019 enfrentando Cerrado Basquete, nesta terça-feira (09 de abril), às 20h (de Brasília), no ginásio da Iesplan, em Brasília (DF), dando sequência ao returno da fase inicial. No seu compromisso mais recente, a equipe paranaense perdeu para a Unifacisa-PB, jogando fora de casa, por 85 a 73.

Para Xande Pinheiro, do Pato Basquete, é tudo ou nada. “Não temos escolha, é vencer ou vencer. Nossos concorrentes conquistaram resultados positivos nas últimas rodadas e nós dependemos desse próximo jogo para continuarmos sonhando com a classificação”, analisou o armador.

O Pato Basquete ocupa a sétima colocação na classificação geral, com 30.0% de aproveitamento – 03 vitórias e 07 derrotas. Já o Cerrado Basquete, que perdeu para o São Paulo FC na última vez que esteve em quadra (81 a 69), aparece no terceiro lugar, com 60.0% de aproveitamento – 06 vitórias e 04 derrotas.

No confronto entre as duas equipes, válido pelo turno desta fase inicial, vitória do Cerrado Basquete, em duelo eletrizante, por 81 a 80, mesmo atuando fora de seus domínios.

Pato Basquete tem mais um clássico paranaense pela frente na Liga Ouro

O Pato Basquete enfrenta o líder Londrina EC, nesta terça-feira (02 de abril), às 20h15 (de Brasília), no ginásio do Sesi, em Pato Branco (PR), pelo returno da fase inicial da Liga Ouro – 2019. No seu compromisso mais recente, a equipe de Pato Branco bateu o Campo Mourão Basquete, em mais um duelo paranaense, atuando em casa (79 a 78), com muita emoção.

Para o armador Xande Pinheiro, a parte tende a ser equilibrada, assim como tem sido a tônica da competição. “Mais um clássico estadual, que mostra o quão forte está o basquete no Paraná, todas as equipes tem engrandecido a Liga Ouro, assim como a modalidade em termos nacionais. O nosso adversário está liderando a competição, mas o campeonato está muito equilibrado e todas as equipes têm condições de vencer, a equipe vem de um resultado positivo por um ponto, que foi muito importante para nós, contudo, ainda estamos distantes do nosso objetivo maior”, analisou.

“Estamos olhando para frente, temos mais dois jogos em casa, sendo que o primeiro é esse diante do Londrina EC. Temos a expectativa de fazer um bom jogo e, consequentemente, sair com a vitória; depois disso, passaremos a focar as partidas fora, pois teremos que devolver as derrotas que sofremos dentro de casa para buscar a classificação ao playoff”, complementou Xande.

O Pato Basquete ocupa a sétima colocação, com 37.5% de aproveitamento (03 vitórias e 05 derrotas). Já o Londrina EC, que bateu o visitante Cerrado Basquete na última vez que esteve em quadra (90 a 86), lidera o campeonato com 71,4% de aproveitamento (05 vitórias e 02 derrotas).

No confronto entre as duas equipes, válido pelo turno desta fase inicial, vitória do Londrina EC, atuando em seus domínios, por 97 a 73.

Pato Basquete supera o Campo Mourão de forma eletrizante pela Liga Ouro

O Pato Basquete levou a melhor no clássico paranaense ao derrotar o Campo Mourão Basquete, nesta sexta-feira (29 de março), de forma eletrizante, por 79 a 78 (49 a 39 no primeiro tempo), em jogo dramático, realizado no ginásio do Sesi, na cidade de Pato Branco (PR), válido pela abertura do returno da fase inicial da Liga Ouro – 2019.

A partida foi, realmente, bastante movimentada, com as duas equipes lutando pela vitória. Mas, jogando em casa, ao lado do seu torcedor, o Pato Basquete iniciou em ritmo forte e conseguiu abrir vantagem nos dois períodos iniciais, o que foi extremamente importante para o resultado final – 24 a 20 (primeiro) e 25 a 19 (segundo).

Nos dois quartos finais, o Campo Mourão Basquete cresceu de produção e igualou as ações, chegando a liderar a partida em alguns momentos. No final, contando com apoio do seu torcedor, o Pato Basquete teve a força necessária para ficar na frente e garantir este importante resultado positivo – 16 a 21 (terceiro) e 14 a 18 (quarto).

“Soubemos controlar a ansiedade, usando isso ao nosso favor na defesa, com isso, o nosso ataque fluiu melhor, de maneira mais natural. Estamos cientes que podemos melhorar, por isso, esta vitória foi muito importante para agregarmos aspectos positivos e conseguindo desempenhar um grande campeonato ainda”, analisou o armador Xande Pinheiro, do Pato Basquete, que anotou sete pontos e apanhou um rebote, em 16min01 de presença em quadra.

“Por trás desta equipe, nos bastidores, existem muitas pessoas trabalhando conosco, em prol do nosso crescimento. E, quando você está com a cabeça boa, as coisas tendem a fluir positivamente; é isso que está acontecendo conosco”, completou Xande.

Os atletas mais efetivos foram o norte-americano Dominic Phillips (15 pontos e 05 rebotes) e Rafael Castellón (14 pontos e 07 rebotes), pelo time da casa; César Fabretti (15 pontos e 06 rebotes), o norte-americano Keir Anderson (12 pontos) e Edu Mariano (12 pontos e 09 rebotes), em favor do visitante.

Com esta vitória, o Pato Basquete contabiliza 03 vitórias e 05 derrotas, ocupando a sétima colocação na classificação geral. O próximo compromisso do time de Pato Branco será contra outro duelo paranaense, desta vez diante do Londrina EC, agendado para 02 de abril (terça-feira), às 20h15 (de Brasília), novamente no ginásio do Sesi.

Contando com apoio da torcida, Pato Basquete busca segundo resultado positivo na série em casa pela Liga Ouro

O Pato Basquete volta à quadra nesta segunda-feira (18 de março), às 20h15 (de Brasília), para enfrentar o Rio Claro Basquete, no ginásio do Sesi, em Pato Branco (PR), na sequência da fase inicial da Liga Ouro – 2019. A equipe paranaense quer mais uma vitória para manter o objetivo de êxito na série de cinco jogos em casa para crescer na classificação geral e figurar entre os ponteiros.

No seu último compromisso, a primeira partida da citada série, o Pato Basquete superou a Unifacisa-PB (68 a 61). “Esse jogo contra o Rio Claro vai ser a mais difícil do primeiro turno, devido à tradição e que esta equipe tem no meio do basquete. E, dentro dos nossos objetivos, vamos tentar emplacar a segunda vitória seguida dentro de casa; é mais uma batalha mental, mas sabemos que a Liga Ouro é muito dura fisicamente, por isso, temos que entrar com disposição, impondo o nosso ritmo, pois estaremos em casa”, analisou o armador Xande Pinheiro, do representante paranaense.

“A nossa torcida deu um show no último compromisso, nos empurrou para resultado positivo e, consequentemente, criamos uma expectativa muito grande na cidade em relação ao time. Estamos muito focados para essa partida, que será muito dura”, complementou Xande.

O Pato Basquete ocupa atualmente a sétima colocação na classificação geral, com 40% de aproveitamento – 02 vitórias e 03 derrotas. Já o Rio Claro, que superou o Basquete Blumenau na última vez que esteve em quadra (85 a 75), aparece no quinto lugar, com 50% de aproveitamento – 03 vitórias e 03 derrotas.

Visit fbetting.co.uk Betfair Review