Caxias do Sul vence a primeira no Novo Basquete Brasil (NBB)

O Banrisul/Caxias do Sul conquistou a sua primeira vitória no Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016, na noite desta quinta-feira (12 de novembro), ao superar o São José Basketball, por 76 a 71, no tempo extra, depois de um empate de 66 pontos no tempo normal (28 a 29 no primeiro tempo), em jogo realizado no ginásio Lineu de Moura, na cidade de São José dos Campos (SP), válido pela quarta rodada. Com este resultado, o representante gaúcho ocupa a 13ª colocação na classificação geral, com 25% de aproveitamento – 01 vitória e 03 derrotas.

O jogo foi bastante movimentado e marcado com o equilíbrio, com as duas equipes se alternando no comando do marcador, porém com o São José levando ligeira vantagem – 15 a 17 (primeiro quarto) e 14 a 11 (segundo). Nos dois períodos seguintes, foi a vez do Caxias do Sul conseguir pequena vantagem sobre o rival, empatando a partida – 22 a 18 (terceiro) e 16 a 19 (quarto).

No tempo extra, valeu a garra e o espírito de luta do representante gaúcho, que foi melhor que o adversário e venceu a primeira na competição nacional (10 a 05).

“Um excelente resultado no geral, fizemos o nosso trabalho do jeito que tínhamos conversado, tivemos um aproveitamento melhor e a nossa defesa funcionou exatamente como planejamos. Ganhar fora de casa do atual campeão Paulista vai dar uma moral para o time na sequência do campeonato e temos que continuar focados e unidos no nosso propósito”, comenta o armador Vinicius Gobor, do Caixas do Sul, que anotou sete pontos e apanhou um rebote, em 12min16 de presença em quadra.

Os outros nomes importantes da partida foram Renato Carbonari (22 pontos e 05 rebotes) e César (13 pontos e 07 rebotes), pelo time paulista; Marcão (15 pontos e 05 rebotes) e Alex (13 pontos e 05 rebotes), em favor da equipe gaúcha.

O próximo compromisso do Banrisul/Caxias do Sul será contra o Paschoalotto/Bauru BT, no dia 20 de novembro (sexta-feira), às 20h00 (de Brasília), em Bauru (SP), pela sexta rodada da fase inicial.

Federação Paulista realiza torneio para trazer o espírito olímpico a jovens atletas de Taekwondo

A Federação Paulista de Taekwondo (FPT), em parceria com a Liga Nacional de Taekwondo (LIGA), realiza nos dias 21 e 22 de novembro (sábado e domingo), na cidade de São Paulo (SP), o ‘Campeonato Paulistano Regional de Lutas 2015 – 1ª Etapa do Circuito de Taekwondo 2015’. A competição, que é voltada aos jovens atletas, visa aclimatar os atletas com o ambiente olímpico.

“Trata-se de um evento de incentivo, que realizamos para fomentar, popularizar e divulgar ainda mais o Taekwondo entre os jovens. Além disso, queremos que os nossos atletas se aclimatem ao ambiente olímpico, que teremos por aqui no próximo ano”, comenta o Mestre Yeo Jin Kim, diretor técnico da Liga Nacional de Taekewondo.

De acordo com a programação, no sábado (21 de novembro), na sede da FPT (rua Domingos de Morais, 1626), na Vila Mariana, em São Paulo (SP), entre 08h30 e 13h30, acontecem as Lutas (crianças até 10 anos/Master) e o Poomse. Já entre 14h00 às 16h00, será a vez do Encontro de Faixas Pretas.

No domingo (22 de novembro), no Centro Esportivo do Butantã (rua Hernani da Gama Correa, 367), no Butantã, em São Paulo (SP), entre 08h00 às 18h00, ocorrem as Lutas (Sub-13, Sub-15; Sub-18 e Adulto) e o Poomse.

As inscrições, que são gratuitas, poderão ser feitas até o dia 18 de novembro (quarta-feira), às 18h00 (de Brasília). Informações complementares pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Caxias do Sul busca recuperação diante do São José atuando fora de casa

O Banrisul/Caxias do Sul Basquete busca a recuperação no Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016 enfrentando o São José Basketball, nesta quinta-feira (11 de novembro), às 20h00 (de Brasília), no ginásio Lineu de Moura (AE São José), em São José dos Campos (SP), dando sequência ao turno da fase inicial.

Para Vinicius Gobor, o foco agora é na correção das falhas ocorridas no duelo contra o Mogi das Cruzes/Helbor e no time de São José dos Campos. “É outra partida complicada, contra o atual campeão Paulista, mas estamos cientes que podemos fazer melhor e jogar para tentar a primeira vitória na competição. Precisamos acertar as coisas, porque não temos muito tempo de lamentar”, relata o armador do Banrisul/Caxias do Sul Basquete.

Em seu compromisso mais recente, o representante gaúcho foi superado pelo Mogi das Cruzes/Helbor, atuando como visitante, por 83 a 52. “Começamos o jogo da maneira que esperávamos e a nossa defesa conseguiu complicar os pontos fortes da equipe mogiana nos primeiros minutos. Depois acabamos cometendo os mesmos erros da última partida em casa e nos deixamos abalar em certos momentos”, explica o armador.

O Banrisul/Caxias do Sul Basquete ocupa a 12ª colocação na classificação geral, enquanto que o São José Basketball, que perdeu para o EC Pinheiros na sua última partida (95 a 74), aparece no quarto lugar.

Federação Paraense e Miguel Ângelo da Luz conversaram sobre ações futuras

O técnico Miguel Ângelo da Luz esteve em Belém (PA), no final de semana, não só para conhecer a estrutura do basquete local, mas também para conversar com a diretoria da Federação Paraense de Basketball (FPB). O visitante se reuniu com o vice-presidente Marcelo Sousa e com o presidente Antônio Caetano para saber mais do que vem sendo feito e o que a entidade almeja para o futuro.

“Com o pouco que vi, deu para perceber o envolvimento das pessoas e o comprometimento dos dirigentes, fato este que me deixou bastante impressionado. Os treinadores estão sedentos por novas informações e pude notar a qualidade técnica da garotada; tenho a certeza que em um curto espaço de tempo, alguns destes jovens atletas poderão estar servindo equipes dos centros mais desenvolvidos”, comenta Miguel, que é campeão Mundial e medalhista olímpico comandando a Seleção Brasileira Feminina.

“O mais importante seria capacitar todos os profissionais envolvidos (técnicos e gestores) e tenho interesse em ajudar o basquete paraense a crescer. Na minha Academia de Basquete já tenho um estagiário que é de Belém. Ele tem muito potencial e bastante vontade de aprender”, acrescenta Luz.

Já o vice-presidente da Marcelo Sousa, relata que a visita do treinador foi bastante proveitosa. “O Miguel Ângelo é um profissional que dispensa apresentação, pois tem um currículo altamente vencedor, por isso, falamos a ele um pouco do que estamos fazendo para reerguer o basquete paraense. A partir daí, seguiremos conversando, pois queremos estreitar ainda mais esse relacionamento e pretendemos que ele esteja conosco em algumas ações que realizaremos no futuro”, explica o vice-presidente.

Além disso, em sua passagem pela capital paraense, o treinador multicampeão acompanhou de perto a homenagem feita ao ex-jogador Guy Peixoto, que é o maior nome do basquete paraense, com a imortalização da camisa #7 do Paysandu SC e o lançamento da camisa ‘retrô’. “A homenagem foi mais do que merecida, já que é o reconhecimento ao melhor atleta da história do basquetebol paraense. Fiquei muito feliz em estar presente”, finaliza Miguel Ângelo da Luz.

Guy Peixoto recebe justa homenagem com imortalização da camisa #7 do Paysandu SC

O Paysandu SC realizou, na manhã de sábado (07 de novembro), no ginásio Moura Carvalho, em Belém (PA), uma homenagem ao ex-jogador Guy Peixoto, que é o único atleta paraense a vestir a camisa da Seleção Brasileira de basquete. Estiveram presentes ao evento: Alberto Maia (presidente), o Sérgio Serra (vice-presidente), Antônio Caetano (presidente da Federação Paraense), Marcelo “Pará” Souza (vice-presidente da Federação Paraense), Vandick Lima (ex-jogador de futebol e ex-presidente do clube), Miguel Ângelo da Luz (técnico campeão Mundial e medalhista olímpico com a Seleção Brasileira Feminina), entre outros nomes importantes da história do clube e do basquete paraense.

Durante a justa e merecida homenagem, que foi marcada por um clima altamente positivo e descontraído, ocorreu o lançamento da camisa ‘retrô’ e também a imortalização da camisa #7 do Paysandu SC. “Tenho o maior orgulho de ser paraense e de ter passado um momento muito importante da minha carreira aqui no Paysandu. Não moro mais em Belém, mas sempre procuro estar presente dentro do meu clube, ajudando com patrocínio e colaborando para a história do nosso basquete. Muitos não sabem dos títulos que nós conquistamos e temos que resgatar a nossa história para os atletas atuais, visando que eles saibam que podem conquistar esses sonhos assim como eu conquistei”, comenta Peixoto, que integrou o elenco do Papão entre 1985 a 1992, conquistando títulos importantes e registrando marcas históricas.

“Foi um período maravilhoso, uma vez que sair do Pará e alcançar um sonho quase que impossível é uma coisa fantástica. Saí de Belém aos 16 anos convocado para a Seleção Brasileira juvenil e fui até agora o único jogador paraense a vestir a camisa do Brasil. Nesse tempo, conquistei o título Sul-americano, que marcou bastante a minha carreira”, acrescenta Peixoto, que logo após a homenagem, participou de uma animada tarde de autógrafos.

Já Alberto Maia, explica que esse tipo de ação é bastante salutar, uma vez que reverencia nomes marcantes na história do clube. “O Paysandu vem criando essa característica, de homenagear grandes personalidades ainda em vida, para que eles possam ter o seu merecido reconhecimento não só da parte da diretoria, mas também do nosso torcedor. O Guy ajudou o Paysandu como atleta e também ajuda agora, sempre colaborando para o crescimento do nosso basquete, então não podíamos deixar de homenageá-lo desta forma”, relata o presidente, que foi surpreendido pelo homenageado ao receber uma camisa original do Paysandu SC, usada por ele quando atuou pelo clube na década de 80.

O multicampeão Miguel Ângelo da Luz, que abrilhantou ainda mais o evento, enalteceu o clube pela iniciativa de homenagear seu ídolo maior do basquete. “Esta foi uma homenagem mais do que merecida e um reconhecimento ao melhor atleta da história do basquetebol paraense. Fiquei muito feliz em estar presente, pois tive a oportunidade de conhecer mais um pouco da história deste grande clube, que é o Paysandu, e do homenageado, que foi um excelente jogador e segue até hoje trabalhando em prol do basquete, não só do Pará, como de todo o Brasil”, relata.

O também ex-jogador Marcelo “Pará” Souza, vice-presidente da Federação Paraense, destacou a importância de Peixoto no desenvolvimento do basquete local. “O Guy, sem dúvida, é o nome mais importante do basquete paraense até hoje, não só pelo que fez nas nossas quadras, mas também pelo seu histórico de carreira, chegando a vestir a camisa da Seleção Brasileira e de grandes clubes do cenário nacional”, explica, salientando que a Federação homenageou Guy com uma placa.

Durante a sua vitoriosa carreira, Guy Peixoto defendeu também o Clube do Remo, outro grande clube paraense. No basquete paulista, o cestinha atuou pelo CA Monte Líbano, integrando um dos elencos mais vencedores do cenário nacional, e pelo SC Corinthians Paulista. Em Goiás, vestiu a camisa do Jóquei Clube.

A camisa ‘retrô #7’, em homenagem a Guy Peixoto, já está sendo comercializada na Loja do Papão, localizadas na Sede Social do Paysandu SC e no estádio da Curuzu. E, o ex-jogador de basquete não é o único a ter a camisa ‘retrô’, os demais agraciados são nomes importantes do futebol bicolor: Quarenta, Carlos Castilho e Beto.

Caxias do Sul busca primeira vitória no NBB jogando com apoio do torcedor

Novamente, contando com apoio do torcedor, o ‘caçula’ Banrisul/Caxias do Sul Basquete busca a recuperação no Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016, enfrentando o Decisão Engenharia/Minas Tênis Clube, nesta sexta-feira (06 de novembro), às 20h05 (de Brasília), no ginásio do Vasco da Gama, na cidade de Caxias do Sul (RS). Na estreia, com excelente presença do torcedor, o time gaúcho foi superado pelo UniCEUB/BRB/Brasília.

Para Vinicius Gobor, a tendência é que o Caxias do Sul demonstre crescimento. “Temos que pensar na recuperação, pois fizemos um bom jogo diante do time de Brasília na maioria do tempo e tivemos três minutos de desatenção, momento que o adversário soube aproveitar. Mas, agora é um jogo diferente, já passou a estreia e vamos trabalhar para fazer as coisas com mais calma e precisão”, explica o armador, salientando que o time precisar estar forte defensivamente.

“Tempos que continuar forte na defesa e ter mais tranquilidade no ataque, para sair deste segundo jogo com o sentimento de uma boa performance e tentar a vitória”, complementa Gobor.

Na estreia, o Minas Tênis Clube perdeu para o EC Pinheiros, jogando em São Paulo (SP).

Maior nome do basquete paraense, Guy Peixoto será homenageado pelo Paysandu SC

O Paysandu SC realiza neste sábado (07 de novembro), ás 10h00 (hora local), no ginásio Moura Carvalho, em Belém (PA), a solenidade de eternização da camisa 07 de basquete, usada pelo ídolo Guy Peixoto, que defendeu o ‘Papão da Curuzu’ por exatos sete anos, conquistando diversos títulos, registrando inúmeras marcas importantes e históricas. A homenagem será comandada pelo presidente Alberto Maia Filho e pelo vice-presidente Sérgio Serra.

Além da citada eternização, haverá também o lançamento da linha ‘retrô’ da já mencionada camisa 07, usada pelo ídolo maior do basquete paraense. “Estou muito feliz, já que depois de muitos anos o clube reconheceu e resolveu homenagear o único jogador de basquete do estado do Pará a vestir e honrar a camisa do Paysandu SC, da Seleção Paraense, da Seleção Paulista e da Seleção Brasileira Juvenil, Adulta e Universitária”, comenta Peixoto.

E, Guy será o único jogador de basquete a ter a camisa ‘retrô’, os demais agraciados são todos do futebol: Quarenta, Carlos Castilho e Beto.

Ao longo da sua carreira, Peixoto defendeu também o Clube do Remo, outro grande clube paraense. No forte e tradicional basquete paulista, o cestinha atuou pelo CA Monte Líbano, integrando um dos elencos mais vencedores do cenário nacional, e pelo SC Corinthians Paulista. Em Goiás, vestiu a camisa do Jóquei Clube.

Entre os principais resultados de Guy Peixoto estão dois vice-campeonatos: Mundial Juvenil (Seleção Brasileira) e Interclubes (CA Monte Líbano). Na década de 80, ao lado de ícones como Marquinhos Abdala, Adilson Nascimento, Israel Andrade e Cadum Guimarães, recebeu o ‘Girafinha’, troféu concedido aos cinco melhores jogadores do Estado de São Paulo, concedido pela Federação Paulista de Basketball (FPB).

Federação Paulista de Taekwondo realiza Festival no final de semana em São Paulo

A Federação Paulista de Taekwondo (FPT) realiza, no final de semana (07 e 08 de novembro), em São Paulo (SP), o ‘Festival de Taekwondo 2015’, nas modalidades Kyourugui (Lutas) e Poomse (Formas).

No sábado (07 de novembro), ocorrerão as disputas nas categorias mirim, cadete e máster, na sede da Federação Paulista de Taekwondo (rua Domingos de Moraes, 1626), próximo a estação Vila Mariana do Metrô, na Zona Sul de São Paulo (SP), a partir das 08h30.

No domingo (08 de novembro), a partir das 08h00 (de Brasília), serão disputadas as categorias juvenil e adulto, no Centro Esportivo Tatuapé (rua Monte Serrat, 230), próximo a estação Carrão do Metrô, na Zona Leste da capital.

“Trata-se de um evento de incentivo, com inscrição gratuita para fomentar, popularizar e divulgar ainda mais o Taekwondo, que é uma modalidade olímpica”, comenta o Grão Mestre Yeo Jin Kim, diretor técnico da FPT.

Informações complementares pelos telefones (11) 5083-6999 ou 5083-7000.

Mestre Matan Bochner, grande nome do Krav Maga mundial, saboreia o melhor da culinária japonesa no Kojiro Kaus

O Mestre Matan Bochner, de Israel, que está ministrando um Seminário Internacional de Krav Maga na cidade de São Paulo (SP), esteve saboreando o melhor da culinária japonesa no Kojiro Kous Restaurante, ao lado do Mestre José Cirino Filho

O Kojiro Kous oferece um rodízio completo: os clientes têm à disposição, além das entradas saborosíssimas “carpaccio” e “canapés”, uma série de pratos: sushis, sashimis, temakis, tempurá, teppanuaki, guioza, rolinho, shimeji, yakisoba, missoshiro, entre outras iguarias da gastronomia oriental. A sobremesa, que é faz parte do rodízio, tem três apetitosas opções: banana flambada, creme de papaia com cassis e uma bola de sorvete.

A unidade 01 do Kojiro Kous Restaurante, que possui serviço de Valet gratuito, fica na rua Afonso Celso, 1571, na Chácara Inglesa, na zona sul da cidade de São Paulo (SP). Informações pelo telefone (11) 5594-2154, e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou ainda pelo site www.kojirokous.com.br.

A unidade 02 fica na rua Américo Brasiliense, 1178, na Chácara Santo Antônio, também na Zona Sul da cidade de São Paulo (SP). Informações pelo telefone (11) 5181-2839.

Jaqueline Silvestre se alegra com presença no ‘quinteto ideal’ do Campeonato Paulista

A lateral Jaqueline Silvestre, do Basketball Santo André/APABA, foi uma das jogadoras eleitas para integrar o ‘quinteto ideal’ do Campeonato Paulista Feminino da Série A-1 – 2015. A experiente atleta ficou satisfeita, não só com a sua presença, mas também com a das suas companheiras, na relação dos destaques da competição.

“Foi uma alegria ver que estou nesse quinteto. Não só eu, como as minhas companheiras Yasmim Gonçalves, que foi revelação, e a Tassia Carcavalli, que também integra o quinteto. Acho que isso é fruto do bom trabalho que estamos fazendo aqui em Santo André”, comenta Jaqueline, que agradece as demais integrantes da equipe andreense.

“Agradeço a comissão técnica da nossa equipe – Arilza Coraça (técnica), Lais Elena (coordenadora) e Adriana Bazani (preparadora física) – e as minhas companheiras de time”, complementa Silvestre.

O Basketball Santo André/APABA segue trabalhando arduamente visando à disputa da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2015/16, que está prevista para começar no dia 20 de novembro (sexta-feira). “Agora é manter o foco e continuar trabalhando para a disputa da LBF”, finaliza Jaqueline.

 

FPB define os destaques do Campeonato Paulista Feminino

O departamento técnico da Federação Paulista de Basketball (FPB) divulgou, nesta terça-feira (27 de outubro), os destaques do Campeonato Paulista Feminino da Série A-1 – 2015.

A pivô Clarissa dos Santos, do Corinthians/Americana, foi eleita a ‘melhor jogadora do campeonato’ (MVP), enquanto que o experiente Antônio Carlos Vendramini, também da equipe campeã, recebeu o maior número de votos entre os técnicos. A jovem Yasmin Gonçalves, do Basketball Santo André/APABA, foi escolhida como a ‘atleta revelação’.

O quinto ideal do campeonato é este:

Armadora: Tássia Carcavalli (Basketball Santo André/APABA)
Ala: Karla Costa (Corinthians/Americana)
Ala: Jaqueline Silvestre (Basketball Santo André/APABA)
Pivô: Damiris do Amaral (Corinthians/Americana)
Pivô: Clarissa dos Santos (Corinthians/Americana)

Nesta competição, o Corinthians/Americana sagrou-se campeão invicto ao derrotar o Basketball Santo André/APABA na grande final, que foi disputada no final de semana, no ginásio Centro Cívico, na cidade de Americana (SP).

Arilza Coraça se alegra com desempenho positivo das atletas jovens do Santo André

A técnica Arilza Coraça ficou satisfeita com o vice-campeonato do Campeonato Paulista Feminino da Série A-1 – 2015 na sua segunda competição dirigindo o Basketball Santo André/APABA. O time do Grande ABC foi superado pelo Corinthians/Americana na decisão (83 a 58), ocorrida no final de semana, no ginásio Municipal Centro Cívico, na cidade de Americana (SP), contando com diversas jogadoras jovens, oriundas do eficiente trabalho de base e formação andreense.

“Já havíamos ficado no segundo lugar nos Jogos Regionais, contando com apenas cinco jogadoras adultas, e repetimos agora no Campeonato Paulista com um plantel reduzido. O recompensador neste trabalho é que a Laís Elena segue conosco, não mais como técnica, mas continua desempenhando um papel fundamental na equipe e, se o basquete feminino de Santo André se mantém na ativa, é graças à luta e persistência dela”, comenta Coraça, enaltecendo também o trabalho da preparadora física Adriana Bazani.

A treinadora andreense elogia a chegada das jogadoras mais jovens ao time adulto. “Fico muito feliz em ver a Raphaella, com apenas 16 anos, fazendo em quadra aquilo que pedimos e conseguindo êxito; a Yasmin, que ainda não era conhecida no adulto, entrando e desempenhando um bom papel; além da Bianca, que também é muito jovem já vem integrando o nosso elenco desde a temporada passada”, explica Arilza.

Com relação ao número de equipes que estiveram em ação no estadual, a treinadora do Basketball Santo André/APABA relata que todos os times foram convidados a jogar. “Disputaram o Campeonato Paulista às equipes que quiseram jogar, pois todas as outras agremiações foram convidadas e não participaram por opção. O São Bernardo esteve em quadra e ficou com o terceiro lugar, o que é muito legal”, comenta Coraça.

O pensamento agora do Basketball Santo André/APABA é realizar o estágio final de sua preparação para chegar bem preparado a Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2015/16, que tem o seu início marcado para o dia 20 de novembro (sexta-feira). “Estamos trabalhando e fazendo alguns contatos, objetivando reforçar a equipe com uma jogadora interessante, que mostrou a vontade de jogar conosco. Só que para viabilizar isso, estamos fazendo contatos com parceiros e pessoas que amam o basquete feminino de Santo André, pois estamos precisando de mais uma jogadora forte para complementar o elenco”, finaliza Arilza Coraça.

Visit fbetting.co.uk Betfair Review