Santo André visita o Ituano pelo Paulista Feminino buscando a recuperação

O Santo André/APABA/Caoa Chery enfrenta o Ituano FC, nesta sexta-feira (11 de outubro), às 19h30 (de Brasília), no ginásio Municipal Prudente de Moraes, em Itu (SP), no prosseguimento do turno da fase inicial do Campeonato Paulista Feminino – 2019. A equipe andreense corre atrás do primeiro resultado positivo na competição.

“A expectativa é melhor para este terceiro jogo, pois as duas atletas que retornaram agregam demais à equipe, as jogadoras estão bem mais motivadas e já estamos em uma fase melhor de treinamento. Nós temos ainda temos três jogadoras que estão abaixo fisicamente, pois começaram a treinar depois, mas a nossa perspectiva já é bem melhor e queremos fazer um grande jogo”, comentou a técnica Arilza Coraça, técnica do time do Grande ABC.

Na última vez que esteve em quadra, o Santo André/APABA/Caoa Chery foi superado pelo Sesi Araraquara, enquanto o Ituano FC bateu o BAX Catanduva. Já a classificação geral, o representante de Santo André aparece na quinta colocação e a agremiação de Itu ocupa o segundo lugar.

Base
As equipes de base do Basketball Santo André/APABA estiveram em ação pelo returno da fase de classificação pelos Campeonato Estaduais – 2019, nesta quinta-feira (10 de outubro), atuando no ginásio Municipal Laís Elena, em Santo André (SP). E foram duas vitórias e uma derrota nos duelos contra o Casa do Garoto/F. Comerciários/VSCard/Unimed/Tupã Basquete.

No confronto válido pelo sub-15, o time andreense venceu, por 84 a 55 (37 a 19 no primeiro tempo). No sub-14, a equipe de Tupã levou a melhor, por 80 a 58 (42 a 40 no primeiro tempo), enquanto no sub-17 ocorreu uma nova vitória do Basketball Santo André/APABA, por 65 a 49 (34 a 22 no primeiro tempo).

João Vallim estuda as possibilidades de mercado antes de definir o seu futuro

O técnico João Vallim, que tem um currículo vencedor, com dois acessos recentes no Campeonato Paulista comandando a Internacional de Limeira, inclusive conseguindo a tão sonhado na vaga na Série A-1, está em fase de análises para definir o seu futuro. Por enquanto, o treinador não acertou com nenhuma equipe e está estudando as possibilidades de mercado.

“Espero continuar com o mesmo desempenho e conquistas no próximo clube, como foi nos últimos desafios que tive pela frente”, comentou Vallim, que é graduado em Educação Física pela Escola Superior de Educação Física de Avaré (ESEFA).

Ao longo de sua carreira, João Vallim, de 63 anos (19 de junho 1956), já desempenhou trabalhos sólidos, não só no estado de São Paulo, como no Paraná, outro grande centro do futebol brasileiro. Além do representante de Limeira, comandou: AE Velo Clube Rioclarense, equipe sub-23 do Corinthians Paulista, EC Taubaté, Olímpia FC, CA Taboão da Serra, Grêmio Mauaense, AA Itararé e Radium FC, no estado de São Paulo; Portuguesa Londrinense, União Bandeirante FC (base e profissional) e Carlópolis FC (base), no Paraná.

Entre as principais conquistas de João Valim estão:

Internacional de Limeira: acesso para o Campeonato Paulista da Série A-2 em 2017, vice-campeão da Copa Paulista em 2017 (vaga na Copa do Brasil) e acesso para o Campeonato Paulista da Série A-1 em 2019
AE Velo Clube Rioclarense: acesso para Campeonato Paulista da Série A-3 em 2011 e acesso para Campeonato Paulista da Série A-2 em 2012

EC Taubaté: acesso para Campeonato Paulista da Série A-3 em 2009
CA Taboão da Serra: acesso para Campeonato Paulista da Série A-3 em 2004
AA Itararé: acesso para Campeonato Paulista da Série A-3 em 2002
União Bandeirante FC: campeão de todos os campeonatos no estado do Paraná nas categorias de base

Para conseguir este currículo altamente vencedor, João Vallim realizou vários cursos de formação complementar: Licença A/Confederação Brasileira de Futebol (CBF); Treinamento Técnico no Futebol/Sindicato dos Treinadores de Futebol do Estado de São Paulo (SITREPESP); Treinamento em Futebol/Federação Paulista de Futebol (FPF) e Aspectos Táticos do Futebol/Federação Paulista de Futebol (FPF) e Universidade do Futebol (UDOF). Além dos estágios no São Paulo Futebol Clube (categorias de base e profissional) e no Paraná Clube (categorias de base).

XI de Agosto/AABT/Tatuí estreia no Campeonato de Acesso derrotando Cedral e o América

O XI de Agosto/AABT/Tatuí abriu a sua participação no Campeonato de Acesso – 2019, no final de semana, com duas vitórias. Jogando no ginásio do Automóvel Clube, em São José do Rio Preto (SP), o time comandado pelo técnico Júlio Malfi passou pela AE Cedral, no sábado (05 de outubro), por 72 a 68 (49 a 33 no primeiro tempo).

Jogaram pelo XI de Agosto/AABT/Tatuí: 0. Leonardo Ramos (06 pontos), 09. Felipe Taddei, 10. Neemias de Jesus, 11. Gabriel Souza (06 pontos), 13. William Ferreira (05 pontos), 14. Emanuel Cardoso, 15. Ramon Rocha, 19. William Drudi (18 pontos), 23. Elivelton Soares (22 pontos), 32. Victor Falette (03 pontos) e 33. Nicolas Ferraz (12 pontos). A comissão técnica contou com: Júlio Malfi (técnico), Filipe Corrêa e Allan Brito (assistentes técnicos).

Já no domingo (06 de outubro), o representante de Tatuí passou pelo tradicional América/Unirp/SMEL Rio Preto, atuando no mesmo local, por 72 a 69 (44 a 38 no primeiro tempo).

Jogaram pelo XI de Agosto/AABT/Tatuí: 0. Leonardo Ramos (14 pontos), 09. Felipe Taddei, 11. Gabriel Souza (02 pontos), 13. William Ferreira (08 pontos), 14. Emanuel Cardoso, 15. Ramon Rocha, 19. William Drudi (16 pontos), 23. Elivelton Soares (17 pontos), 32. Victor Falette (07 pontos) e 33. Nicolas Ferraz (08 pontos). A comissão técnica contou com: Júlio Malfi (técnico), Filipe Corrêa e Allan Brito (assistentes técnicos).

Com estes resultados, o XI de Agosto/AABT/Tatuí lidera a competição, com quatro pontos, decorrentes de dois resultados positivos, seguido pelo América/Unirp/SMEL Rio Preto, com três pontos (uma vitória e uma derrota), e pela AE Cedral, com dois pontos (duas derrotas).

“Mesmo iniciando um trabalho, já conseguimos implantar boa parte da metodologia de jogo desejada e os atletas compreenderam muito bem o que está sendo passado nos treinamentos, por isso, conseguimos dois importantes resultados positivos na nossa rodada de estreia. Foram duas partidas muito difíceis, contra adversários fortes, mas conseguimos impor o nosso ritmo e atingimos a nossa meta para esta jornada inicial”, analisou Malfi.

Além dos jogos, a equipe de Tatuí visitou a casa do Sr. Marimo Manella, o maior incentivador do basquete na região e do estado, com muito anos dedicados a modalidade. “O Sr. Marino é uma referência do basquete paulista e brasileiro, por tudo que fez em prol da modalidade, ostentando uma história muita positiva. Por isso, foi importante para os nossos jogadores, especialmente os mais jovens, conhecer a história de um ícone do nosso esporte”, completou Júlio.

Os parceiros do XI de Agosto/AABT/Tatuí são estes: Prefeitura Municipal de Tatuí, Associação Atlética XI de Agosto, Associação de Amigos do Basquete de Tatuí (AABT), Sport Zone, Concreto e Metálico, Lucemi, Pleno – Grupo Moreno, Vioto, EcoLife e Refrigerantes Vieira Rossi.

Seleção Brasileira Feminina Militar segue trabalhando forte para os Jogos Mundiais Militares

A Seleção Brasileira Militar Feminina segue cumprindo regularmente as etapas de preparação para chegar bem ao 7th CISM Military World Games 2019 (Jogos Mundiais Militares), que ocorre de 18 a 28 de outubro, na cidade de Wuhan, na China. Depois de um período de treinamento no Rio de Janeiro (RJ), o selecionado nacional seguiu para a Argentina, dando prosseguimento a preparação, realizando mais uma série de treinos, além de alguns amistosos.

“A preparação na Argentina foi satisfatória e de grande ajuda, dando condição à preparação física e ao conjunto técnico e tático, além disso, nos mostrou o quanto temos que evoluir e melhorar, para sempre buscarmos o melhor. Agora, estamos de volta aos treinos no Rio de Janeiro na fase final, visando a disputa do Mundial Militar de Basquete Feminino”, comentou a lateral Patrícia Ferreira, salientando que a viagem para o local da competição acontece no dia 13 de outubro (domingo).

A competição de basquete feminino do 7th CISM Military World Games 2019 vai reunir seis nações. De acordo com o regulamento, as equipes jogam entre si, em turno único, e o país que conseguir o maior número de pontos fica com a medalha de ouro. Os jogos acontecerão e dois locais: Huazhong University of Science e Technology Optics Valley Gymnasium.

Depois da competição militar, Patrícia Ferreira se reapresenta ao seu clube para disputar o estadual. “Assim que terminarmos essa missão com louvor, eu retorno ao meu clube, o Ituano FC, para a disputa do Campeonato Paulista com a mesma vontade e dedicação de sempre”, finalizou.

XI de Agosto/AABT/Tatuí inicia o campeonato de acesso com dois jogos em São José do Rio Preto

O XI de Agosto/AABT/Tatuí abre a sua participação no Campeonato de Acesso – 2019, neste final de semana, realizando dois jogos no ginásio do Automóvel Clube, em São José do Rio Preto (SP). No sábado (05 de outubro), a equipe comandada pelo técnico Júlio Malfi encara a AE Cedral, às 17h (de Brasília), enquanto no domingo (06 de outubro), o adversário será o América/Unirp/SMEL Rio Preto, às 11h (de Brasília).

“Vamos dar início a uma competição que dá acesso ao Campeonato Paulista, na primeira vez que Tatuí conta com uma equipe adulta disputando competições oficiais, por isso, a motivação é grande, uma vez que almejamos representar muito bem o município. A nossa equipe foi montada com poucos jogadores experientes e incorporou muitos jovens da cidade, que estão demonstrando muita vontade de vencer”, comentou Malfi.

“É com esse panorama que iremos até São Jose do Rio Preto fazer os nossos dois primeiros jogos; a estreia será diante da AE Cedral, uma equipe que não tenho muitas informações, enquanto o segundo será contra o tradicional América, um time experiente, que esteve na disputa do Campeonato Paulista da Série A-1, com a tendência de ser o adversário mais difícil. O pensamento, no entanto, é procurar fazer o nosso trabalho e desenvolver da melhor maneira aquilo que fora realizado nos treinamentos, independente de quem iremos enfrentar, apresentando sempre o melhor desempenho possível”, acrescentou Júlio.

O XI de Agosto/AABT/Tatuí conta com estes jogadores: 0. Léo Ferreira (ala/armador), 05. Guilherme Malfi (armador), 09. Felipe Taddei (ala/armador), 10. Neemias de Jesus (lateral), 11. Gabriel de Souza (armador), 13. William Pessoa (pivô), 14. Manu Cardoso (lateral), 15. Ramon dos Santos (ala/pivô), 19. William Drudi (pivô), 23. Elivelton dos Santos (ala/pivô), 32. Victor Sheldon (ala/armador) e 33. Nicolas Ferraz (lateral).

Para o lateral Nicolas Ferraz, o XI de Agosto/AABT/Tatuí está preparado para fazer dois grandes jogos. “Estou muito confiante para esses primeiros jogos, tivemos dois amistosos preparatórios e deu para ver que a equipe está entrosada, pois conseguimos entender bem o conteúdo que nos foi passado pelo técnico Júlio Malfi neste início de trabalho, mesmo sabendo que ainda temos muita coisa para ser inserida com a sequência dos treinamentos. Estou ansioso e feliz por representar Tatuí nesta importante competição, tenho me dedicado bastante nos treinamentos e quero apresentar o meu melhor, jogando com muita intensidade, que é uma das minhas características”, complementou.

A comissão técnica da equipe de Tatuí, além de Júlio Malfi, conta com os assistentes técnicos Filipe Corrêa e Allan Brito.

Os parceiros do XI de Agosto/AABT/Tatuí são estes: Prefeitura Municipal de Tatuí, Associação Atlética XI de Agosto, Associação de Amigos do Basquete de Tatuí (AABT), Sport Zone, Concreto e Metálico, Lucemi, Pleno – Grupo Moreno, Vioto, EcoLife e Refrigerantes Vieira Rossi.

São Paulo DC viveu experiências internacionais importantes em 2019

O manager do São Paulo DC, Gustavo Bracco, faz uma análise positiva da participação da equipe nas competições internacionais da temporada de 2019. Ao todo foram seis torneios, enfrentando equipes qualificadas, muitas delas ocupando posicionamentos agudos no ranking da Federação Internacional de Basketball (FIBA), representando os países com mais tradição na modalidade.

“Disputamos seis torneios internacionais esse ano e o saldo foi amplamente positivo, principalmente, porque tivemos uma reformulação completa na equipe, que contou com a entrada de novos atletas; por isso, tivemos que recomeçar tudo. A maior dificuldade nos torneios internacionais é enfrentar as melhores equipes já nas primeiras fases das competições, sem contar o deslocamento”, comentou Gustavo.

“Tivemos ótimas experiências esse ano em relação a isso. Jogamos contra praticamente as equipes que estão no Top10 mundial. Com o grupo renovado, os resultados mostraram que estamos a detalhes de figurar entre eles”, complementou Bracco.

O ano ainda não acabou para São Paulo DC, que segue atrás de objetivos internos e externos. “Continuamos em disputa nacional pelo bicampeonato da Liga ANB e já estamos projetando 2020, como sendo o ano da virada do Basquete 3x3 brasileiro”, explicou Gustavo.

E, através da parceria com a Universidade Paulista (Unip), o São Paulo DC terá pela frente, em novembro, a disputa do Mundial Universitário, que será realizado na China. Para atingir este patamar destacado, de representar o Basquete 3x3 brasileiro em mais uma conceituada e difícil disputa internacional, o São Paulo DC/Unip venceu as competições universitárias regional, estadual e nacional.

“Esta foi mais uma ação inédita do São Paulo DC, que deu certo, pois os nossos atletas estão estudando em uma universidade extremamente gabaritada e a equipe, em a parceria com a Unip, tem atingido os seus objetivos e agora vai brigar pelo título Mundial, depois de vencer as etapas anteriores”, comentou Bracco.

O São Paulo DC3x3, equipe filiada à Federação Paulista de Basketball (FPB), é apoiado pelo projeto Drible Certo no Mundo, aprovado junto a Lei de Incentivo ao Esporte da Secretaria de Esportes do Governo do Estado de São Paulo. Projeto patrocinado pela Havan e Decathlon Brasil. Apoios: Naturiza, NAR – Núcleo de Alto Rendimento, Uniformes Overtime, Meias Elite, Associação de Pessoal da Caixa Econômica Federal – APCEF e Predator Hookah. Realização: B16 Incentivo e Instituto Futuros Craques.

André Brazolin se emociona com ação social no CEU Paraisópolis

Quem nunca ouviu falar que “propagar o bem” faz bem e é contagioso. Pois é, no sábado (28 de setembro), no CEU Paraisópolis, na zona sul da cidade de São Paulo (SP), isso ficou evidenciado na ação de entrega das bolas, calçados e dos alimentos arrecadados pelo Projeto Social Anjos do Esporte aos atletas que participam das aulas de basquete na referida comunidade. O ex-jogador André Brazolin, gestor do projeto, contou com apoio de entidades, empresas e personalidades do esporte para angariar bolas, calçados e alimentos para os alunos do Projeto Social Anjos do Esporte, que é conhecido e reconhecido por atuar em áreas de extrema vulnerabilidade.

E Brazolin não escondeu a sua satisfação com o sucesso desta ação, que contou também com nomes importantes do basquete. “Fiquei muito feliz e emocionado por este evento de basquete dentro do CEU Paraisópolis, pois eu tive a chance de ver a felicidade no sorriso das crianças e dos jovens. Por isso, agradeço imensamente ao Stretoopia, SC Corinthians Paulista, EC Pinheiros, Betinho Duarte (atleta do EC Pinheiros), a Confederação Brasileira de Basketball (CBB), Spalding, Eduardo Agra (ex-jogador e comentarista dos canais ESPN), CEU Paraisópolis, Prevent Senior, Grupo Florestas e AND1, pois a união de esforços é sempre importante para se fazer e propagar o bem”, relatou.

“Além, é claro, da minha família dos Anjos do Esporte e meus treinadores do Instituto Brazolin, uma vez que sem eles este sonho não seria possível”, complementou André.

A ideia deu tão certo, que Brazolin já planeja uma ação semelhante no CEU Heliópolis, localizado na divisa das cidades de São Paulo e São Caetano do Sul. “Já estamos trabalhando para angariar doações, semelhantes a essas, para o nosso núcleo em Paraisópolis. Por isso, quem quiser doar alimentos, bolas e calçados, se juntando ao Projeto Anjos do Esporte nesta ação social, é só entrar em contato conosco; teremos o imenso prazer em conversar e explicar mais um pouco do nosso trabalho”, completou André.

O Instituto Brazolin ‘Anjos do Esporte’, que é reconhecido como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, tem como objetivo a promoção da assistência social; proteção dos direitos da criança e do adolescente; desenvolvimento de atividades esportivas como base de integração social; promoção da cultura, defesa e conservação do patrimônio histórico e artístico; promoção da qualificação profissional para integração no mercado de trabalho; defesa, preservação e conservação do meio ambiente e promoção do desenvolvimento sustentável; experimentação não lucrativa de novos modelos sócio-produtivos e de sistemas alternativos de produção, comércio, emprego e crédito; promoção da ética, da paz, da cidadania, dos direitos humanos, da democracia e de outros valores universais.

Brasil derrota Porto Rico e garante a medalha de bronze na Copa América

A Seleção Brasileira Adulta Feminina garantiu a conquista da medalha de bronze na FIBA Women’s AmeriCup 2019 (Copa América) ao derrotar o anfitrião Porto Rico, neste domingo (29 de setembro), por 95 a 66 (44 a 33 no primeiro tempo), em duelo realizado no Coliseu Roberto Clemente, na cidade de San Juan, Porto Rico.

Explorando muito bem o jogo de garrafão, ora intercalada com as bolas de média e longa distância, a equipe comandada pelo técnico José Neto conseguiu uma boa vantagem ao final do primeiro tempo, graças também ao bom desempenho defensivo, que brecou as principais jogadas do ataque porto-riquenho – 24 a 17 (primeiro quarto) e 20 a 16 (segundo quarto).

No terceiro período, o Brasil manteve o jogo de garrafão com a sua principal ação ofensiva e as jogadoras de interior – Clarissa dos Santos, Erika de Souza e muitas vezes Damiris Dantas – seguiram levando ampla vantagem sobre as rivais, além de algumas mesclas com bolas de longa distância, que foram bem trabalhadas e arremessadas no momento certo. Já a marcação seguiu forte e com variações, atrapalhando bastante as ações de ataque do adversário; com isso, aliada a boa performance nos rebotes, a vantagem brasileira cresceu mais um pouco (32 a 16).

No quarto final, as bolas de três pontos apareceram com mais frequência e ajudaram o Brasil, que rodou bastante as suas atletas em quadra, a controlar a sua vantagem para chegar ao resultado positivo sem sobressaltos. A equipe brasileira foi muito bem também nos rebotes, o que aconteceu ao longo dos 40 minutos (19 a 17).

“Jogo muito importante, valendo medalha, então, nós sabíamos da extrema importância dessa vitória tinha, então, entramos firmes e marcando forte, impondo o nosso ritmo desde o início. Tínhamos ciência que em qualquer momento que déssemos moral para elas, poderíamos complicar o jogo, por isso, conseguimos manter o foco na maior parte do tempo e abrimos uma larga vantagem; a nossa maneira de jogar acabou tornando o jogo mais fácil e mais tranquilo”, comentou a lateral Tati Pacheco.

Jogaram pela Seleção Brasileira: 03. Isabela Ramona (05 pontos e 03 assistências), 05. Rapha Monteiro (04 pontos, 04 rebotes, 01 assistência e 01 bloqueio), 07. Patty Teixeira (03 pontos, 01 rebote e 05 assistências), 08. Tainá Paixão (03 pontos, 04 rebotes e 02 assistências), 10. Tati Pacheco (15 pontos, 03 rebotes, 04 assistências e 01 bola recuperada), 11. Clarissa dos Santos (08 pontos, 06 rebotes, 01 assistência e 01 bola recuperada), 12. Damiris Dantas (28 pontos, 09 rebotes e 08 assistências), 14. Erika de Souza (16 pontos, 10 rebotes, 03 assistências e 01 bloqueio – double-double), 18. Débora da Costa (02 pontos, 01 rebotes, 03 assistências e 03 bolas recuperadas), 23. Alana Gonçalo (09 pontos e 04 assistências), 31. Nádia Colhado (02 pontos, 01 rebote e 01 bloqueio) e 97. Mariana Moura (01 rebote).

Comissão Técnica: Adriana Aparecida dos Santos Lopez (gerente técnica), Ricardo Brito de Carvalho (administrador), José Alves dos Santos Neto (técnico), Virgil Marc Michel Lopez e João Almeida Camargo Neto (assistentes técnicos), Diego Maroja Falcão (preparador físico), Paulo Roberto de Queiroz Szeles (médico), Isabel Cristina Castro Rosa e Jordana Reis da Silva (fisioterapeutas).

“Quero cumprimentar as atletas por jogarem sempre com muita garra e determinação, horando a camisa da Seleção Brasileira e a comissão técnica, comandada pelo técnico José Neto, pelo trabalho de excelência que tem sido realizado; além da Adriana Santos pela eficiência de sempre. Parabenizo a todos que compõem a delegação brasileira pela conquista da medalha de bronze, que foi extremamente merecida”, comentou Guy Peixoto Jr, presidente da Confederação Brasileira de Basketball (CBB).

Com esta terceira colocação, a Seleção Brasileira garantiu classificação ao Pré-olímpico das Américas, que será jogado em novembro, em duas sedes, que já foram definidas pela Federação Internacional de Basketball (FIBA).

O Brasil vai jogar no grupo com sede na Argentina, que conta ainda com Colômbia, Brasil, Estados Unidos e a equipe anfitriã. Já a chave com sede no Canadá tem Cuba, Porto Rico, República Dominicana e o selecionado anfitrião.

Seleção Brasileira de 3x3 encerra preparação e viaja para disputar a Copa do Mundo Sub-23

A Seleção Brasileira Sub-23 Masculina de Basquete 3x3 embarcou neste domingo (29 de setembro), com destino a Lanzhou, na China, local que sediará a Copa do Mundo da categoria. A competição será disputada de 02 a 06 de outubro.

Para o treinador Douglas Lorite, o selecionado nacional concluiu muito bem os treinamentos no Rio de Janeiro (RJ). “A preparação foi como havíamos planejado, pois conseguimos realizar tudo o que havia sido previsto para esta última fase, fazendo o ajuste final, que foi bem legal, uma vez que os atletas se cuidaram no período entre a etapa anterior e essa. Foi tudo bem, o grupo está preparado e agora é deixar tudo dentro de quadra”, comentou.

“A expectativa é muito boa para esse campeonato e vamos correr atrás. A viagem é longa, então logo na chegada já temos que fazer um trabalho para deixar os atletas preparados, no ritmo de jogo ideal e adaptados ao fuso horário”, complementou Lorite.

Na fase inicial, a equipe comandada pelo treinador Douglas Lorite aparece no Grupo C, ao lado de Qatar, Ucrânia, Itália e Quirquistão. Os demais são estes: Rússia, Eslovênia, Turquia, Argentina e Nova Zelândia (Grupo A); China, Romênia, Letônia, Cazaquistão e Estados Unidos (Grupo B); Mongólia, Holanda, Lituânia, Sérvia e Coréia do Sul (Grupo D).

O Brasil estreia no dia 02 de outubro (quarta-feira), disputando dois jogos: contra a Itália, às 09h55 (de Brasília), e diante do Quirquistão, às 10h55 (de Brasília). No dia 04 de outubro (sexta-feira), o selecionado nacional joga mais duas vezes, concluindo sua participação na primeira fase: contra o Qatar, às 05h55 (de Brasília), e diante da Ucrânia, às 07h55 (de Brasília).

A Seleção Brasileira é formada pelos seguintes atletas: Fabrício da Silva Veríssimo (Lendas RJ), Leonardo Branquinho (São Paulo DC), Matheus Alexandre Parcial Bispo Leite (Lendas RJ) e William Weihermann (São Paulo DC). Já a comissão técnica conta com Francisco das Chagas Oliveira (chefe da delegação), Douglas Lorite Motta (treinador), Luca Ramirez de Carvalho (assistente-técnico), Thiago Biscuola de Sordi (preparador físico) e Wagner Felipe Campos (fisioterapeuta).

De acordo com o regulamento, na fase inicial as equipes jogam entre si, dentro dos seus respectivos grupos, e os dois melhores de cada um deles avançam para as quartas de final. Depois, ocorrem as semifinais e, em seguida, a grande final.

Logo após a Copa do Mundo Sub-23 Masculina, a deleção brasileira embarca com destino a Doha, no Quatar, para disputar os Jogos Mundiais de Praia, que estão agendados para ocorrer de 13 a 16 de outubro.

Seleção Brasileira é superada pelo Canadá e vai disputar a medalha de bronze na Copa América

A Seleção Brasileira Adulta Feminina vai disputar a medalha de bronze na FIBA Women’s AmeriCup 2019 (Copa América). Neste sábado (28 de setembro), o selecionado nacional foi superado pelo Canadá, por 66 a 58 (28 a 26 no primeiro tempo), em confronto equilibrado e emocionante, realizado no Coliseo Roberto Clemente, em San Juan, Porto Rico, válido pela semifinal.

O primeiro tempo foi marcado pelo excelente desempenho defensivo do selecionado nacional, dentro do que foi solicitado pelo técnico José Neto, com muita variação, fato este que levou a equipe canadense a cometer alguns erros e deu a chance de o Brasil assumir o comando do marcador no final do segundo quarto, mesmo não sendo tão efetivo ofensivamente – 15 a 11 (primeiro quarto) e 11 a 17 (segundo quarto).

Na volta do intervalo, o equilíbrio e a emoção prevaleceram, com as duas equipes rendendo o mesmo no ataque e na defesa (17 a 17). Nos dez minutos finais, o duelo seguiu acirrado e emocionante até os minutos finais, quando o Canadá conseguiu desgarrar no marcador e o Brasil não teve força para reagir, pois o aproveitamento ofensivo seguiu baixo (23 a 13).

Jogaram pela Seleção Brasileira: 03. Isabela Ramona (02 pontos, 01 rebote e 01 assistência), 05. Rapha Monteiro (02 bolas recuperadas), 07. Patty Teixeira (08 pontos, 04 rebotes e 02 assistências), 08. Tainá Paixão (02 pontos, 05 assistências e 02 bolas recuperadas), 10. Tati Pacheco (01 rebote e 01 assistência), 11. Clarissa dos Santos (14 pontos, 07 rebotes, 01 assistência, 02 bolas recuperadas e 01 bloqueio), 12. Damiris Dantas (16 pontos, 09 rebotes, 02 assistências e 01 bola recuperada), 14. Erika de Souza (08 pontos, 09 rebotes, 04 assistências, 01 bola recuperada e 03 bloqueios), 18. Débora da Costa (08 pontos, 01 rebote, 03 assistências e 01 bola recuperada), 23. Alana Gonçalo (03 rebotes), 31. Nádia Colhado e 97. Mariana Moura (02 rebotes).

Comissão Técnica: Adriana Aparecida dos Santos Lopez (gerente técnica), Ricardo Brito de Carvalho (administrador), José Alves dos Santos Neto (técnico), Virgil Marc Michel Lopez e João Almeida Camargo Neto (assistentes técnicos), Diego Maroja Falcão (preparador físico), Paulo Roberto de Queiroz Szeles (médico), Isabel Cristina Castro Rosa e Jordana Reis da Silva (fisioterapeutas).

Na disputa da medalha de bronze, que ocorre neste domingo (29 de setembro), às 18h30 (de Brasília), no mesmo local, o Brasil vai enfrentar o perdedor da outra semifinal, que reúne Estados Unidos e Porto Rico. O SporTV 2 transmite esta partida.

XI de Agosto/AABT/Tatuí derrota o XV de Piracicaba no seu segundo amistoso

O XI de Agosto/AABT/Tatuí derrotou o XV de Piracicaba, em duelo amistoso realizado na noite de sexta-feira (27 de setembro), no ginásio de Esportes Simão José Sobral (Associação Atlética XI de Agosto), na cidade de Tatuí (SP), por 94 a 85 (45 a 33 no primeiro tempo), dando sequência a sua preparação para a competição de Acesso ao Campeonato Paulista.

A equipe tatuiense começou em ritmo forte e logo passou a comandar o marcador, ficando na frente nos três primeiros períodos. O representante piracicabano, no entanto, cresceu nos dez minutos finais e cortou um pouco a vantagem do time da casa – 27 a 19 (primeiro quarto), 18 a 14 (segundo quarto), 27 a 22 (terceiro quarto) e 22 a 30 (quarto final).

Os atletas mais efetivos do XI de Agosto/AABT/Tatuí foram William Drudi e Elivelton dos Santos, ambos com 20 pontos, e Nicolas Ferraz, com 16 pontos. Pelo XV de Piracicaba, William Evangelista anotou 40 pontos.

Na visão do técnico Júlio Malfi, o amistoso possibilitou análises importantes sobre o atual estágio da equipe nesta etapa de preparação. “Este amistoso foi muito bom para que pudéssemos analisar os pontos em que precisamos trabalhar e desenvolver mais em relação ao jogo. A equipe vem cada vez mais atuando em conjunto e a nossa defesa precisa de ajustes. Neste jogo deu para perceber em quais itens precisamos melhorar; o ponto mais positivo foi o conjunto, com os jogadores que estavam sem atuar ganhando ritmo”, analisou.

“Teremos agora mais alguns treinamentos antes de iniciar a nossa caminhada na competição de acesso ao Campeonato Paulista. Quero agradecer ao público de Tatuí, pois assim como ocorreu no primeiro amistoso diante do Corinthians Paulista, o ginásio recebeu um excelente número de torcedores para nos apoiar”, complementou Malfi.

Já para o pivô William Drudi, a equipe já está se moldando. “Conseguimos abrir uma diferença e não mantivemos, especialmente, por conta da parte defensiva, mas enfrentamos uma equipe que já se conhece e que possui jogadores experientes, bem parecida com a nossa, apresentando a mescla de atletas bens jovens e outros mais experimentados. O time está ganhando a ‘sua cara’ e agora temos que trabalhar forte nos últimos treinamentos antes da estreia e acertar, especialmente, a marcação, pois o Júlio Malfi sempre nos pede e nos cobra para aplicarmos uma defesa forte e agressiva”, analisou.

Os parceiros do XI de Agosto/AABT/Tatuí são estes: Prefeitura Municipal de Tatuí, Associação Atlética XI de Agosto, Associação de Amigos do Basquete de Tatuí (AABT), Sport Zone, Concreto e Metálico, Lucemi, Pleno – Grupo Moreno, Vioto, EcoLife e Refrigerantes Vieira Rossi.

Brasil enfrenta o Canadá na semifinal da Copa América

A Seleção Brasileira Adulta Feminina enfrenta o Canadá, neste sábado (28 de setembro), às 18h30 (de Brasília), no Coliseu Roberto Clemente, em San Juan, Porto Rico, na semifinal da FIBA Women's AmeriCup 2019 (Copa América). O duelo terá transmissão ao vivo pelos canais SporTV.

Para chegar a esta etapa da competição, a equipe comandada pelo técnico José Neto concluiu a fase inicial na segunda colocação do Grupo B, com três vitórias (Colômbia, Argentina e Paraguai) e uma derrota (Estados Unidos). Já a equipe canadense ficou com a primeira colocação do Grupo A, contabilizando quatro resultados positivos (México, Cuba, Porto Rico e República Dominicana).

“Vai ser um jogo difícil, o Canadá tem muita qualidade e muitas atletas que são altas, que jogam muito bem lá dentro, além contar com meninas que possuem bons arremessos. Sabemos das nossas qualidades e do nosso potencial, temos jogado bem nos últimos jogos; fizemos um jogo duro contra os Estados Unidos e vimos o nosso potencial, vimos também que podemos conseguir algo melhor; vamos entrar firmes para buscar a vitória, pois temos muitas qualidades para buscar isso”, comentou a armadora Tainá Paixão.

Seleção Brasileira: 03. Isabela Ramona, 05. Rapha Monteiro, 07. Patty Teixeira, 08. Tainá Paixão, 10. Tati Pacheco, 11. Clarissa dos Santos, 12. Damiris Dantas, 14. Erika de Souza, 18. Débora da Costa, 23. Alana Gonçalo, 31. Nádia Colhado e 97. Mariana Moura.

Comissão Técnica: Adriana Aparecida dos Santos Lopez (gerente técnica), Ricardo Brito de Carvalho (administrador), José Alves dos Santos Neto (técnico), Virgil Marc Michel Lopez e João Almeida Camargo Neto (assistentes técnicos), Diego Maroja Falcão (preparador físico), Paulo Roberto de Queiroz Szeles (médico), Isabel Cristina Castro Rosa e Jordana Reis da Silva (fisioterapeutas).

Na outra semifinal, que também será jogada neste sábado (28 de setembro), às 21h (de Brasília), os Estados Unidos, primeiro colocado do Grupo B, enfrentam o anfitrião Porto Rico, segundo colocado do Grupo A. Os dois vencedores das semifinais decidem o título, no domingo (29 de setembro), em horário a ser confirmado.

Visit fbetting.co.uk Betfair Review