Festival de 20 anos da LBC marcou a comemoração em grande estilo

Uma grande festa, promovida no domingo (1º de dezembro), em Bauru (SP), marcou a comemoração principal do aniversário de 20 anos da LBC. A ideia foi remeter a fundação da Liga Regional de Basquete Centro Oeste Paulista (LBC), ocorrida, justamente, em um festival de abertura na antiga Associação Luso Brasileira, após a formação de 30 oficiais de quadra e mesa.

O Festival, que foi realizado em parceria com a Associação Luso Brasileira de Bauru e Associação Bauru Basket, contou com a participação de 22 equipes, representando estas cidades: Bauru, Reginópolis, Avanhandava, Penápolis, Promissão, Bernardino de Campos, Iacanga e Marília. Todos os atletas participantes são iniciantes e nunca haviam participado de uma competição.

“Foi um dia de muita festa e interação para as crianças, que puderam vivenciar o ambiente saudável esportivo e de competitividade, de uma maneira lúdica e descontraída. Os jogos não tiveram placar e foram feitos de maneira educativa. A participação dos pais foi de suma importância, pois estiveram o dia todo acompanhando as atividades”, relatou Priscila Dorigo, presidente da Liga Regional de Basquete Centro Oeste Paulista.

“O objetivo da LBC é manter esses festivais anualmente, por isso, está buscando empresas amigas e parceiras para essa fomentar programação. A ideia dos festivais é proporcionar um momento de interação, dando oportunidade para as crianças saírem dos seus ambientes comuns, conhecer novas crianças e cultivar novas amizades dentro das quadras. Neste ambiente de brincadeira e do basquete não há espaços para diferenças sociais, lá as crianças são todas iguais, o que atinge o nosso objetivo de interatividade entre todos”, acrescentou Dorigo.

“Proporcionar campeonatos altamente competitivos e também tonar o ambiente do basquete atrativo para as crianças é a nossa meta, pois assim, conseguimos ajudar os técnicos a darem um sentido para que as crianças continuem seus treinamentos e sigam dentro dos projetos. Formar pessoas de bem, dando cidadania e proporcionando o crescimento de grandes cidadãos, esse é nosso principal objetivo”, complementou Priscila.

O dia festivo contou também com apresentação de dança, com as crianças do projeto Social Wise Way, e apresentação do Hino Nacional, com o projeto da UNIMED. Foram 33 jogos durante todo o dia, além da interação com os atletas do Bauru Basket, que deram à oportunidade de as crianças conhecerem os jogadores e tirarem fotos com seus ídolos.

Dentro do Festival, a Liga Regional de Basquete Centro Oeste Paulista (LBC) lançou o Projeto Mini Árbitros. O objetivo foi colocar atletas das categorias de base em contato com a arbitragem, ensinando o ofício aos futuros árbitros, criando o interesse desses atletas em uma nova área dentro do basquete.

“Neste evento contamos com os monitores da LBC (oficiais atuantes), que instruíram os minis árbitros durante os jogos. Foram, ao todo, nove atletas no projeto mini árbitros, marcando o início deste projeto”, finalizou Priscila Dorigo.

Santo André vence a segunda e garante vaga na semifinal do Paulista Feminino

O Santo André/APABA/Caoa Chery garantiu classificação ao playoff – semifinal do Campeonato Paulista Feminino – 2019 ao derrotar o Pró-Esporte/Sorocaba, no domingo (1º de dezembro), por 76 a 54 (34 a 22 no primeiro tempo), em jogo válido pela segunda rodada da série melhor-de-três do playoff – quartas-de-final, realizado no ginásio Municipal Laís Elena, na cidade de Santo André (SP). Com a vitória, o time andreense fechou a disputa com duas vitórias e nenhuma derrota.

A equipe andreense, comandada pela técnica Arilza Coraça, esteve sempre no comando do marcador, conseguindo boas diferenças no segundo e terceiro períodos, enquanto o primeiro e o quarto foram mais equilibrados. Com esse panorama, o Santo André construiu uma vantagem sólida para a vencer e seguir na briga pelo título – 16 a 15 (primeiro quarto), 18 a 07 (segundo quarto), 20 a 11 (terceiro quarto) e 22 a 21 (quarto final).

Os destaques da partida foram a cubana Ariada Felipe (25 pontos, 02 rebotes e 02 bolas recuperadas) e Raphaella Silva (12 pontos e 06 rebotes), pelo time do Grande ABC; Maria Carolina (15 pontos e 14 rebotes – double-double) e Tayná Reis (12 pontos e 02 assistências), em favor da equipe do Interior.

Na semifinal, o Santo André/APABA/Caoa Chery vai enfrentar o Vera Cruz/Campinas. “As nossas jogadoras fizeram o papel necessário para vencer e garantir a classificação, mas já estamos focadas na série semifinal contra o time de Campinas, que iniciaremos jogando em casa e depois atuaremos fora. Vai ser muito importante vencermos em nossos domínios; lembrado que na fase de classificação vencemos em fora e perdemos em casa”, comentou a técnica andreense.

“E quando nós vencemos em Campinas, nem estávamos com a equipe completa. Mas, nós provamos ter dez jogadoras para rodar, todas têm condições de entrar e jogar bem, fazendo um jogo forte; o nosso objetivo é sempre vencer e avançar de fase”, finalizou Arilza Coraça.

Caseta, de Dimitri Sousa, derrota o Mantova e segue crescendo na Série A-2 Italiana

O Sporting Club Juvecaserta, do lateral Dimitri Sousa, manteve o momento favorável na Série A-2 do Campeonato Italiano – 2019/2020 ao derrotar o Pompea Mantova, neste domingo (1º de dezembro), por 77 a 61 (51 a 28 no primeiro tempo), em duelo realizado no Palamaggiò, na cidade de Caserta (ITA), válido pela 11ª rodada. Com a vitória, o time do brasileiro subiu para a sexta colocação na classificação geral, contabilizando seis vitórias e cinco derrotas.

E o Sporting Club Juvecaserta fez mesmo valer o seu mando de quadra, iniciando a partida em ritmo alucinante, sem dar chances ao adversário, seja no ataque ou mesmo na defesa, abrindo vantagem. Com esse panorama, venceu bem os dois primeiros quartos: 30 a 16 (primeiro) e 21 a 12 (segundo).

Nos dois períodos seguintes, a equipe da casa controlou bem a sua vantagem e garantiu o resultado positivo, sem sobressaltos – 11 a 13 (terceiro quarto) e 15 a 20 (quarto final).

“Foi uma vitória muito importante, pois conseguimos impor um ritmo forte de jogo desde o primeiro quarto. Limitamos os melhores jogadores deles e jogamos muito coletivamente, tendo cinco jogadores pontuando em dois dígitos”, comentou Dimitri, que anotou 13 pontos e apanhou seis rebotes, em 19min14 de presença em quadra.

Os outros destaques da partida foram Paci, 17 pontos e 05 rebotes, e Gluri, 15 pontos e 08 rebotes, pelo time da casa; Clarke, 15 pontos e 03 rebotes, e Lawson Jr, 14 pontos e 05 rebotes, em favor do visitante.

O próximo compromisso do Sporting Club Juvecaserta será contra o Feli Pharma Ferrara, no domingo (08 de dezembro), às 14h (de Brasília), no MF Palace, em Ferrara (ITA), pela 12ª rodada do Campeonato Italiano da Série A-2 – 2019/2020.

Caserta, de Dimitri Sousa, quer manter o bom momento na Série A-2 Italiana diante do embalado Mantova

Em crescimento na temporada, o Sporting Club Juvecaserta, do lateral Dimitri Sousa, enfrenta o Pompea Mantova, neste domingo (1º de dezembro), às 14h (de Brasília), no Palamaggiò, em Caserta (ITA), pela 11ª rodada do Campeonato Italiano da Série A-2 – 2019/2020. O time do brasileiro vem de quatro vitórias nos últimos cinco jogos realizados e quer manter o quadro evolutivo.

Para Dimitri, será mais um duelo difícil, pois os dois times estão vivendo momentos favoráveis na competição. “Enfrentaremos uma equipe muito forte e que está vivendo um grande momento na competição. Eles vêm de cinco vitórias consecutivas e estão jogando um basquete muito intenso. Nós também estamos vivendo um momento positivo, com quatro vitórias nos últimos cinco jogos”, comentou.

“Com certeza será uma partida muito difícil e intensa, mas estamos confiantes que iremos manter a sequência de vitórias em casa”, completou Dimitri, que foi muito bem nos últimos compromissos da sua equipe.

Na última vez que esteve em quadra, o Sporting Club Juvecaserta bateu o Agribertocchi Orzinuovi, mesmo atuando fora de casa (83 a 73). O Pompea Mantova derrotou o Apu Old Wild West Udine, jogando em seus domínios (86 a 83).

Na classificação geral, a equipe de Caserta aparece no sétimo lugar, contabilizando cinco vitórias e cinco derrotas. Já o representante de Mantova ocupa a segunda colocação, com sete vitórias e três derrotas.

Santo André sai na frente nas quartas do Paulista Feminino

O Santo André/APABA/Caoa Chery saiu na frente na série melhor-de-três do playoff – quartas-de-final do Campeonato Paulista Feminino – 2019 ao derrotar o Pró-Esporte/Sorocaba, na noite de quinta-feira (28 de novembro), por 73 a 45 (33 a 24 no primeiro tempo), mesmo atuando no ginásio Municipal de Esportes Doutor Gualberto Moreira, na cidade de Sorocaba (SP).

O time do Grande ABC esteve sempre no comando do marcador, fazendo a diferença crescer a cada período, com a técnica Arilza Coraça rodando bastante as suas jogadoras em quadra e, assim, extraindo o máximo da equipe – 17 a 14 (primeiro quarto), 16 a 10 (segundo quarto), 20 a 08 (terceiro quarto) e 20 a 13 (quarto final).

E a treinadora andreense ficou muito contente, uma vez que as jogadoras corresponderam bem à proposta de jogo. “A equipe jogou muito focada e tivemos um aproveitamento excelente, as jogadoras agora estão com ritmo, pois aquelas que não foram para os Jogos Abertos do Interior treinaram com as equipes sub-17 e sub-19, comandadas pela técnica Vivian Gitti. Além disso, o entrosamento está crescendo e as atletas estão com mais paciência no ataque, especialmente quando recebemos a defesa por zona”, comentou.

“Fizemos um ótimo jogo, usando todas as nossas jogadoras. E a expectativa é sempre a melhor, uma vez que entramos para vencer, pois temos um grupo maravilhoso e que está muito feliz, além de extremamente concentrado, querendo vencer o segundo jogo desta série para garantir vaga na semifinal do estadual; essa é a nossa expectativa”, completou Arilza.

Os principais nomes da partida foram Aruzha Michaski (14 pontos, 07 rebotes e 09 assistências) e Maria Carolina (09 pontos e 10 rebotes), pelo time da casa; Letícia Rodrigues (15 pontos e 06 rebotes) e a cubana Ariadna Felipe (14 pontos e 03 assistências), em favor do visitante.

O segundo jogo desta série melhor-de-três do playoff – quartas-de-final do Campeonato Paulista Feminino – 2019 acontece no domingo (1º de dezembro), às 17h30 (de Brasília), no ginásio Municipal Laís Elena, em Santo André (SP). Um novo resultado positivo garante o Santo André/APABA/Caoa Chery na semifinal.

São Paulo DC agradece e deseja sucesso ao atleta Jefferson Socas na volta ao Basquete 5x5

O São Paulo DC, um dos principais nomes do Basquete 3x3 brasileiro e sul-americano, só tem motivos para agradecer e desejar sucesso ao atleta Jefferson Socas, que esteve com a equipe em 2019 e agora voltará a atuar no Basquete 5x5 em 2020, vestindo a camisa do Blackstar/Joinville.

De acordo com o supervisor Gustavo Bracco, Socas teve uma passagem vitoriosa pelo São Paulo DC. “Tivemos uma nítida evolução na qualidade técnica da equipe com a vinda do Jefferson Socas para a temporada 2019; líder nato, com excelente aplicação tática e técnica. Estamos felizes de ter contado com ele em todos os sentidos e entendemos que o fator ‘casa’ e voltar a disputar o Campeonato Brasileiro, jogando perto de seus familiares, fez a diferença em sua decisão”, comentou.

“De qualquer forma, a sua volta para o Basquete 5x5 confirma a importância do Basquete 3x3 no país. Estamos tristes pela perda, mas contentes, pois ele nos deu a chance de crescer como equipe”, completou Bracco.

No período que defendeu o São Paulo DC, Socas jogou três World Tours (Montreal, México e Los Angeles) e três Challengers (Chipre, Malásia e São Paulo). Defendeu a Seleção Brasileira nos Jogos Pan-americanos (Lima) e na Copa do Mundo FIBA (Amsterdã).

Entra as conquistas vestindo a camisa do São Paulo DC, Jefferson foi campeão Brasileiro da CBB e campeão Liga ANB, além de ser eleito o melhor jogador brasileiro de Basquete 3x3 em 2019.

O São Paulo DC3x3, equipe filiada à Federação Paulista de Basketball (FPB), é apoiado pelo projeto Drible Certo no Mundo, aprovado junto a Lei de Incentivo ao Esporte da Secretaria de Esportes do Governo do Estado de São Paulo. Projeto patrocinado pela Havan e Decathlon Brasil. Apoios: Naturiza, NAR – Núcleo de Alto Rendimento, Uniformes Overtime, Meias Elite e Associação de Pessoal da Caixa Econômica Federal – APCEF. Realização: B16 Incentivo e Instituto Futuros Craques.

Eder Jofre é o primeiro integrante do Hall da Fama do Esporte da cidade de São Paulo

A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de São Paulo realizou, nesta segunda-feira (25 de novembro), na quadra do Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP), em São Paulo (SP), uma bela e merecida homenagem ao ex-pugilista, Eder Jofre, pela sua brilhante carreira. Detentor de três títulos mundiais, o Galo de Ouro, considerado um dos maiores boxeadores de todos os tempos nacionalmente e internacionalmente, é o primeiro nome a integrar o Hall da Fama do Esporte da cidade de São Paulo.

“Homenagem mais do que justa, pois o Eder Jofre é o Pelé do boxe brasileiro, um grande orgulho para o nosso país, mas especialmente para nós paulistanos. Inauguramos o Hall da Fama dos atletas paulistanos tendo a clara consciência que o esporte é feito para pessoas e por pessoas. Essa homenagem foi realizada para que o exemplo e o legado do Eder Jofre se perpetuem, para que um tanto de garotos e garotas, que estão começando agora, possam se inspirar na carreira e na história vencedora do Galo de Ouro”, relatou Carlos Bezerra Jr, secretário Municipal de Esportes, que foi o idealizador do Hall da Fama.

Outros nomes importantes do boxe brasileiro e internacional estiveram presentes para abrilhantar ainda mais o evento e para reverenciar os feitos de Jofre nos ringues do Brasil e do mundo: Miguel de Oliveira (campeão mundial), Servílio de Oliveira (medalhista olímpico) e Sidney Dal Rovere, entre outros.

“Quero parabenizar a Secretaria Municipal de Esportes de São Paulo por homenagear o nosso maior expoente do boxe. Eder, que no dia 18 de novembro de 1960, ganhou o seu primeiro título de campeão Mundial para o Brasil, servindo de exemplo e inspiração para diversos boxeadores brasileiros que vieram a seguir”, comentou Servílio.

“Temos que agradecer ao Eder Jofre pelo que fez e foi no boxe nacional, além disso, pela inspiração que me deu; foi por isso que comecei a treinar e a lutar boxe, chegando ao título Mundial. Isso tudo, eu terei sempre que agradecer ao Eder, pois sempre serei seu admirador”, complementou Miguel.

A apresentação do evento ficou à cargo de Carlos Renato dos Santos, o Renatinho, árbitro de basquete, que detém um currículo maravilhoso, apitando finais de campeonatos extremamente importantes, como Campeonato Mundial e Jogos Olímpicos.

‘Projeto Mini Árbitros LBC’ será iniciado no Festival LBC 20 Anos

O ‘Projeto Mini Árbitros LBC’ visa utilizar os atletas das categorias de base, que atuam nos campeonatos da Liga Regional de Basquete Centro Oeste Paulista (LBC), para os jogos dos festivais que serão realizados daqui para frente. O primeiro laboratório ocorrerá no Festival LBC 20 anos, que ocorre no dia 1º de dezembro (domingo), em Bauru (SP), fazendo parte das comemorações do aniversário de 20 anos da entidade.

“O objetivo é ensinar aos atletas envolvidos no Projeto Mini Árbitros o oficio da arbitragem de basquetebol. Ensinar os princípios do minibasquete e despertar para o trabalho com a arbitragem. Isso é crescimento para as equipes e para as nossas cidades, que terão os atletas mais intimamente relacionados com as regras e com a arbitragem”, comentou Priscila Dorigo, presidente da LBC.

A meta é contar com atletas dos 14 anos aos 17 anos, nos naipes feminino e masculino. “Vamos juntos movimentar nossa região; contamos com todos. Para se inscrever, entre em contato pelo WhatsApp: (14) 99129-5639”, explicou Dorigo.

Importante: cada atleta participante deverá levar o seu apito, caneta azul ou preta e vermelha, além disso, deve estar trajando bermuda preta e camiseta branca.

Santo André vence as duas e fecha a fase inicial dos Jogos Abertos do Interior na liderança do grupo

O Santo André/APABA/Caoa Chery cumpriu o seu objetivo na fase inicial da 83ª edição dos Jogos Abertos do Interior – 2019, que estão sendo disputados em Marília (SP). A equipe comandada pela técnica Arilza Coraça, mesmo sem contar com a sua força máxima, derrotou, na estreia, Araraquara (66 a 38) e, na segunda rodada bateu Santos (69 a 53).

“Apesar do placar diante de Araraquara, a equipe esteve muito apática por conta da viagem tumultuada do dia anterior, pois tivemos problemas com o ônibus, devido a uma pane mecânica e esperamos outro veículo ir nos buscar. Já contra Santos, jogamos bem e usando todas as jogadoras presentes; uma vez que pelo regulamento dos Jogos Abertos, Maira Horford, Letícia Rodrigues, Raphaella da Silva e Ariadna Felipe não estão participando”, relatou Arilza.

Com esses dois resultados positivos, o Santo André/APABA/Caoa Chery ficou com a primeira colocação Grupo B e vai enfrentar o vencedor do duelo entre Caieiras (segundo colocado do Grupo A) e Sorocaba (primeiro colocado do Grupo C) na semifinal. Já no outro emparceiramento estão: Itu (primeiro colocado do Grupo A) vai enfrentar o ganhador do confronto entre Araraquara (segundo colocado do Grupo B) e São José do Rio Preto (segundo colocado do Grupo C).

Trabalho coeso é o combustível para o crescimento do XI de Agosto/AABT/Tatuí

O XI de Agosto/AABT/Tatuí só tem conseguido êxito em sua recente caminhada com a equipe de alto rendimento de basquete masculino, graças a uma somatória importante de fatores, que está resultando em aspectos amplamente positivos. Um dos pontos principais para que isso ocorra é o trabalho coeso que vem sendo realizado dentro de fora da quadra.

Dentro das quatro linhas, o técnico Júlio Malfi, a sua comissão técnica e os atletas estão se empenhado bastante para que o time ganhe entrosamento, se adapte cada vez mais ao sistema de jogo que vem sendo implantado e jogue na plenitude. Já fora da quadra, o trabalho também tem sido árduo, com um verdadeiro time de amantes do esporte se empenhando bastante para conseguir mais parceiros, aumentando a estrutura e a força do projeto.

“Na nossa equipe cada um está procurando executar o seu trabalho da melhor maneira possível, pois essa a forma de se alcançar os objetivos que foram traçados na criação do time. Nada disso estaria acontecendo se não fosse pelo esforçado somado de algumas pessoas com visão futurista, como a prefeita Maria José Gonzaga, o vice-prefeito Luiz Paulo Ribeiro da Silva, o secretário de Educação, Miguel Lopes Cardoso Junior, e o secretário Municipal do Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, Cassiano Sinisgalli, entre outros nomes. O esporte é uma eficaz ferramenta social e de propagação da saúde, além de funcionar como entretenimento aos munícipes”, comentou Malfi.

“Esse engajamento tem sido fundamental para que a equipe pense sempre em coisas maiores, o que é importante para o município de Tatuí, não só em termos internos, como externos também, visto que o nome da cidade vai circulado positivamente pelos quatro cantos do país. Tudo isso, volto a frisar, graças ao arrojo e coragem da prefeita e de sua equipe de trabalho”, complementou Júlio.

Outros nomes estão batalhando pelo crescimento do XI de Agosto/AABT/Tatuí: Douglas Dalmatt, diretor de esportes; Evandro Mantegazze, vice-presidente da Associação Atlética Onze de Agosto; e Hamilton Silva, vice-presidente da Associação de Amigos do Basquete de Tatuí (AABT).

Já na visão do experiente pivô William Drudi, a tendência é de crescimento, graças a união dos envolvidos com o basquete em Tatuí. “O projeto conta com amantes do basquete, como o Miguel Lopes Cardoso Junior, que criou a Associação de Amigos do Basquete de Tatuí (AABT) há 11 anos, plantando uma sementinha, sempre trabalhando com a base e agora deu um passo importante, montando a equipe adulta de alto rendimento. A prefeita Maria José Gonzaga tem dado todo o apoio para conseguirmos fazer um o nosso trabalho”, relatou.

“A tendência é que o projeto evolua bastante, pois o Miguel, secretário de educação, está trabalhando arduamente, correndo atrás de parceiros e patrocinadores, assim como o Douglas, que é o diretor de esportes. Enfim, contamos com um grupo de pessoas que querem ver o basquete de Tatuí crescendo e evoluindo, por isso, as coisas tem dado certo e a tendência é que renda muitos frutos para o município”, completou Drudi.

Os parceiros do XI de Agosto/AABT/Tatuí são estes: Prefeitura Municipal de Tatuí, Associação Atlética XI de Agosto, Associação de Amigos do Basquete de Tatuí (AABT), Sport Zone, Concreto e Metálico, Lucemi, Pleno – Grupo Moreno, Vioto, EcoLife e Refrigerantes Vieira Rossi.

André Brazolin receberá o Prêmio “Homens de Destaque 2019” da Câmara de Vereadores de São Paulo

O Anjo do Esporte, André Brazolin, receberá, no dia 29 de novembro (sexta-feira), às 19h (de Brasília), no Plenário 1º de Maio, na Câmara Municipal de São Paulo, na zona central da capital paulista, o Prêmio “Homens de Destaque 2019”. O láureo é direcionado a pessoas que se sobressaem de maneira relevante em suas áreas, através de uma iniciativa do presidente da Câmara Municipal de São Paulo, o vereador Eduardo Tuma (PSDB).

“Gratidão ao vereador Eduardo Tuma e a cidade de São Paulo, local em que nasci e apreendi a servir ao próximo. Isso, com toda a certeza, me dará ainda mais força para seguir trabalhando em prol do ser humano, especialmente os que mais necessitam de um auxílio ou, no mínimo, de uma palavra amida e de incentivo”, relatou Brazolin.

O ex-jogador de basquete André Brazolin é o criador do Instituto Brazolin, que realiza com braveza e competência o projeto social Anjos do Esporte, que já resultou em grandes frutos à sociedade, nos mais de dez anos de atuação. O projeto atua em áreas de risco e de vulnerabilidade social, usando o esporte como ferramenta de socialização para transformar vidas, passando valores positivos e propagando saúde, sempre com mensagens importantes aos jovens e aos seus familiares.

Além disso, André está sempre visitando abrigos, orfanatos, asilos, presídios, centros de refugiados e clínicas de dependentes químicos. “Fazemos um trabalho muito forte de combate às drogas através do esporte. Se o jovem falar que não virou jogador ou atleta profissional, não tem problema. Porque no tempo que estamos com ele, nós estamos falando sempre que o importante não é virar profissional, mas sim usar o esporte como ferramenta contra ás coisas ruins”, finalizou Brazolin.

Com novidades, São Paulo DC traça planejamento ousado para 2020

Com o ano de 2019 quase chegando ao final, o São Paulo DC, um dos principais nomes do Basquete 3x3 brasileiro e sul-americano, já fez as devidas análises e, depois isso, traçou as novas metas, aquelas que deverão ser alcançadas em 2020, que será um ano muito importante para a modalidade, não só em termos nacionais, como internacionais também.

De acordo com Gustavo Bracco, manager do São Paulo DC, algumas novidades estão previstas para serem implementadas no próximo ano. “Queremos e vamos tentar aumentar a nossa abrangência, com uma nova categoria no naipe masculino, que é o sub-18, e a criação da equipe feminina sub-23. Assim, seguiremos na vanguarda, trabalhando ainda mais em prol do Basquete 3x3 brasileiro”, comentou.

Especificamente para a equipe adulta masculina, Bracco, além de ver os atletas que compõem o elenco nas futuras convocações da Seleção Brasileira, definiu metas importantes para o time. “Queremos disputar, ao menos, três etapas do FIBA World Tour e lutar para chegar à semifinal nestas competições; buscar o tetracampeonato do Brasileiro, organizado pela Confederação Brasileira de Basketball (CBB), e também o tricampeonato da ANB”, relatou.

Para o conjunto sub-23 masculino, o manager também tem objetivos importantes estabelecidos; no recém-criado sub-18 masculino, Gustavo já definiu as primeiras metas. “Para o sub-23 masculino, queremos disputar o Mundial da categoria, com pelo menos três atletas da equipe integrando a Seleção Brasileira; almejamos buscar os títulos do Campeonato Brasileiro da CBB e da Liga ANB. Já o sub-18 tem como meta também lutar pelos títulos do Brasileiro e da Liga ANB”, explicou.

Com relação a equipe universitária, que tem parceria com a Universidade Paulista (Unip), os objetivos são os mesmos deste ano. “Queremos repetir o que fizemos em 2019, ou seja, ir subindo gradativamente os degraus, até chegar a disputa da Copa do Mundo Universitária (FISU). Para isso, temos que vencer as etapas estadual (Jub’s), nacional (Jub’s) e pan-americana; é trabalho dobrado para mantermos, pelo menos o mesmo retrospecto, mas queremos sempre evoluir”, comentou Bracco.

Por fim, para o naipe feminino, é viabilizar a criação da equipe. “Queremos formar a equipe e disputar a Liga ANB e Brasileiro da CBB. Almejamos também também as competições universitárias: estadual (Jub’s) e nacional (Jub’s), buscando uma vaga na etapa pan-americana. Queremos formar esta equipe”, explicou Gustavo.

Como sempre ocorreu na história do São Paulo DC, graças a gestão ousada e arrojada, a equipe sempre esteve na vanguarda, sendo pioneira em vários aspectos e, para 2020, o pensamento não é diferente. “Vamos seguir lutando pelo engrandecimento do Basquete 3x3 nacional, fazendo tudo que está ao nosso alcance para auxiliar no crescimento e desenvolvimento interno da modalidade. Desafios e metas nos motivam cada vez mais”, completou Bracco.

O São Paulo DC3x3, equipe filiada à Federação Paulista de Basketball (FPB), é apoiado pelo projeto Drible Certo no Mundo, aprovado junto a Lei de Incentivo ao Esporte da Secretaria de Esportes do Governo do Estado de São Paulo. Projeto patrocinado pela Havan e Decathlon Brasil. Apoios: Naturiza, NAR – Núcleo de Alto Rendimento, Uniformes Overtime, Meias Elite e Associação de Pessoal da Caixa Econômica Federal – APCEF. Realização: B16 Incentivo e Instituto Futuros Craques.

Visit fbetting.co.uk Betfair Review