Arthur Pecos destaca união e crescimento do Paulistano em momento importante do NBB

O armador Arthur Pecos relata que está muito feliz e satisfeito com a classificação do Paulistano/Corpore a grande final do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2016/2017. O time da capital paulista chegou à decisão depois de eliminar o EC Vitória-BA, com três vitórias e nenhuma derrota, na série melhor-de-cinco do playoff – semifinal.

“Estou muito feliz com essa classificação a grande final, uma vez que trabalhamos muito para chegar a esse momento. Já é um grande feito, mas agora queremos o título”, comenta Arthur, que têm estas médias por jogo, nesta competição, até aqui: 9.9 pontos, 3.4 rebotes e 5.1 assistências.

Em sua campanha, o Paulistano/Corpore, que é comandado pelo técnico Gustavo De Conti, concluiu a primeira fase na sexta colocação na classificação geral, com 57.1% de aproveitamento – 16 vitórias e 12 derrotas. Em seguida, o alvirrubro da capital paulista passou pelo Basquete Cearense, nas oitavas-de-final, e pelo Franca BC, na semifinal, ambos por 3 a 2, em séries equilibradas e difíceis.

“Acho que o nosso crescimento e o período favorável veio muito daquela fase ruim que passamos, perdendo seis jogos consecutivos, no entanto, foi neste momento que fechamos o time e conseguimos vitórias importantes na fase de classificação. Aí, fomos para os playoffs motivados e passamos por momentos duros nas séries contra o Basquete Cearense e também diante do Franca Basquete”, acrescenta Pecos, de 22 anos (1º de novembro de 1994) e 1m85.

“Isso nos fortaleceu para a disputa contra o EC Vitoria, outra equipe muito bem qualificada também, mas que conseguimos um grande rendimento para vencer e garantir presença na decisão do NBB”, complementa o jovem armador.

Na grande final do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2016/2017, o Paulistano/Corpore vai encarar o vencedor da outra série semifinal, que envolve EC Pinheiros e Gocil/Bauru Basket.

Paulistano joga pela recuperação no NBB contra o líder Brasília fora de casa

O Paulistano/Corpore busca a recuperação no Novo Basquete Brasil (NBB) – 2016/2017, enfrentando o UniCEUB/BRB/Brasília, nesta terça-feira (14 de fevereiro), às 20h00 (de Brasília), atuando no ginásio da ASCEB, em Brasília (DF), na sequência do returno da fase inicial. O time da capital paulista, que foi superado pelo Franca Basquete/Magazine Luiza na última vez que esteve em quadra, joga para quebrar uma série negativa de cinco partidas.

“Enfrentaremos o líder do campeonato e, com certeza, não será um jogo fácil, mas teremos que dificultar ao máximo aquilo que o nosso adversário tem como virtude. Além disso, precisamos colocar em prática tudo o que trabalhamos na semana de treinos para sair com a vitória e retornar a sequência boa no campeonato”, comenta o armador Arthur Pecos, do Paulistano/Corpore.

O Paulistano/Corpore ocupa a décima colocação na classificação geral, com 44.4% de aproveitamento – 08 vitórias e 10 derrotas. Já o UniCEUB/BRB/Brasília, que suplantou ao Basquete Cearense em seu compromisso mais recente, aparece na liderança, ao lado do CR Flamengo, com 72,2% de aproveitamento – 13 vitórias e 05 derrotas.

Na partida entre as duas equipes, válida pelo turno desta fase inicial, vitória do representante do Distrito Federal, mesmo atuando como visitante, por 90 a 74.

 

Paulistano enfrenta o Bauru fora de casa buscando a recuperação no NBB

O Paulistano/Corpore visita o Gocil/Bauru Basket, nesta terça-feira (31 de janeiro), às 20h00 (de Brasília), no ginásio Municipal Panela de Pressão, na cidade de Bauru (SP), em confronto válido pelo returno da fase inicial do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2016/2017. O time da capital paulista joga pela recuperação, visto que foi superado pelo Mogi das Cruzes/Helbor, mesmo jogando em seus domínios, com muita emoção, por 78 a 77.

“É um jogo que vale muito, pois o campeonato está completamente embolado e uma vitória nos levará, novamente, para a parte de cima na tabela de classificação. Buscamos a reabilitação, pois a nossa equipe vem de jogos bons e sabemos que enfrentar a equipe de Bauru fora de casa é sempre um grande desafio, pois eles têm um time bem qualificado”, analisa o armador Arthur Pecos, do Paulistano/Corpore.

No confronto entre as duas equipes, válido pelo turno desta fase inicial, vitória do Paulistano/Corpore, atuando em seu ginásio, por 90 a 66.

 

Paulistano enfrenta o Campo Mourão pensando em se manter no G-4 do NBB

O Paulistano/Corpore recebe a visita do Campo Mourão Basquete, nesta quarta-feira (25 de janeiro), ás 19h30 (de Brasília), no ginásio Antonio Prado Júnior (CA Paulistano), em São Paulo (SP), no prosseguimento da fase inicial do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2016/2017, buscando a recuperação para seguir no G-4. No seu compromisso mais recente, o time da capital paulista foi superado pelo EC Vitória, atuando fora de seus domínios.

“Espero que tenhamos um excelente resultado, o Campo Mourão é um time novo, mas que teve excelentes resultados contra adversários tradicionais, por isso, considero um jogo perigoso e temos que fazer o nosso papel para poder sair com a vitória. Temos que anular as coisas boas que eles têm, uma vez que contam com jogadores muito bons”, comenta Arthur Pecos, do Paulistano/Corpore.

“O campeonato está bem equilibrado e embolado, por isso, o resultado positivo será muito importante para nos manter na briga pelo G-4”, complementa o armador da equipe paulista, que está com estas médias por jogo: 10.5 pontos, 3.0 rebotes e 4.6 assistências.

O Paulistano/Corpore ocupa a quarta colocação na classificação geral, com 57.1% de aproveitamento – 08 vitórias e 06 derrotas – dividindo o posicionamento com mais quatro equipes: Vasco da Gama, Mogi das Cruzes/Helbor, EC Pinheiros e Gocil/Bauru Basket. Já o Campo Mourão Basquete, que foi superado pelo Gocil/Bauru Basket em seu compromisso mais recente, ocupa o décimo lugar, com 50.0% de aproveitamento – 07 vitórias e 07 derrotas.

No duelo entre as duas equipes, válido pelo turno desta fase inicial, vitória do Paulistano/Corpore, mesmo jogando fora de casa, por 92 a 74.

 

Paulistano quer a vitória diante do Vasco no primeiro jogo de 2017

O Paulistano/Corpore realiza o seu primeiro jogo de 2017, nesta terça-feira (03 de janeiro), enfrentando o CR Vasco da Gama, às 19h00 (de Brasília), no ginásio Antonio Prado Júnior (CA Paulistano), em São Paulo (SP), dando prosseguimento a fase inicial do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2016/2017. O time da capital paulista ocupa a quarta colocação na classificação geral, com 60.0% de aproveitamento – 06 vitórias e 04 derrotas.

No seu compromisso mais recente, o último de 2016, o Paulistano/Corpore passou pelo Banrisul/Caxias do Sul com tranquilidade, vencendo em casa por 82 a 49, e a expectativa agora é manter esse momento favorável. “Enfrentaremos uma equipe bem qualificada, então precisamos executar o que treinamos direcionado à equipe deles, além de fazer o nosso jogo, ou seja, aplicar uma defesa forte e impor o nosso ritmo para conseguir a vitória. Trabalhamos firme nos treinos durante o recesso de final de ano para chegar bem para esse primeiro jogo de 2017”, comenta o armador Arthur Pecos, do time paulista.

“Estamos fazendo um ótimo campeonato e seguimos trabalhando forte para sempre melhorar”, complementa Pecos.

Depois encarar o cruzmaltino, o Paulistano/Corpore viaja até Sorocaba (SP), para enfrentar a Liga Sorocabana de Basquete/Uniso, no sábado (07 de janeiro), ás 18h00 (de Brasília), atuando no ginásio Municipal Doutor Gualberto Moreira.

Paulistano estreia com vitória na Liga Sul-americana de Clubes

O Paulistano/Corpore abriu a sua participação na 21ª edição Liga Sul-americana Masculina de Clubes – 2016 com uma vitória sobre o uruguaio Trouville, ocorrida nesta terça-feira (04 de outubro), por 81 a 66 (39 a 35 no primeiro tempo), atuando na Arena Bolivariana, na cidade de Barquisimeto, Venezuela.

O time uruguaio esteve melhor no início da partida, fechando o quarto inicial na frente (16 a 19), mas o representante paulista se recuperou prontamente no seguinte e passou a comandar o marcador (23 a 16). O segundo tempo, teve um desenho parecido com o Trouville aparecendo melhor no terceiro quarto (17 a 20) e o Paulistano/Corpore conseguindo uma bela recuperação para vencer no período final (25 a 11).

Os destaques foram Renato Carbonari (14 pontos, 07 rebotes e 02 assistências), Lucas Dias (13 pontos, 09 rebotes, 02 assistências e 02 bolas recuperadas e 01 bloqueio) e Arthur Pecos (11 pontos e 04 assistências), pelo time brasileiro; Benjamin Puckett (17 pontos, 02 rebotes e 02 assistências), Reque Newsome (14 pontos e 07 rebotes) e Kevin Young (12 pontos e 02 rebotes), em favor da equipe uruguaia.

“Feliz com a vitória na estreia, já que é sempre bom iniciar uma competição como essa vencendo, mas ainda não temos a classificação garantida. Fizemos um jogo pegado e agora temos que pensar no representante colombiano para alcançarmos o nosso objetivo, que é avançar de fase”, analisa o armador Arthur Pecos, do Paulistano/Corpore.

O segundo compromisso do Paulistano/Corpore será contra o colombiano Bucaros de Bucaramanga, nesta quarta-feira (05 de outubro), às 18h15 (de Brasília), na Arena Bolivariana, na cidade de Barquisimeto, Venezuela.

 

Arthur Pecos renova contrato com o Paulistano/Corpore

O armador Arthur Pecos acertou a renovação de contrato com o Paulistano/Corpore, com a duração um ano. Bastante animado, o atleta de 21 anos (1º de novembro de 1994) atuará pela quarta temporada consecutiva vestindo a camisa da equipe adulta do clube da capital paulista.

“Acredito que essa renovação seja mais uma chance de mostrar o meu trabalho. Fico feliz que o Paulistano/Corpore esteja, por mais uma temporada, acreditando em mim, por isso, estou confiante e ansioso para que comece logo a temporada”, relata Pecos.

“Estou com uma expectativa muito boa e vou trabalhar forte para poder ajudar o time da melhor maneira possível, na busca dos nossos objetivos”, complementa o armador, de 1m87.

O primeiro desafio do Paulistano/Corpore na temporada 2016/2017 será o Campeonato Paulista Masculino da Série A-1. Além disso, o time da capital paulista disputará a Liga Sul-americana de Clubes e o Novo Basquete Brasil (NBB).

Arthur Pecos faz análise positiva da temporada 2015/2016

O armador Arthur Pecos, do Paulistano/Corpore, faz uma análise positiva da temporada 2015/2016 do Novo Basquete Brasil (NBB). O time da capital concluiu a sua participação na competição nacional, ao perder a série melhor-de-cinco do playoff – quartas-de-final, diante do UniCEUB/BRB/Brasília, por 3 a 1.

O Paulistano/Corpore, entretanto, foi muito bem nas etapas anteriores. “Essa temporada foi bastante diferente da anterior, primeiro, porque na passada eu tive a infelicidade de me machucar e ficar de fora mais da metade dela. Segundo, que nessa consegui mais minutos de quadra e creio que pude ajudar ainda mais o time na busca dos nossos objetivos”, comenta Pecos, de 21 anos (1º de novembro de 1994) e 1m87.

“A temporada não terminou do jeito que nós queríamos e nem como havíamos planejado, mas acredito que tivemos uma excelente performance, terminando em terceiro na fase de classificação e perdendo nas quartas para a forte e tradicional equipe de Brasília”, complementa Arthur, salientando que essa situação de conseguir mais tempo de quadra é fruto de um trabalho que vem fazendo.

Os números do armador Arthur Pecos nesta edição do NBB cresceram. As médias por jogo foram estes: 7.5 pontos, 5.4 rebotes, 3.4 assistências e 0.7 bolas recuperadas, em 19.7 minutos de presença em quadra.

Só a vitória interessa ao Paulistano no quarto jogo das quartas diante do Brasília

O Paulistano/Corpore não tem alternativa, que não seja vencer o quarto confronto da série melhor-de-cinco do playoff – quartas-de-final do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016, diante do UniCEUB/BRB/Brasília, que ocorre nesta segunda-feira (25 de abril), às 21h00 (de Brasília), no ginásio da ASCEB, em Brasília (DF). Perdendo a disputa por dois a um, só o resultado positivo mantém o time paulista na luta para chegar a semifinal.

“Essa série está bem disputada, como já havia dito antes do seu início, e agora, realmente, é o tudo ou nada para o nosso time. Precisamos da vitória e para que isso ocorra temos que parar os pontos fortes do time de Brasília, além de impor o nosso ritmo, como fizemos no segundo jogo”, comenta o armador Arthur Pecos, do Paulistano/Corpore.

Os resultados dos três jogos já disputados foram estes: 88 a 83 e 100 a 88, ambos em favor do UniCEUB/BRB/Brasília, e 99 a 78, favorável ao Paulistano/Corpore. O quinto jogo, se necessário, ocorre em São Paulo (SP), porém a data não foi definida pela Liga Nacional de Basquete (LNB).

Paulistano e Brasília jogam a segunda das quartas do NBB

O Paulistano/Corpore e o UniCEUB/BRB/Brasília jogam a segunda da série melhor-de-cinco do playoff – quartas-de-final do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016, nesta quarta-feira (20 de abril), ás 19h30 (de Brasília), no ginásio Antônio Prado Júnior (CA Paulistano), em São Paulo (SP). No primeiro confronto, o time do Distrito Federal levou a melhor e venceu, atuando em seus domínios, por 88 a 83.

Na visão de Arthur Pecos, a equipe paulista precisa manter o ritmo durante os 40 minutos. “Fizemos um primeiro jogo bom, mas acabamos deixando a vitória escapar. Nesse segundo, estaremos jogando em casa e precisamos fazer como ocorreu no primeiro tempo do jogo 01, ou seja, implantar uma defesa forte e impor o nosso ritmo, só que isso durante o jogo inteiro, além de tirar os pontos fortes deles também”, comenta o armador.

Para Guilherme Giovannoni, a expectativa é de um jogo ainda mais difícil. “Sem dúvida alguma, este jogo vai ser mais duro ainda, em relação ao que foi o primeiro. A equipe deles quer aproveitar o fato de jogar em casa para empatar a série. Pudemos ver o jogo novamente e vamos preparar algumas coisas para combater as novidades que eles vieram fazendo na partida inicial”, relata o ala/pivô, que integrou o ‘primeiro time’ da seleção das oitavas-de-final.

O terceiro confronto da série está agendado para sexta-feira (22 de abril), às 21h00 (de Brasília), novamente no ginásio Antônio Prado Júnior (CA Paulistano), em São Paulo (SP).

Arthur Pecos projeta uma série equilibrada contra o Brasília nas quartas do NBB

Está definido, o adversário do Paulistano/Corpore na série melhor-de-cinco do playoff – quartas-de-final do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016 será o UniCEUB/BRB/Brasília. Para Arthur Pecos, esta série será bastante complicada e com a grande tendência de ser equilibrada, pois o adversário é forte e tradicional.

“A equipe de Brasília é muito forte, como todos os times que chegaram até a essa fase do campeonato, além de estar acostumada com estes momentos decisivos do campeonato. Tivemos duas derrotas na fase de classificação para eles e sabemos o que erramos, por isso, estamos treinando muito forte e como o máximo de foco”, comenta o armador.

“Precisamos acertar esses erros e fazer com eles joguem diferente, além de impor o nosso ritmo de jogo, como sempre fizemos”, complementa Pecos.

O Paulistano/Corpore concluiu a fase inicial do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016 na terceira colocação, com 71,4% de aproveitamento – 20 vitórias e 08 derrotas.

Paulistano visita o Bauru procurando se isolar na segunda colocação do NBB

O Paulistano/Corpore enfrenta o Paschoalotto/Bauru BT, neste sábado (26 de março), às 16h30 (de Brasília), no ginásio Panela de Pressão, em Bauru (SP), pela reta final do returno da primeira fase do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016. O tradicional clássico paulista, que terá transmissão ao vivo pela Rede TV!, deixa o vencedor isolado na segunda colocação.

O representante da capital está ciente da importância deste jogo na definição da classificação final da etapa inicial da competição. “Um dos jogos mais importantes da fase de classificação, que praticamente decide a nossa posição. Como sempre digo, todos os jogos do NBB são duros e não existe time bobo”, comenta Arthur Pecos, do Paulistano/Corpore.

“A equipe de Bauru é forte e, por isso, precisamos fazer o nosso jogo, buscando diminuir as coisas boas deles e também impor o nosso ritmo para sairmos com a vitória, que é o nosso grande objetivo, mesmo sabendo que não será uma tarefa fácil”, complementa o armador.

Na última vez que esteve em quadra, o Paulistano/Corpore bateu o Franca BC, mesmo jogando como visitante (88 a 79), enquanto que o representante de Bauru passou pela Liga Sorocabana de Basquete, atuando em seu ginásio (90 a 71).

No confronto entre as duas equipes, válido pelo turno desta fase inicial, vitória do Paulistano/Corpore, jogando em casa, por 80 a 77. Já na classificação geral, as duas agremiações dividem a segunda colocação, ambos com 73.1% de aproveitamento – 19 vitórias e 07 derrotas.

Visit fbetting.co.uk Betfair Review