Uni Sant’Anna realiza seletiva virtual para sua equipe masculina de basquete

A Uni Sant’Anna está realizando um processo seletivo diferente para sua equipe masculina de basquete, ou seja, a avaliação está sendo feita de forma digital. O interessado tem até 18 de julho (sábado) para cumprir todos requisitos solicitados pela universidade.

Para participar é bem simples: o primeiro passo é se inscrever, clicando neste link: http://sistemas.unisantanna.br/unisantanna/. Em seguida, o interessado deve fazer o Vestibular online da instituição pelo link: http://sistemas.unisantanna.br/unisantanna/seletiva/online/. Na sequência, o postulante deve preencher o currículo esportivo e enviar um vídeo com lances de um treino ou jogo, com duração de até cinco minutos neste link: https://forms.gle/ZV7DJizx6tvjEoDU8.

Por fim, o técnico da Uni Sant’Anna, João Monteiro da Silva, o Padola, fará a avaliação do inscrito.

É necessário cumprir todas as etapas para realizar o sonho de integrar o time da Uni Sant’Anna. Informações complementares: (11) 99890-1474 (WhatsApp).

Palmeiras recebe o São José em jogo que vale classificação para a semifinal do Paulista Sub-19

A SE Palmeiras enfrenta o São José Desportivo/Atleta Cidadão, nesta terça-feira (12 de setembro), às 17h (de Brasília), no ginásio do Palestra Itália, em São Paulo (SP), pela terceira rodada da série melhor-de-três do playoff – quartas-de-final do Campeonato Paulista Sub-19 Masculino – 2019. A disputa encontra-se empatada, com uma vitória para casa lado; e quem vencer, avança a semifinal.

Para o técnico João Monteiro da Silva, do Padola, vai ser mais um jogo acirrado. “Vejo que esse terceiro jogo será de muito detalhe, já que as duas equipes se conhecem bem. Treinamos e nos preparamos bastante, pois sei que será de grande nível técnico, uma vez que são garotos que tem um grande futuro na modalidade”, analisou.

Os resultados dos dois primeiros confrontos da série, em que os mandos de quadra prevaleceram, foram estes: 69 a 56, em favor do São José Desportivo/Atleta Cidadão, jogando na cidade de São José dos Campos (SP); 77 a 67, favorável a SE Palmeiras, atuando em São Paulo (SP).

Mauá garante a medalha de bronze nos Jogos Regionais de Osasco

O município de Mauá conquistou a medalha de bronze no Basquete Masculino Livre, na 63ª edição dos Jogos Regionais – 2019, ao derrotar Ribeirão Pires, neste domingo (21 de julho), por 91 a 47, em duelo realizado no ginásio de Esportes Sebastião R. da Silva (Geodésico), na cidade de Osasco (SP).

“Fizemos o possível para jogar dentro dos nossos limites e conseguimos um bom resultado, visto que enfrentamos equipes fortes e tradicionais. Tivemos alguns desfalques por contusão, o que limitou um pouco o nosso rendimento”, comentou o técnico João Monteiro, o Padola, que teve Josué Lima e Alexandre Baller como assistentes.

A equipe de Mauá foi idealizada graças aos esforços conjuntos do secretário de Esportes, Rinaldo Vargas Lage, e do secretário adjunto da pasta, Anderson Lima dos Santos, ambos representando a Prefeitura Municipal de Mauá.

Na primeira fase da 63ª edição dos Jogos Regionais – 2019, a equipe mauaense figurou no Grupo B, ao lado do anfitrião Osasco, de quem foi superado, e Itanhaém, de quem venceu. Na semifinal, Mauá foi batido por Santos.

Instituto JPadola firma parceria com a Black Skull

O Instituto JPadola firmou parceria com a Black Skull, conceituada empresa de suplementos esportivos que hoje aparece entre as melhores do País. O presidente do Instituto, João “Padola” Monteiro, esteve reunido com Marcelo Bella, CEO da Black Skull, para conversar e apresentar o trabalho que é desenvolvido pela instituição.

“Estamos com um grande irmão ao nosso lado, que vai nos ajudar a transformar vidas através do basquetebol, pois o Bella foi atleta na juventude, além de ser formado em Educação Física e especializado em Marketing Esportivo. A Black Skull, que ocupa atualmente a terceira colocação no mercado nacional de suplementação esportiva e já tem beliscado a liderança em alguns produtos, é resultado do trabalho extremamente eficiente do Marcelo, que, certamente, aprendeu muita coisa no período de sua formação com a prática esportiva”, comentou Padola.

“Todos os dias agradecemos a Deus pela oportunidade e força pela luta árdua que temos pela frente. Queremos transformar vidas através do esporte e as parcerias, com essa firmada com a Black Skull, nos fortalecem bastante para seguirmos em frente”, complementou Padola.

O Instituto JPadola nasceu em 03 de março de 2011 no Jardim Mangalot, na zona oeste da cidade de São Paulo (SP), através de conversas entre professores que enxergaram a necessidade de melhorar e ajudar jovens atletas e garotos com falta de oportunidades esportivas. Desde então, o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Instituto tem alcançado os objetivos propostos, uma vez que à maioria dos garotos que passaram pelo Instituto estão bem encaminhados na vida social e profissional. Além disso, boa parte dos atletas seguiu a carreira esportiva profissional.

Instituto JPadola Esportes realiza processo seletivo para base masculina

O Instituto JPadola Esportes, que tem o atleta Leandro Barbosa como embaixador, realiza no sábado (16 de março), no CEU EMEI Marmelo, em São Paulo (SP), processo seletivo para formação de suas equipes de base. As categorias e horários são estes: Sub-15 (nascidos de 2004 a 2006), às 14h; Sub-17 (nascidos em 2002 e 2003), às 15h; Sub-22 (nascidos entre 1996 e 2000), às 16h (sempre no horário de Brasília).

“Os atletas acima de 18 anos poderão ser contemplados com bolsa de estudo na Universidade Brasil. Os jogadores deverão, preferencialmente, residir na capital paulista, Grande São Paulo ou na região do ABCDM”, explicou o técnico João Padola, salientando que não haverá a alojamento.

O CEU EMEI Marmelo fica na avenida Pêra Marmelo, 226, no Jardim Santa Lucrecia, em São Paulo (SP), próximo a estação Vila Aurora da CPTM.

EC Banespa realiza processo seletivo para base masculina

O EC Banespa definiu as datas dos processos seletivos para formação de suas equipes de base masculinas. As seletivas ocorrerão nos dias 22 e 24 de janeiro (terça-feira e quinta-feira) e 05 e 07 de fevereiro (terça-feira e quinta-feira). As categorias e horários são estes:

- 14h: sub-12 e sub-13
- 15h: sub-14 e sub-15
- 16h: sub-16 e sub-17
- 17h: sub-19

O endereço do EC Banespa é avenida Santo Amaro, 5355, no Brooklin, em São Paulo (SP). Informações pelo telefone (11) 5536 8327.

João Padola comandará equipe da Liga São Paulo no ‘Streetopia – 2018’

O experiente e competente técnico João Padola será o comandante da equipe da Liga São Paulo de Basketball (LSPB) no ‘Streetopia – 2018’, que ocorre nos dias 20 e 21 de outubro (sábado e domingo), a partir das 09h00 (de Brasília), no Expo Imigrantes, na zona sul da cidade de São Paulo (SP), sendo classificatório ao ‘Nike Battle Force – 2018’.

“Agradeço o convite, que foi aceito prontamente, feito a Liga São Paulo pela organização do ‘Streetopia – 2018’, a quem parabenizo pela iniciativa. A expectativa é que a nossa equipe se apresente bem e faça bons jogos, buscando a vaga no ‘Nike Battle Force – 2018’, ciente que será uma disputa árdua, pois teremos adversários de qualidade pela frente”, comentou Vlademir Pereira Silva, gestor da Liga São Paulo.

“Para este desafio importante, nada melhor do que contar com a experiência e competência do técnico João Padola, que dispensa apresentação, já que conta com um currículo extenso de bons serviços prestados ao basquete, para comandar a nossa equipe. O grupo é formado por jogadores que se destacaram no 1º Campeonato Adulto Masculino da Liga São Paulo”, acrescentou Vlademir.

“Primeiro, é uma honra comandar a equipe da Liga São Paulo, depois de um campeonato tão disputado e bem organizado que foi encerrado recentemente. O objetivo foi formar um grupo coeso e com condições de representar bem a entidade no ‘Streetopia – 2018’, que será uma competição difícil e muito disputada”, complementou João Padola.

Os dez atletas convocados para compor a equipe da Liga São Paulo de Basketball (LSPB) foram estes: Daniel França, Jonathan Sobrinho de Abreu, Osvaldo Pelegrine, Eliel Maldonado, Mateus Martins, Everson Rodrigues, Heitor Cardoso, Thiago Marcello, Diego Gomes e Claudinei da Silva.

De acordo com a organização, a edição de 2018 do ‘Streetopia’ contará com equipes das principais ligas que atuam no basquete paulista: LABA (Liga Amadora de Basquete do ABC), NCB (Nova Copa de Basquete) e a Copa Paulista, além da já citada LSPB.

“A maioria das Ligas realizam um excelente trabalho na propagação da modalidade, pois dão espaço aos jogadores que não conseguiram encaixe no alto rendimento, com custos acessíveis, por isso, são extremamente importantes, já que preenche uma lacuna existente no basquete paulista há vários anos”, finalizou Vlademir.

EC Banespa, do técnico João ‘Padola’ Monteiro, busca segunda vitória no Paulista Sub-22

O EC Banespa, do técnico João ‘Padola’ Monteiro, encara o São José Basketball, neste sábado (1º de abril), ás 17h00 (de Brasília), no ginásio Lineu de Moura, na cidade de São José dos Campos (SP), dando prosseguimento ao turno da fase inicial do Campeonato Paulista Sub-22 Masculino – 2017.

“A tendência é de um jogo de bom nível, uma vez que estamos nos preparando cada vez mais e evoluindo nos treinamentos para alcançar sempre uma melhor condição durante do campeonato. Vamos enfrentar um time forte e temos que fazer o máximo dentro das nossas expectativas”, comenta ‘Padola’.

Em sua partida de estreia, o EC Banespa venceu a SE Palmeiras, por 97 a 91, atuando em seus domínios. Já o representante do Vale do Paraíba, que é o atual campeão Paulista Sub-22 Masculino, joga pela primeira vez nesta competição.

 

 

EC Banespa derrota o Palmeiras na abertura do Paulista Masculino Sub-22

O EC Banespa, do técnico João “Padola” Monteiro, abriu a sua participação no Campeonato Paulista Sub-22 Masculino – 2016 com uma importante e difícil vitória sobre a SE Palmeiras, por 97 a 91, ocorrida no tempo extra, em duelo realizado no ginásio 04 do Esporte Clube Banespa, na cidade de São Paulo (SP). O tempo normal acabou empatado: 79 a 79 (38 a 30 no primeiro tempo).

E, o derby da capital paulista foi marcado pelo equilíbrio, com a equipe da casa iniciando melhor (22 a 14), mas com o adversário igualando as ações no segundo quarto (16 a 16). No segundo tempo, o Verdão cresceu de produção e se recuperou, levando vantagem nos dois períodos finais (18 a 21 e 23 a 28) para empatar. No tempo extra, no entanto, o EC Banespa, que contou com boa presença de público, voltou ao ritmo do primeiro tempo para vencer na estreia (18 a 12).

Os principais nomes da partida foram Juliano Armani (21 pontos, 03 rebotes, 03 assistências e 04 bolas recuperadas) e Matheus Michael (17 pontos, 06 rebotes, 02 assistências e 02 bolas recuperadas), pelo time mandante; Daniel Haydin (23 pontos, 01 rebote e 03 bolas recuperadas) e Caio Pacheco (19 pontos, 06 rebotes e 09 assistências), em favor do visitante.

“Esta foi uma vitória importante e difícil nesta estreia, diante de um adversário extremamente qualificado, que nos dá mais força para seguir forte, uma vez que estamos iniciando este trabalho com a categoria sub-22. O grupo jogou forte e conseguiu colocar em prática aquilo que trabalhamos nos treinamentos, visando este primeiro desafio no campeonato”, comenta João “Padola” Monteiro, técnico do EC Banespa.

“Vencer na estreia é sempre importante, ainda mais contra uma equipe forte, como o Palmeiras. O time lutou bastante pelo resultado, atuando sempre com foco e procurando colocar em ação o que temos treinado. Vamos seguir trabalhando forte, pois esta competição será muito dura, com o equilíbrio prevalecendo, como ocorreu nesta estreia”, complementa Juliano Armani, armador também do time do bairro de Santo Amaro.

O segundo compromisso do EC Banespa será contra o São José Basketball, no dia 1º de abril (sábado), às 17h00 (de Brasília), no ginásio Lineu de Moura, na cidade de São José dos Campos (SP). Já a SE Palmeiras buscará a recuperação diante do CBC/Tênis Clube Campinas, na sexta-feira (31 de março), também às 17h00 (de Brasília), atuando no ginásio do Palestra Itália, em São Paulo (SP).

 

João ‘Padola’ Monteiro crê boa estreia do EC Banespa no Paulista Sub-22

O EC Banespa abre a sua participação no Campeonato Paulista Sub-22 Masculino – 2017, neste sábado (25 de março), às 14h00 (de Brasília), atuando no ginásio 04 do Esporte Clube Banespa, na cidade de São Paulo (SP), encarando a SE Palmeiras, em duelo válido pela rodada de abertura da competição.

“A expectativa é de um jogo bom e estamos preparados para isso, uma vez que conhecemos o estilo do Palmeiras. Temos ótimos jogadores para cumprir as funções determinadas durante a partida, pois são experientes para fazer e, mesmo mesclado com juvenis (sub-19), temos certeza que são garotos de futuro”, comenta o técnico João ‘Padola’ Monteiro, do EC Banespa, que é um dos grandes reveladores de talentos do basquete paulista e nacional.

“Mais uma vez agradecemos ao presidente Nelson de Souza e a diretoria do EC Banespa por acreditar em nosso trabalho ao longo destes anos e, em que formamos grandes jogadores para o cenário nacional. Por fim, esperamos fazer um bom campeonato”, complementa ‘Padola’, que teve passagem de amplo sucesso pela SE Palmeiras.

Além dos dois clubes da capital já citados, o Campeonato Paulista Sub-22 Masculino – 2017 conta com estas agremiações: América/UNIPR/Rodobens/SMEL Rio Preto/3M (São José do Rio Preto), CAC/APAB Cravinhos (Cravinhos), Clube Esperia/Universidade Mackenzie (São Paulo), CBC/Tênis Clube de Campinas (Campinas), EC Pinheiros (São Paulo), Liga Sorocabana de Basquete/Uniso (Sorocaba), Mogi das Cruzes/Helbor (Mogi das Cruzes) e São José Basketball (São José dos Campos).

A forma de disputa é esta: na fase inicial, os times jogam entre si, em turno e returno, e os quatro melhores avançam ao Final Four, que irá apontar o campeão.

EC Banespa monta equipe para jogar o Paulista Sub-22

O EC Banespa, que é um polo tradicional de formação do basquete paulista, chega para esta temporada com uma novidade. De acordo com o técnico João Monteiro da Silva, o Padola, a equipe da zona sul da capital disputará o Campeonato Paulista Masculino Sub-22 – 2017.

“O EC Banespa sempre gostou de trabalhar na formação e resolveu abrir mais esta categoria, dando espaço aos jogadores que subiram do Sub-19 e não encontraram espaço nos times adultos. O retorno da categoria Sub-22 foi uma bela iniciativa da Federação Paulista, através do presidente Enyo Correia, uma vez que é muito importante na formação e recolocação de muitos jogadores no mercado”, comenta Padola, que é muito conceituado na formação de atletas.

“Aqui no clube nós encaramos esse trabalho de formação com muita seriedade, visando preparar o jogador para crescer e conseguir o seu espaço na sequência da carreira. Preservamos também a formação do homem e do cidadão, pois não são todos que seguem jogando e essa base educacional é importante em todas as áreas da vida do garoto”, acrescenta João Monteiro.

O Campeonato Paulista Sub-22 Masculino – 2017 tem data prevista de início para 03 de março (sexta-feira). Já o Congresso Técnico, que definirá tudo a respeito desta competição, ocorre na segunda-feira (13 de fevereiro), às 17h00 (de Brasília), na sede da FPB, na zona central da cidade de São Paulo (SP).

O EC Banespa, que fica localizado no tradicional bairro de Santo Amaro, terá ao todo três equipes masculinas disputando as competições oficiais da Federação Paulista de Basketball (FPB) na temporada de 2017. Além do já citado Sub-22, jogarão também o Sub-14 e o Sub-16, enquanto que as demais categorias disputarão as ligas.

“Vamos, com certeza, revelar novos atletas”, finaliza Padola.

 

Duelo entre pai e filho é destaque na abertura do Paulista Masculino Sub-19

O Campeonato Paulista Masculino Sub-19 – 2016, que é uma das competições que mais releva jogadores para o basquete nacional e internacional, será aberto nesta segunda-feira (29 de fevereiro), às 20h30 (de Brasília), com o duelo entre EC Pinheiros e EC Banespa, no ginásio Azul do Esporte Clube Pinheiros, na cidade de São Paulo (SP).

Além de toda a tradição dos dois times no trabalho de formação, este confronto inicial marca um interessante duelo entre pai e filho: no time da casa joga o jovem armador Juliano Armani, que é o filho, enquanto que na equipe visitante o experiente e competente técnico é João Monteiro da Silva (Padola), o pai.

“Vai ser uma estreia diferente para nós dois, pois em casa já está clima de jogo. Já atuei contra ele duas vezes e foi bem chato e dessa vez não vai ser diferente, ainda mais na abertura do campeonato. O frio na barriga é dobrado, querendo mostrar serviço, mas é normal em toda estreia e espero sair com a vitória para poder perturbá-lo dele depois”, brinca Juliano.

“Vai ser divertido e ao mesmo tempo sério, o Juliano fará o seu trabalho, assim como eu farei o meu e cada um defenderá os seus objetivos dentro de quadra. O EC Pinheiros possui uma grande equipe e nós vamos manter o trabalho que executamos há anos, ou seja, procurando formar e revelar jogadores”, complementa Padola.

De acordo com o regulamento do Campeonato Paulista Sub-19 Masculino – 2016, na fase inicial, as equipes jogam entre si, dentro dos seus respectivos grupos, em turno e returno. Os quatro melhores de cada chave compõem a Chave Ouro e as demais, a Chave Prata.

Os grupos estão divididos assim: EC Pinheiros, EC Banespa, Internacional/FUPES, Basketball Santo André/APABA, Paulistano/Corpore, SE Palmeiras e Mogi das Cruzes/Helbor (Grupo A); AE Valinhos, Franca BC, ABA/Araraquara, Paschoalotto/Bauru BT, Winner/Limeira e XV de Piracicaba (Grupo B).

A tabela completa da primeira fase pode ser conferida neste link: http://www.fpb.com.br/campeonatos_proximos_jogos.php?exibir=544.

Visit fbetting.co.uk Betfair Review