Giovannoni se diz orgulhoso pela convocação para disputa dos Jogos Olímpicos

O ala/pivô Guilherme Giovannoni, do UniCEUB/BRB/Brasília, foi um dos 14 jogadores chamados pelo técnico Ruben Magnano para integrar a Seleção Brasileira na preparação para os Jogos Olímpicos – 2016, que serão disputados no Rio de Janeiro (RJ). O anúncio foi feito nesta sexta-feira (10 de junho), no auditório da Associação Brasileira “A Hebraica” de São Paulo, na capital paulista, contando também com a presença de Diego Jeleilate, coordenador de preparação física dos selecionados masculinos da Confederação Brasileira de Basketball (CBB).

“Mais vez, me sinto muito feliz e orgulhoso pela convocação. Agora, é nos prepararmos para lutar por uma medalha”, comenta Giovannoni.

A apresentação do grupo acontece no dia 24 de junho (sexta-feira), às 18h00 (de Brasília), no Hotel Blue Tree Premium Faria Lima, na zona sul da cidade de São Paulo (SP).

Giovannoni quer Brasília de ‘peito aberto’ e com muita coragem no terceiro jogo semifinal

O UniCEUB/BRB/Brasília encara o Paschoalotto/Bauru BT, nesta terça-feira (10 de maio), às 21h15 (de Brasília), no ginásio Panela de Pressão, na cidade de Bauru (SP), pela terceira rodada da série melhor-de-cinco do playoff – semifinal do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016. O time brasiliense precisa do resultado positivo para seguir vivo neste confronto, pois está em desvantagem (2 a 0).

O ala/pivô Guilherme Giovannoni, do representante do Distrito Federal, sabe da necessidade de vitória e da situação difícil, mas crê na recuperação do seu time. “Jogo de vida ou morte para a nossa equipe, acho que é um momento em temos que enfrentar a situação de peito aberto e com muita coragem. O momento é adverso, mas a série só acaba quando uma equipe vence três jogos”, comenta.

Os resultados dos dois primeiros confrontos desta série, favoráveis ao representante paulista, foram estes: 89 a 72, em Brasília (DF), e 100 a 80, em Bauru (SP). Já a quarta partida, se necessária, acontece na sexta-feira (13 de maio), às 21h30 (de Brasília), no ginásio da ASCEB, em Brasília (DF).

Santos FC “B”, do técnico Kleiton Lima supera o Diadema em jogo-treino preparatório a Copa Paulista

O Santos FC “B”, do técnico Kleiton Lima, derrotou o Diadema, nesta quarta-feira (04 de maio), por 2 a 1, em jogo-treino, realizado no CT Rei Pelé, na cidade de Santos (SP). Os gols santistas foram marcados por Gregore e Fernandinho.

Este foi mais um jogo-treino, preparatório para a disputa da Copa Paulista – 2016, contra um adversário que vem bem no Campeonato Paulista da Segunda Divisão – 2016. “Deu para dar ritmo para quase todo o elenco, uma vez que tivemos várias substituições. O primeiro tempo não foi tão bom e poderia ter sido melhor, pois a nossa movimentação ficou presa na marcação deles, mas no segundo, o time ficou mais solto e usou bastante os corredores do campo, construiu boas jogadas e acabou prevalecendo no rendimento e no resultado”, analisa Lima.

“Tudo isso é importante para manter o foco principal deste trabalho, que é preparar os jogadores para subir ao time principal, como já aconteceu com os atletas Vitor Bueno, Ronaldo Mendes, Fernando Medeiros e Lucas Veríssimo, além de outros que estão no processo de subida com o técnico Dorival Júnior”, complementa Kleiton.

A Copa Paulista – 2016 está agendada para começar no dia 03 de julho. Até lá, o Santos FC “B” seguirá a sua preparação, com treinamentos e amistosos.

Giovannoni quer o Brasília jogando com intensidade no início da série semifinal do NBB

O UniCEUB/BRB/Brasília e o Paschoalotto/Bauru BT iniciam a série melhor-de-cinco do playoff – semifinal do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016, nesta terça-feira (03 de maio), ás 21h15 (de Brasília), atuando no ginásio da ASCEB, em Brasília (DF), com transmissão ao vivo pelos canais SporTV.

O ala/pivô Guilherme Giovannoni quer o time brasiliense entrando com força total. “O nosso time teve uma boa semana de trabalho, visando à preparação para este primeiro jogo e temos que aproveitar o fator casa na abertura da série, entrando com uma grande intensidade. Assim, teremos o ritmo do jogo em mãos e isso nos ajudará a iniciar bem esta difícil série”, comenta.

Para chegar a esta semifinal, o representante do Distrito Federal passou pelo Banrisul/Caxias do Sul Basquete nas oitavas-de-final (3 a 1) e pelo Paulistano/Corpore nas quartas-de-final (3 a 1). Já a equipe paulista, que não precisou jogar a fase de oitavas-de-final, eliminou o EC Pinheiros nas quartas-de-final (3 a 1).

Na primeira fase, o UniCEUB/BRB/Brasília ficou com a sexta colocação na classificação geral, somando 46 pontos (18 vitórias e 10 derrotas), enquanto que o Paschoalotto/Bauru BT findou a etapa no segundo lugar, contabilizando 49 pontos (21 vitórias e 07 derrotas). E, nesta fase inicial foram duas vitórias do representante paulista, em confrontos extremamente equilibrados: 111 x 114, no turno, atuando como visitante; 94 x 92, no returno, jogando como mandante.

O segundo e terceiro jogos da série melhor-de-cinco do playoff – semifinal do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016 estão agendados para estas datas: 07 de maio (sábado), ás 14h10 (de Brasília), e 10 de maio (terça-feira), ás 21h15 (de Brasília), ambos em Bauru (SP). Se necessário, o quarto confronto acontece no Distrito Federal e o quinto no interior paulista, porém estes dois duelos não tiveram as suas datas definidas.

Giovannoni enaltece espírito de luta do Brasília no jogo da classificação a semifinal do NBB

O ala/pivô Guilherme Giovannoni, mais uma vez, foi um dos grandes nomes do UniCEUB/BRB/Brasília, agora na série melhor-de-cinco do playoff – quartas-de-final do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016. O time do Distrito Federal eliminou o Paulistano/Corpore, por 3 a 1, ao vencer o quarto jogo, disputado em Brasília (DF), na noite de segunda-feira (25 de abril), por 83 a 78 (35 a 37 no primeiro tempo).

“Neste quarto confronto, a equipe deu uma demonstração de força muito grande, pois não jogou bem e, mesmo assim, conseguiu a virada no final da partida. É muito bom estar de volta as semifinais do NBB”, comenta Giovannoni, que esteve em quadra por 31min42, registrando estes números: 12 pontos, 07 rebotes e 07 assistências.

“Agora, é aguardar a definição da série entre o Pinheiros e o Bauru para saber aonde e contra quem jogaremos a próxima série”, complementa Guilherme.

Os outros resultados da série melhor-de-cinco do playoff – quartas-de-final foram estes: 88 a 83 e 100 a 88, ambos em favor do UniCEUB/BRB/Brasília, e 99 a 78, favorável ao Paulistano/Corpore. Já na semifinal, o time brasiliense vai encarar o vencedor do confronto de quartas entre o Paschoalotto/Bauru BT e o EC Pinheiros.

Giovannoni quer o Brasília impondo seu melhor ritmo desde o início no quarto jogo da série

O UniCEUB/BRB/Brasília pode confirmar vaga na semifinal do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016, nesta segunda-feira (25 de abril), às 21h00 (de Brasília), no ginásio da ASCEB, em Brasília (DF), quando acontece o quarto jogo da série melhor-de-cinco do playoff – quartas-de-final, diante do Paulistano/Corpore. O time do Distrito Federal lidera a disputa por 2 a 1 e garante classificação com um novo resultado positivo.

Mesmo com a vantagem, Guilherme Giovannoni sabe que será uma árdua disputa neste quarto jogo. “Vai ser uma batalha muito dura, sem dúvida alguma. A equipe do Paulistano é muito aguerrida e virá para o tudo ou nada”, relata o ala/pivô.

“Por isso, temos que começar bem a partida de novo para impor o ritmo de jogo que nos interessa”, complementa Giovannoni.

Os resultados dos três confrontos disputados até aqui foram estes: 88 a 83 e 100 a 88, ambos em favor do UniCEUB/BRB/Brasília, e 99 a 78, favorável ao Paulistano/Corpore. O quinto jogo, se necessário, ocorre em São Paulo (SP), porém a data não foi definida pela Liga Nacional de Basquete (LNB).

Giovannoni comanda o Brasília na vitória do desempate na série diante do Paulistano

O ala/pivô Guilherme Giovannoni foi o principal nome do UniCEUB/BRB/Brasília na vitória sobre o Paulistano/Corpore, ocorrida na noite desta sexta-feira (22 de abril), por 100 a 88 (41 a 37 no primeiro tempo), em partidas realizada no ginásio Antônio Prado Junior (CA Paulistano), pela terceira rodada da série melhor-de-cinco do playoff – quartas-de-final do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016.

“Agora, se torna uma final e temos o direito de jogar em casa, pois toda equipe gosta de decidir em seu ginásio. Voltaremos a Brasília para tentar fechar a série, mas sabemos que não será fácil, uma vez que estamos encarando uma equipe dura”, comenta Giovannoni, que esteve em quadra por 24min30, registrando estes excelentes números: 24 pontos, 04 rebotes, 02 assistências e 01 bola recuperada.

“Tivemos um início foi melhor, mais equilibrado e ficamos no jogo o tempo todo. Isso nos deu a possibilidade de vencer fora de casa”, complementa Guilherme.

Os outros nomes importantes da partida foram Caio Torres (20 pontos e 07 rebotes), Gruber (15 pontos) e o norte-americano Kenny Dawkins (15 pontos, 04 assistências e 05 bolas recuperadas), pelo time da casa; Deryk Ramos (16 pontos, 02 rebotes e 02 assistências) e Coimbra (14 pontos), em favor do visitante.

O quarto confronto, que pode ser o decisivo, acontece na segunda-feira (25 de abril), ás 21h00 (de Brasília), no ginásio da ASCEB, em Brasília (DF). Um novo resultado positivo coloca o representante do Distrito Federal na semifinal.

Giovannoni espera por uma série muito dura diante do Paulistano nas quartas do NBB

O ala/pivô Guilherme Giovannoni, do UniCEUB/BRB/Brasília, prevê uma série bastante complicada diante do Paulistano/Corpore nas quartas-de-final do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016. O time brasiliense garantiu presença nesta fase da competição ao eliminar o Banrisul/Caxias do Sul Basquete, por 3 a 1, na série melhor-de-cinco do playoff – oitavas-de-final.

“A expectativa é de uma série, sem dúvida, muito dura, pois vamos enfrentar uma equipe que joga de maneira bastante coletiva e conta com uma defesa muito forte. O Paulistano vem fazendo um grande NBB e chega descansado para a série”, analisa Giovannoni.

Na primeira fase do campeonato, foram dois confrontos entre estas equipes, com duas vitórias do UniCEUB/BRB/Brasília: 81 a 75, no turno, em São Paulo (SP), e 81 a 69, no returno, em Brasília (DF).

Brasília e Caxias jogam nesta sexta pelo desempate na série de oitavas do NBB

O UniCEUB/BRB/Brasília e o Banrisul/Caxias do Sul Basquete jogam pelo desempate na série melhor-de-cinco do playoff – oitavas-de-final do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016, nesta sexta-feira (08 de abril), ás 21h45 (de Brasília), no ginásio da ASCEB, em Brasília (DF), com transmissão ao vivo pelo SporTV. Neste momento, a série encontra-se empatada, com uma vitória para cada equipe.

Para Guilherme Giovannoni, o foco precisa ser exclusivo neste terceiro duelo da série. “Tivemos uma postura e uma defesa muito diferente do primeiro jogo, o que foi fundamental para a nossa vitória. Agora é esquecer esse segundo jogo, pois já passou e temos mais uma pedreira pela frente, em que não podemos cair no erro de achar que a partida será da mesma forma”, analisa o ala/pivô do time brasiliense.

Já Vinicius Gobor, afirma que a sua equipe está pronta para correr atrás dos seus objetivos na série. “Depois de sofrer uma derrota dura como a do segundo jogo, colocamos a cabeça no lugar e já estamos preparados para o terceiro confronto da série. Sabemos que vai ser mais um duelo difícil e estamos cientes também que se fizermos uma boa partida e conseguirmos a vitória, voltaremos para Caxias do Sul com a chance de levar a classificação. Esse é o nosso foco, sair daqui com a vantagem”, relata o armador da equipe gaúcha.

Os resultados dos dois primeiros jogos da série melhor-de-cinco do playoff – oitavas-de-final do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016, em que o mando de quadra prevaleceu, foram estes: 101 a 78, em favor do Banrisul/Caxias do Sul Basquete, e 95 a 67, em favor do UniCEUB/BRB/Brasília.

O quarto jogo está agendado para segunda-feira (11 de abril), às 20h05 (de Brasília), no ginásio do Vasco da Gama, na cidade de Caxias do Sul (RS).

Brasília e Caxias do Sul jogam a segunda partida das oitavas-de-final do NBB

O segundo confronto da série melhor-de-cinco do playoff – oitavas-de-final do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016, entre o UniCEUB/BRB/Brasília e o Banrisul/Caxias do Sul Basquete, acontece nesta quarta-feira (06 de abril), às 20h00 (de Brasília), no ginásio da ASCEB, em Brasília (DF). Na partida inicial da disputa, o representante gaúcho fazendo valer o seu mando de quadra e venceu por 101 a 78.

Para o experiente Guilherme Giovannoni, este segundo confronto será igualmente difícil, mas a equipe brasiliense precisa se impor. “Jogo muito difícil, estamos atrás na série, pois perdemos o primeiro jogo, em que não atuamos bem e eles dominaram do início ao fim. Jogando em casa temos que nos impor para ditar o ritmo da partida”, comenta o ala/pivô.

Já Vinicius Gobor, do Banrisul/Caxias do Sul Basquete, espera a equipe do Distrito Federal com outra postura em quadra. “Sabemos que o time deles vai entrar de um jeito diferente, certamente virão para cima e nós entraremos pensando em fazer o jogo que realizamos em Caxias do Sul, com algumas correções na parte defensiva. Vamos tentar surpreender o nosso adversário para buscar a vitória também no segundo jogo”, analisa o armador.

O terceiro duelo da série melhor-de-cinco do playoff – oitavas-de-final do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016 também será realizado no Distrito Federal, na sexta-feira (08 de abril), às 21h45 (de Brasília).

Caxias recebe o Brasília no primeiro jogo do playoff – oitavas-de-final do NBB

O Banrisul/Caxias do Sul Basquete e o UniCEUB/BRB/Brasília abrem a série melhor-de-cinco do playoff – oitavas-de-final do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016, neste domingo (03 de abril), às 13h00 (de Brasília), atuando no ginásio do Vasco da Gama, na cidade de Caxias do Sul (RS). O duelo terá transmissão ao vivo pelo SporTV.

Para Vinícius Gobor, do representante gaúcho, iniciar bem esta nova etapa da competição é importante. “O time de Brasília tem muita tradição, apesar de na fase de classificação acabamos derrotados por eles, fizemos bons jogos. Neste playoff, o primeiro jogo em casa é fundamental, nossa equipe é forte jogando do lado do nosso torcedor e vamos com tudo usar isso à nosso favor”, comenta o armador, ciente das possibilidades da sua equipe.

“Temos condição de realizar uma boa série de playoff e vamos fazer de tudo para continuar fazendo história nesse NBB”, complementa Gobor.

Já para o experiente Guilherme Giovannoni, da agremiação do Distrito Federal, pede atenção redobrada neste jogo inicial fora de casa. “Jogo de início de serie é sempre difícil, principalmente atuando fora de casa. A equipe deles vem embalada pela classificação logo na primeira temporada no NBB e, sem dúvida, querem mais, por isso, será uma série dura, em que qualquer bobeada pode ser determinante para a sua definição”, analisa o ala/pivô.

Outros jogos
Jogo 02: 06 de abril (quarta-feira), às 20h00 (de Brasília), no ginásio da ASCEB, em Brasília (DF)
Jogo 03: 08 de abril (sexta-feira), às 21h45 (de Brasília), no ginásio da ASCEB, em Brasília (DF)
Jogo 04: 11 de abril (segunda-feira), às 20h05 (de Brasília), no ginásio Vasco da Gama, em Caxias do Sul (RS) – se necessário
Jogo 05: 04 de abril (quinta-feira), às 20h00 (de Brasília), no ginásio da ASCEB, em Brasília (DF) – se necessário

Brasília quer a vitória em Belo Horizonte para lutar pelo G-4 do NBB

O UniCEUB/BRB/Brasília encara o Decisão Engenharia/Minas Tênis, nesta terça-feira (29 de março), às 20h00 (de Brasília), na Arena Vivo, em Belo Horizonte (MG), buscando o resultado positivo para ter a chance de se classificar entre os quatro primeiros na fase inicial do Novo Basquete Brasil (NBB) – 2015/2016. Atualmente, o representante do Distrito Federal ocupa a quarta colocação na classificação geral, com 66.7% de aproveitamento (18 vitórias e 09 derrotas), ao lado do Basquete Cearense.

“Vamos com tudo e lutaremos bastante pelo resultado positivo para chegar no G-4. Contamos com a torcida de todos os nossos torcedores para conseguir o nosso objetivo”, comenta o ala/pivô Guilherme Giovannoni, da equipe brasiliense.

Na última vez que esteve em quadra, o UniCEUB/BRB/Brasília foi superado pelo Rio Claro Basquete, jogando em casa, por 68 a 66. A equipe mineira, que aparece no 10º lugar na classificação geral (11 vitórias e 16 derrotas – 40.7% de aproveitamento), perdeu para o CR Flamengo, atuando fora de seus domínios, por 76 a 65.

Já no duelo entre as duas equipes, válido pelo turno desta fase inicial, vitória do UniCEUB/BRB/Brasília, jogando ao lado de sua torcida, por 72 a 59.

Visit fbetting.co.uk Betfair Review