Leonardo Vitorino faz um balanço positivo do movimentado ano de 2018

O técnico Leonardo Vitorino viveu um ano de 2018 bastante movimentado, com o seu retorno ao futebol brasileiro depois de 12 anos e, posteriormente, com o regresso ao cenário internacional, voltando a trabalhar no Camboja, mas desta vez para comandar o Phnom Penh Crown FC. Por isso. O treinador, que integra a nova geração de técnicos brasileiros, faz um balanço positivo do ano que está perto de terminar.

“O meu retorno ao futebol do Camboja se deu graças a uma palavra dada ao presidente do Phnom Penh Crown FC, quando estava comandando o selecionado local, que regressaria ao país para comandar esta equipe. Com relação ao Ceará, sou muito grato também, pois foi esta equipe que me abriu as portas no meu retorno ao futebol brasileiro; tenho certeza que pude contribuir com esta equipe, que atingiu status importantes”, comentou Vitorino.

“Por isso, creio que 2018 foi um ano muito bom, já que pude desempenhar bem o meu trabalho, demonstrando que estou atualizado e sempre preparado para desafios novos e maiores. Para 2019 a meta é seguir este quadro evolutivo, sempre atuando com seriedade e humildade, buscando adquirir sempre novos conhecimentos”, complementou Leonardo, de 44 anos.

Em sua passagem pelo Ceará SC, Vitorino obteve êxito, conquistando títulos e deixando um legado importante, especialmente, o de formação. Os títulos foram estes: bicampeão Cearense Profissional, Cearense Sub-17, Copa Carpina Sub-16, Copa Seromo Sub-17, Copa Água Branca do Nordeste Sub-17, Copa Água Branca do Nordeste Sub-15 e a Copa Seromo Sub-15.

Além disso, Leonardo fez o importante elo entre a base e o profissional. “Nos dois últimos compromissos da equipe no Campeonato Brasileiro da Série A – 2018, jogadores oriundos da base do clube atuaram como titulares: Artur e Felipe Jonathan. Cito também a negociação do atacante Arthur Cabral, contratado pelo Palmeiras, que foi maior venda de um jogador formado por um clube do Nordeste na história”, relatou Leonardo.

O ‘Vovô’ atingiu ainda um status importante em seu trabalho de base após da chegada de Vitorino, especialmente no que diz respeito à formação, se posicionando entre os três principais do Nordeste. Através de um comunicado oficial enviado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o clube integra a categoria “A”, como Entidade de Prática Desportiva Formadora.

Ao longo de sua vitoriosa carreira, o carioca Leonardo Vitorino viveu experiências importantes em diversos países, comandando alguns selecionados nacionais: Australiano Sub-17, Norte-americano Sub-15 e as principais de Trinidad e Tobago e do Camboja. Além disso, trabalhou na base do Botafogo-RJ, no time principal do Santos (Angola) e em equipes do Paraná e do Rio de Janeiro.

Foi técnico e coordenador da base, além de assistente técnico do profissional, no Al Gharafa (Qatar); coordenador da base do Al Jaish (Qatar); diretor técnico do Buriram United (Tailândia); técnico do Lanexang United (Laos), conquistando o título da Liga local e o inédito vice-campeonato da Toyota Mekong Cup Championship – 2017.

Fora das quatro linhas, Leonardo Vitorino se graduou em todos os Cursos de Treinadores da Federação Asiática de Futebol (AFC). Além disso, concluiu o Curso da FIFA de Gestão, Marketing e Gestão no Esporte.


Visit fbetting.co.uk Betfair Review