Jaqueline Silvestre faz análise positiva da participação do Santo André na LBF – 2016/2017

A lateral Jaqueline Silvestre foi um dos grandes nomes do Basketball Santo André/APABA na edição 2016/2017 da Liga de Basquete Feminino (LBF). O time andreense concluiu a primeira fase na terceira colocação, com 50.0% de aproveitamento (10 vitórias e 10 derrotas); depois foi eliminada pelo Uninassau Basquete-PE na série melhor-de-cinco do playoff – semifinal.

“Bom, acredito que fizemos o nosso melhor, para um time que antes do início do campeonato nem sabia se disputaria ou não esta competição e que, além disso, estava com um número reduzido de atletas. Traçamos metas e aos poucos fomos conquistando, com muito empenho, vontade e treinamento, contudo, só posso dizer que estamos de parabéns pelo campeonato que fizemos – atletas e comissão técnica (Bruno Guidorizzi e a Vivian)”, comenta Jaqueline.

“É claro que se não fosse a Laís Elena e também a Arilza Coraça, acho que nem disputaríamos essa edição da Liga de Basquete Feminino (LBF). Então, somos muito gratas a elas também”, acrescenta a experiente ala, que seguirá jogando pelo time do Grande ABC.

“Não acertamos nada ainda em relação à edição seguinte da LBF, uma vez que só deverá começar no próximo ano (2018), mas para os Jogos Regionais, Jogos Abertos do Interior e Campeonato Paulista eu sigo no Basketball Santo André/APABA”, complementa Jaqueline, lembrando que a equipe de Santo André é o atual campeão estadual.

A ala do time andreense teve boas médias por partida na Liga de Basquete Feminino (LBF): 16.7 pontos (segunda colocada), 2.7 rebotes, 1.6 assistências, 1.2 bolas recuperadas, 0.1 bloqueios e 10.23 na eficiência. Além disso, Jaqueline foi a primeira colocada no aproveitamento dos arremessos de três pontos.

 


Visit fbetting.co.uk Betfair Review