Na base da superação, VipTech/Campo Mourão Basquete/Assercam retorna de São Paulo na zona de classificação aos playoffs do NBB

Mesmo desfalcado do experiente armador Juan Figueroa, que testou positivo para a Covid-19, e do ala Luizinho, que se recupera de uma lesão no joelho, o VipTech/Campo Mourão Basquete/Assercam na base da superação volta da etapa de São Paulo (SP) entre os 12 primeiros do Novo Basquete Brasil (NBB) e com chances reais de buscar uma vaga nos Playoffs da divisão de elite do basquete brasileiro.

Além das lesões, o norte-americano Anton Cook e o pivô Wilmar “Pezão” Garcia jogaram em São Paulo na base da superação, pois ambos contrariam uma forte virose, mas mesmo assim ajudaram a equipe na importante vitória contra o EC Pinheiros que colocou a equipe no G-12.

“Que a temporada de retorno à Liga Nacional de Basquete não seria fácil todo mundo já sabia, principalmente pelo baixo orçamento no meio da pandemia, mas a equipe está dando uma aula de comprometimento e entrega”, disse o técnico Emerson de Souza.

“Atuamos sem dois jogadores importantes no nosso sistema o Figueroa e Luizinho e Cook e Pezão jogaram na base da superação, com uma virose muito forte. Eu não sei como eles conseguiram jogar e mesmo assim estavam lá firmes para nos ajudar”, acrescentou o técnico da equipe de Campo Mourão.

Todo esse espírito de superação e dedicação da equipe enchem o VipTech/Campo Mourão Basquete/Assercam de orgulho e motivação para continuar correndo atrás de uma constante melhora na estrutura e condições extra quadra para se manter no NBB e cada dia a mais melhorar o projeto.

Além dos atletas, o VipTech/Campo Mourão Basquete/Assercam viajou apenas com dois membros na comissão técnica. O supervisor Omar Kennedy e o mordomo, Iuri Ribeiro Soares não seguiram com a delegação, já que um deles contraiu a Covid-19 e o outro estava com suspeita.

“Foi uma etapa difícil, mas a entrega e comprometo de todos nos colocaram no G-12”, finalizou o técnico Emerson de Souza.