São Paulo DC faz análise positiva da participação na Copa SESC Verão de Basquete 3x3

O saldo para o São Paulo DC na Copa SESC Verão de Basquete 3x3 – 2019, disputada no sábado e no domingo (02 e 03 de fevereiro), no SESC Dom Pedro, em São Paulo (SP), foi altamente positivo. A equipe melhor estruturada da modalidade no cenário nacional conseguiu o título nas categorias Sub-23 e Open, além de fechar a disputa na categoria Elite na quarta colocação.

“Os resultados foram dentro das expectativas, pois as equipes estão se preparando de forma cada vez mais especializada. Temos um grande problema que é a migração dos atletas de quadra para o Basquete 3x3, mas o que estamos sentindo é que os nossos jogadores estão absorvendo o espírito deste jogo, que é completamente diferente”, relatou Gustavo Bracco, manager da equipe.

“Tivemos dificuldades na categoria Elite, perdendo para grandes equipes, que ao contrário de nós, estão bem acostumados a jogar a modalidade. No Open e no Sub-23, a técnica individual dos nossos atletas comprovou que realmente as duas semanas de treinamentos foram bem proveitosas e estamos iniciando a temporada com o pé direito”, complementou Bracco.

No sábado (02 de fevereiro), fazendo a sua estreia, a equipe Sub-23 do São Paulo DC, formada por Leonardo Branquinho, Gianluca Campaner, Luiz Felipe Silva e Pedro Vitor Lopes, garantiu conquista de forma invicta, derrotando o SP Baixada 13 e o SP IDC 3x3, na fase inicial. Posteriormente, a equipe dirigida por Guilherme Flex passou pelo ABAMA (semifinal) e novamente pelo SP IDC 3x3 (decisão).

“Foi até surpreendente, pois fizemos apenas oito treinos, até aqui, com a equipe completa, é pouco e sabemos que o processo é que faz com que as coisas aconteçam. É muito bom começar com o pé direito, já ganhando; os meninos jogaram bem e a proposta é essa, trabalhar forte, pois é través disso que os resultados irão chegar”, analisou o técnico Guilherme Flex.

No domingo (03 de fevereiro), na Série Ouro da categoria Open, o São Paulo DC, que contou com os atletas João Sá, André Ferros, André Marone e Felipe Souza, também ficou com o lugar mais alto do pódio. Na primeira fase, a equipe comandada pelo técnico Guilherme Flex passou pelo SP Tsunami e SP Urban Hoops, ambos na primeira fase. Depois, na semifinal derrotou o MVPs e suplantou novamente ao SP Urban Hoops, na grande final.

“Nosso time estava se preparando, junto com a comissão técnica, nos treinamentos para entrar forte nesse campeonato e sairmos com a conquista desse primeiro campeonato que disputamos, sabendo que seria difícil, mas queríamos a taça. E para sequencia vamos manter nosso objetivo, que é entrar em todas as etapas e campeonatos para trazer a taça, sabendo que vai ser difícil, pois existem equipes boas jogando contra nós”, analisou o atleta André Ferros.

Por fim, na categoria Elite, estreando a sua nova formação, o São Paulo DC sentiu a falta de entrosamento, o que é natural no início da temporada, mesmo assim terminou a competição entre os quatro semifinalistas. Na primeira fase, a equipe passou pelo Sorocaba Freesta e foi superada pelo Campinas Vera Cruz. Nas quartas-de-final, vitória sobre o Bauru e, em seguida, derrota na seminal para o Santos/Fupes, atual terceira melhor equipe do País.

O SÃO PAULO DC3X3 é apoiado pelo projeto DRIBLE CERTO NO MUNDO, aprovado junto a Lei de Incentivo ao Esporte da Secretaria de Esportes do Governo do Estado de São Paulo. Projeto patrocinado pela Havan, Decathlon Brasil, Tenda Atacado e Sorvetes Jundiá. Apoios: Toca do Açaí, Naturiza, Espaço Training, NAR, Uniformes Overtime e Meias Elite. Realização: B16 Incentivo e Instituto Futuros Craques.


Visit fbetting.co.uk Betfair Review