Paulo Correia profere palestra sobre genética no esporte durante o Congresso de ‘Atleta do Futuro’

O fisiologista Paulo Correia (Unifesp) proferiu palestra no início da tarde desta quarta-feira (11 de junho), no Teatro Marcos Lindenberg (UNIFESP/Campus São Paulo), na Zona Sul da cidade de São Paulo (SP), durante o dia final do ‘1º Congresso Internacional Atleta do Futuro’, com o tema ‘Aplicabilidade dos marcadores genéticos no treinamento esportivo’. O congresso reuniu nomes importantes da genômica e da imunologia, incluindo Jiri Dvorak, médico da FIFA (Federação Internacional de Futebol), que discorreu sobre o trabalho de combate ao doping desde 1994.

“O objetivo da palestra foi mostrar aos participantes que estamos desenvolvendo uma ferramenta, através da análise do DNA dos esportistas, que pode ser útil no campo esportivo, dando dados para que o treinamento possa render ao máximo, pois dá um parâmetro de quais áreas o atleta precisa trabalhar, procurando uma melhora, e qual deve manter”, explica Correia.

Entre os exemplos citados, Correia falou dos trabalhos realizados, com êxito total, com o Palmeiras/Meltex e São José/Colinas Shopping, equipes que disputam o Campeonato Paulista e o Novo Basquete Brasil (NNB). “Estas duas equipes acreditaram no trabalho, abriram espaço para as coletas e nos deram todo o apoio necessário, por isso agradeço aos preparadores físicos Chiaretto Costa (Palmeiras) e Adilson Roberto Doretto (São José). E, pelo que pudemos observar, o trabalho surtiu o efeito esperado, não só na performance dos jogadores, como também na prevenção de lesões”, comentou o palestrante.

A primeira edição do Congresso Internacional de Atletas do Futuro, que agrega concomitantemente o ‘2º Simpósio de Brasileiro de Genômica e Esporte’ e o ‘2º Simpósio de Imunologia do Esporte’. A coordenação é dos professores doutores João Bosco Pesquero e Mauro Vaisberg, ambos da UNIFESP.