João Padola comandará equipe da Liga São Paulo no ‘Streetopia – 2018’

O experiente e competente técnico João Padola será o comandante da equipe da Liga São Paulo de Basketball (LSPB) no ‘Streetopia – 2018’, que ocorre nos dias 20 e 21 de outubro (sábado e domingo), a partir das 09h00 (de Brasília), no Expo Imigrantes, na zona sul da cidade de São Paulo (SP), sendo classificatório ao ‘Nike Battle Force – 2018’.

“Agradeço o convite, que foi aceito prontamente, feito a Liga São Paulo pela organização do ‘Streetopia – 2018’, a quem parabenizo pela iniciativa. A expectativa é que a nossa equipe se apresente bem e faça bons jogos, buscando a vaga no ‘Nike Battle Force – 2018’, ciente que será uma disputa árdua, pois teremos adversários de qualidade pela frente”, comentou Vlademir Pereira Silva, gestor da Liga São Paulo.

“Para este desafio importante, nada melhor do que contar com a experiência e competência do técnico João Padola, que dispensa apresentação, já que conta com um currículo extenso de bons serviços prestados ao basquete, para comandar a nossa equipe. O grupo é formado por jogadores que se destacaram no 1º Campeonato Adulto Masculino da Liga São Paulo”, acrescentou Vlademir.

“Primeiro, é uma honra comandar a equipe da Liga São Paulo, depois de um campeonato tão disputado e bem organizado que foi encerrado recentemente. O objetivo foi formar um grupo coeso e com condições de representar bem a entidade no ‘Streetopia – 2018’, que será uma competição difícil e muito disputada”, complementou João Padola.

Os dez atletas convocados para compor a equipe da Liga São Paulo de Basketball (LSPB) foram estes: Daniel França, Jonathan Sobrinho de Abreu, Osvaldo Pelegrine, Eliel Maldonado, Mateus Martins, Everson Rodrigues, Heitor Cardoso, Thiago Marcello, Diego Gomes e Claudinei da Silva.

De acordo com a organização, a edição de 2018 do ‘Streetopia’ contará com equipes das principais ligas que atuam no basquete paulista: LABA (Liga Amadora de Basquete do ABC), NCB (Nova Copa de Basquete) e a Copa Paulista, além da já citada LSPB.

“A maioria das Ligas realizam um excelente trabalho na propagação da modalidade, pois dão espaço aos jogadores que não conseguiram encaixe no alto rendimento, com custos acessíveis, por isso, são extremamente importantes, já que preenche uma lacuna existente no basquete paulista há vários anos”, finalizou Vlademir.


Visit fbetting.co.uk Betfair Review