Para Kleiton Lima, Brasil precisa acompanhar a evolução tática que marcou a Copa do Mundo de 2014

O técnico Kleiton Lima gostou do que se viu em campo ao longo dos cerca de 30 dias que marcaram a disputa da Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil. De acordo com o treinador, algumas equipes encantaram pelo seu esquema de jogo definido e pela aplicação tática de seus jogadores durante os 90 ou até 120 desgastantes minutos.

“Vimos uma Copa do Mundo sensacional, com jogos emocionantes e ótimos espetáculos dentro e fora do campo. Times desenvolvendo um desempenho técnico acima da expectativa, o que tornaram os jogos empolgantes e com muita dramaticidade. Mas, o mais relevante foram as equipes mostrando as suas escolas futebolísticas e receitas táticas bem diferenciadas com estilos agressivos e alta intensidade”, analisa Lima.

Para Kleiton, esse trabalho organizado mostrou a evolução de escolas tradicionais e também de seleções que não estavam cotadas entre as favoritas. “A diversidade tática mostra bem a evolução do futebol tendo como ponto de partida uma condição física e técnica elevada e com padrão de jogo muito disciplinado taticamente, mostrando equilíbrio e sincronismo interessante em todos os setores do campo”, observa.

Na visão de Lima, esse trabalho utilizado por outras escolas mundiais precisa ser implantado no futebol brasileiro, que perdeu espaço e prestígio nesta edição Copa do Mundo. “Hoje, o futebol brasileiro precisa disso, de um trabalho reciclável e modernidade nos treinamentos, para novamente encontrar um padrão que condiz com o estilo de jogo que demonstre a arte e a criatividade de futebol brasileiro”, analisa.

Durante a Copa do Mundo, Lima esteve participando da “Soccer Internacional Conference & Premier Camp”, no Lippold Park Soccer, em Chicago (EUA). O evento foi promovido pela Crystal Lake Soccer Federation, com parceria da US Soccer Federation e supervisão da Federação Internacional de Futebol (FIFA). As explanações e ações práticas feitas por Kleiton envolveram estes dois temas: Brasil Team: “Jogo Bonito” e Desenvolvimento e dimensão do treinamento técnico/tático.

“Foi uma grande satisfação representar o futebol brasileiro neste importante evento, que contou com nomes importantes do cenário internacional (Espanha, Itália, Inglaterra, Estados Unidos, Irlanda, Croácia, Costa Rica e África do Sul). Tive a chance de passar informações e relatei experiências dentro dos temas que me foram conferidos para falar ao longo das minhas participações”, finaliza Kleiton Lima.


Visit fbetting.co.uk Betfair Review