Clássico entre Ituano e Santo André abre a LBF 2020 no Dia Internacional da Mulher

O clássico paulista entre Ituano Basquete e Santo André/APABA/Caoa Chery abre a edição de 2020 da Liga de Basquete Feminino (LBF CAIXA), que a 10ª na história da competição. O duelo acontece neste domingo (08 de março), Dia Internacional da Mulher, às 15h (de Brasília), no ginásio Municipal Prudente de Morais, em Itu (SP).

As duas equipes têm participado da competição regularmente, realizando boas campanhas, assim como também ocorre no estadual. O representante de Itu, comandado pelo técnico Antonio Carlos Barbosa, remodelou um pouco o seu elenco, mantendo uma boa parte das jogadoras e trazendo reforços interessantes.

“A expectativa é grande, pois uma vitória nesse começo de campeonato é importantíssima, ainda mais em um dia muito especial, que simboliza a força e determinação da mulher; somos guerreiras todos os dias e que sejamos reconhecidas, amadas e respeitadas. O espetáculo é nosso”, comentou a lateral Patrícia Ferreira, do Ituano Basquete.

As caras novas do Ituano Basquete são: Fabi Caetano (pivô), Alana Gonçalo (armadora) e Mari Dias (pivô).

Já a equipe do Grande ABC, dirigida pela técnica Arilza Coraça, modificou o seu elenco, com três contratações, além de contar com o retorno da lateral Jaqueline de Paula, que retomou a carreira depois do nascimento da filha Yara.

“A nossa expectativa é a melhor possível, tanto para esta estreia, quanto pata a participação na competição de uma forma geral. Estamos contentes com as chegadas da Ornela, Lays e da Maria Carolina, que já estão entrosando bem com a equipe; entramos em quadra sempre pensando no melhor e todo mundo está bastante motivado, pois tenho a certeza que será uma competição de alto nível, bastante disputada e muito interessante”, analisou Arilza.

“Estamos cientes das qualidades do Ituano, por isso, nos preparamos e treinamos forte para iniciarmos a competição nacional com um resultado positivo. Esta edição da LBF tende a ser equilibrada e muito competitiva”, completou Jaqueline.

As novidades do Santo André/APABA/Caoa Chery são estas: Lays da Silva (armadora), Maria Carolina (pivô) e a argentina Ornela Pag (armadora).

De acordo com o regulamento, na fase inicial da LBF CAIXA – 2020 as equipes jogam entre si, em turno e returno. Nas quartas-de-final serão quatro confrontos em séries melhores-de-três partidas (1º colocado x 8º colocado, 2º colocado x 7º colocado, 3º colocado x 6º colocado e 4º colocado x 5º colocado), com vantagem de quadra para as equipes de melhor campanha na primeira fase.

A semifinal também acontecerá em melhor-de-três jogos, reunindo os vencedores das séries semifinais. Já a grande final, que reunirá os ganhadores das semifinais, será decidida em melhor-de-cinco jogos, apurando o grande campeão de 2020.

“Depois de dois anos de gestão, creio que agora temos a LBF como um produto bem atraente, essa 10ª edição vem cheia de surpresas, entre elas o anúncio da parceria com a GOL e também a parceria com a TV Cultura, que exibirá os jogos aos domingos, além das transmissões via web. Mantivemos parcerias importantes, como a Wilson, que além das bolas fornecerá o material esportivo e outras parcerias que estão chegando, como a Colorgin e a própria Caixa, que segue conosco, como a patrocinadora oficial máster”, comentou Ricardo Molina, presidente da Liga de Basquete Feminino (LBF).

“Expectativa de um torneio muito equilibrado, as equipes muito niveladas e o que almejamos fazer, mais uma vez, um grande campeonato. Quero parabenizar todas as equipes, torcedores, imprensa e patrocinadores”, completou Molina.

Além dos dois times já mencionados, estarão em ação na edição de 2020 da Liga de Basquete Feminino: Basquete Blumenau (Santa Catarina), Pró-Esporte/Sorocaba (São Paulo), Sampaio Corrêa Basquete (Maranhão), Sesi Araraquara (São Paulo), Sodiê Doces/LSB-RJ (Rio de Janeiro) e Vera Cruz/Campinas (São Paulo).


Patrícia Ferreira crê em jogo duro na abertura da série final do Paulista Feminino

O Ituano FC enfrenta o Vera Cruz/Campinas, nesta sexta-feira (13 de dezembro), às 19h (de Brasília), no ginásio de Esportes Gilman José Jorge Farah (AA Ponte Preta), em Campinas (SP), na primeira partida da série melhor-de-três do playoff – final do Campeonato Paulista Feminino – 2019.

“O time de Campinas vem de vitórias importantes na semifinal, por isso, acredito que será um jogo difícil, duro e bastante intenso. Temos que ter paciência, controlar a ansiedade e fazer com que o poderio ofensivo/defensivo seja favorável ao nosso time”, comentou a lateral Patrícia Ferreira, da equipe ituana.

Para chegar a esta decisão, o Ituano FC concluiu a primeira fase na primeira colocação, com oito vitórias e duas derrotas. Na semifinal, eliminou o Sesi Araraquara com duas vitórias e nenhuma derrota.

Já a equipe campineira fechou a primeira fase no segundo lugar, com seis vitórias e quatro derrotas. Na semifinal, passou pelo Santo André/APABA/Caoa Chery, com duas vitórias e uma derrota.

Na primeira fase ocorreram dois confrontos entre o Ituano FC e o Vera Cruz/Campinas, com duas vitórias do representante de Itu: 70 a 67, no turno, jogando em casa, e 66 a 58, no returno, mesmo atuando como visitante.

O segundo jogo da série melhor-de-três do playoff – semifinal está agendado para segunda-feira (16 de dezembro), às 19h30 (de Brasília), no ginásio Municipal Prudente de Moraes, em Itu (SP). O terceiro, se necessário, ocorre no dia 18 de dezembro (quarta-feira), às 19h30 (de Brasília), também em Itu (SP).

Líder Ituano recebe o Sesi Araraquara neste domingo pelo Paulista Feminino

O Ituano FC enfrenta o Sesi Araraquara, neste domingo (10 de novembro), às 16h (de Brasília), no ginásio Municipal de Esportes Prudente de Moraes, em Itu (SP), pelo returno da fase inicial do Campeonato Paulista Feminino – 2019. Liderado a competição, a equipe da casa quer mais um resultado positivo para manter o momento favorável.

“O diferencial da equipe é jogar em conjunto, temos jogadoras ofensivas e isso é um fator fundamental. Sabemos das dificuldades que vamos encontrar, mas temos que ser determinantes e confiar umas nas outras, pois vamos fazer nosso melhor”, comentou a lateral Patrícia Ferreira, do Ituano FC.

Na última vez que esteve em quadra, o Ituano FC foi superado pelo Santo André/APABA/Caoa Chery, atuando fora dos seus domínios (67 a 49), enquanto a equipe de Araraquara bateu o Pró-Esporte/Sorocaba, mesmo jogando como visitante (85 a 52).

Já no duelo entre as duas equipes, válido pelo turno desta fase inicial, vitória do Ituano FC, por 62 a 59, mesmo jogando em Araraquara (SP).

Na classificação geral, o Ituano FC aparece na primeira colocação, com sete vitórias e uma derrota. O Sesi Araraquara ocupa o quarto lugar, com três vitórias e seis derrotas.

Ituano FC visita o Campinas em jogo que pode definir o primeiro lugar na fase inicial do Paulista

O Ituano FC enfrenta o Vera Cruz/Campinas, nesta quinta-feira (21 de novembro), às 19h (de Brasília), no ginásio e Esportes Gilman José Jorge Farah (AA Ponte Preta), em Campinas (SP), pelo returno da fase inicial do Campeonato Paulista Feminino – 2019. Ocupando a primeira colocação na classificação geral, com sete vitórias e duas derrotas, o time de Itu quer manter a liderança nesta primeira fase.

A lateral Patrícia Ferreira sabe que este é um duelo muito importante para a sequência do campeonato. “É um jogo que define a classificação, importante como todos os outros, mas a vitória nos dará a chance de sair em primeiro nesta fase inicial do campeonato. Esse é o nosso primeiro objetivo, fechar a fase de classificação na ponta para garantir a vantagem de decidir em casa nos playoffs”, comentou.

Na última vez que esteve em quadra pelo estadual, o Ituano FC foi superado pelo Sesi/Araraquara, enquanto o representante campineiro, que ocupa a terceira colocação na classificação geral (05 vitórias e 03 derrotas), suplantou ao BAX Catanduva. Já no duelo entre as duas equipes, válido pelo turno desta fase inicial, vitória do representante de Itu, jogando ao lado da sua torcida, por 70 a 67.

Seleção Feminina joga bem e derrota a Alemanha na estreia dos Jogos Mundiais Militares

A Seleção Brasileira Militar Feminina derrotou a Alemanha, neste sábado (19 de outubro), por 87 a 33 (41 a 18 no primeiro tempo), na rodada inicial do ‘7th CISM Military World Games 2019’ (Jogos Mundiais Militares), atuando no HUST Optics Valley Gym, em Wuhan, na China.

O selecionado nacional dominou por completo as ações, impondo sempre o seu melhor ritmo, sem deixar a equipe alemã atuar como almejava, com todas as jogadoras atuando bem. Com isso, o placar foi crescendo a cada período, garantindo uma estreia tranquila para o Brasil – 22 a 12 (primeiro quarto), 19 a 06 (segundo quarto), 23 a 11 (terceiro quarto) e 23 a 04 (quarto final).

“Entramos confiantes, uma ajudando a outra, já que esse é o espirito do grupo. Saímos satisfeitas, mas vamos buscar evoluir sempre”, complementou a lateral Patrícia Oliveira, que anotou seis pontos, apanhou quatro rebotes, deu uma assistência e conseguiu ainda um bloqueio.

Os outros nomes importantes foram Isabela Ramona, com 14 pontos e 06 rebotes, e Débora da Costa, com 13 pontos e 03 rebotes, pelo Brasil; Annika Danckert, 10 pontos e 08 rebotes, e Nancy Hampel Loth, com 09 pontos, em favor da Alemanha.

O segundo compromisso da Seleção Brasileira Militar Feminina será contra os Estados Unidos, neste domingo (20 de outubro), às 05h (de Brasília), novamente no HUST Optics Valley Gym, em Wuhan, na China.

“O objetivo é continuar o trabalho e entrar com a mesma postura; temos que fortalecer a defesa e fazer transição das jogadas, com chegadas rápidas, que faz toda diferença”, analisou Patrícia.

De acordo com o regulamento, na fase inicial, as equipes jogam entre si, em turno único; os dois primeiros colocados decidem o título, enquanto o terceiro e quarto colocados definem a medalha de bronze.


Visit fbetting.co.uk Betfair Review